10 junho 2022

[RESENHA] Mais Uma Vez, o Amor - Lisa Kleypas


Lady Aline Marsden foi criada para um único objetivo na vida: conseguir um casamento lucrativo com alguém de sua própria classe social. Mas, em vez de cumprir seu destino, ela preferiu entregar sua inocência a John McKenna, empregado da propriedade de seu pai.
A transgressão impetuosa dos dois foi imperdoável. Por causa dela, John foi mandado embora e Aline foi mantida na casa da família no campo, privada do convívio com a sociedade londrina.
Doze anos depois, McKenna se transformou em um homem rico e poderoso. E ele está de volta, com sua beleza indomável e impressionante, determinado a se vingar da mulher que destruiu seus sonhos românticos.
Só que a paixão entre os dois não se apagou, e logo volta a arder mais forte do que nunca. Agora McKenna precisa decidir o que é mais importante: levar até o fim seu plano cruel ou entregar seu coração de novo a seu primeiro e único amor.



Livro:  Mais uma Vez, o Amor ||  Autor: Lisa Kleypas || Ano: 2022 
 Editora: Arqueiro  || Gênero: Romance de Época
Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Luci

Skoob || Compre || Editora

Em Mais uma vez, o amor, conhecemos a história de personagens que nos foram apresentados na série As Quatro Estações do Amor, mais especificamente, Era uma Vez no Outono. Somos apresentadas às histórias das irmãs de Marcus, protagonista desse livro.

Lady Aline cresceu livremente na propriedade da família, tendo as aventuras normais de criança ao lado de McKenna, um garoto órfão que foi abandonado na propriedade da sua família e trabalha como serviçal para garantir seu sustento.

Aline sempre o viu como igual, sem as barreiras sociais existentes entre os dois: ela, a filha de um nobre aristocrata, e ele, um simples subalterno sem perspectivas de um futuro brilhante. Isso, por si só, deveria ser suficiente para que os dois não formassem laços, em uma sociedade tão estratificada, mas à medida que ambos crescem, os sentimentos juvenis de amizade vão se transformando em algo mais forte e profundo.

McKenna conhece bem o seu papel e a sua posição na vida de Aline, por isso não ousa sonhar mais do que pode ter. Um simples cavalariço como ele não pode ousar sonhar que pode ter um lugar ao lado de uma lady, que já tem seu futuro completamente planejado por pais controladores e que valorizam, acima de tudo, a posição social.

No entanto, Aline é uma jovem ousada que deseja viver todos os sentimentos que tem por McKenna, por isso não hesita em fazê-lo compreender a dimensão desses sentimentos e estimulá-lo a embarcar em um romance proibido, enquanto sonha que os dois pode, sim, construir um futuro juntos.

Porém, quando os dois acabam sendo separados, cada um vive a sua cota de sofrimento: McKenna, por entender que foi apenas um brinquedo para uma moça da aristocracia, e Aline, a ser forçada a viver longe de quem ama e padecer de algo mais que vai ser revelado ao longo da trama.

Doze anos depois, McKenna volta à propriedade da família de Aline; desta vez como um homem rico e bem-sucedido nos negócios, pois progrediu grandemente trabalhando nos Estados Unidos. Sua pretensão de fazer negócios com Macus, irmão de Aline, na verdade esconde sua maior intenção: se vingar de quem o fez sofrer e feriu seus sentimentos. Seu objetivo é seduzir Aline e abandoná-la como acredita ter sido abandonado friamente por ela.

Aline entende as motivações de McKenna, mas o amor apaixonado que sentiu por ele ainda está bem vivo dentro dela, então ela decide fazer seu jogo e viver o que lhe foi negado por mais de uma década, mesmo que isso signifique estender mais ainda seu sofrimento.

Mas o sentimento de vingança, apesar de ser algo forte, não pode ser comparado a emoções muito mais potentes, que são reavivadas ao longo do jogo de sedução que os dois passam a jogar.




Admiro enormemente a escrita de Lisa Kleypas, pois ela é única em entrelaçar em uma trama sentimentos tão fortes que transbordam das páginas. Não consigo medir o quanto amei essa história por isso.

A narrativa flui de uma forma suave e intensa à medida que vamos acompanhando os acontecimentos, que são muito bem sequenciados. Ela se foca na passagem de um amor puro, juvenil, que se transforma em algo mais intenso até se tornar mais maduro, apaixonado, mesmo em meio a um desejo de vingança. Isso envolto em um erotismo bem sutil, muito bem escrito, bem típico da autora.

Os personagens são muito bem construídos, com personalidades bem marcantes: ela, uma mulher que quer apenas sentir-se amada pelo homem que escolheu para ser o seu destino, em uma atitude ousada que era muito pouco comum à época, mas Lisa Kelypas sabe nos presentear com essas personagens femininas cheias de vida e ousadia.

Ele, McKenna, um homem que soube aproveitar as oportunidades que a vida lhe ofereceu, e que possui uma natureza apaixonada que nem mesmo sentimentos mais obscuros conseguem esconder.

McKenna e Aline têm uma química enorme, e certas cenas entre os dois resgatam aquele amor romântico que, devemos confessar, amamos ler em um bom romance. O jogo de sedução que a autora construiu em torno dos dois é uma delícia de ler, mesmo que tenhamos alguns desfechos sofridos, o que acaba por nos fazer sofrer junto com os personagens, mas é justamente isso que dá vida ao livro.

Uma grata surpresa foi a história de Livia e Gideon, que também acompanhamos nesse livro, só lamento porque não tive o suficiente dos dois, pois foram passagens curtas, mas extremamente apaixonantes.

Mais uma vez, o amor é um romance extremante romântico, cheio de sensualidade, e apesar de a sua sinopse entregar um clichê como expectativa, na realidade nos entrega uma leitura bem envolvente e cheia de emoção.

Compartilhe!

Postar um comentário





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei