04 abril 2022

[Resenha]Tempestade Selvagem - Mulheres Pioneiras, 02 - Beverly Jenkins


O segundo romance da série Mulheres Pioneiras acompanha a vida de uma ousada fazendeira em Wyoming, no Oeste americano, após a Guerra Civil.

“Beverly Jenkins ilustra bem o racismo da época, sem deixar que isso atrapalhe a leveza do romance e sem se esquivar de realidades duras. Mais uma vez ela prova por que é uma gigante do gênero.” – Publishers Weekly

Depois de ter conhecido o mundo como oficial da Marinha, o jornalista Garrett McCray agora viaja de Washington até a cidade de Paradise, no Velho Oeste, a fim de entrevistar um médico de destaque para seu jornal, dirigido a leitores pretos.
Garrett achava que o Dr. Colton Lee seria um assunto interessante... até conhecer a irmã dele, Spring Lee. Ela mora sozinha, administra o próprio rancho, usa calças jeans em vez de vestidos e é a mulher mais fascinante que ele já conheceu.

Só que Spring não está interessada no amor. Depois de superar um passado turbulento e escandaloso, ela se sente mais do que satisfeita com suas terras, seus cavalos e seus amigos. Até o enxerido jornalista McCray aparecer e bagunçar sua vida.

À medida que a atração entre eles aumenta, suas diferenças podem ser um obstáculo – ou a combinação explosiva de que os dois tanto precisavam.


Livro:   Tempestade Selvagem || Série: Mulheres pioneiras, 02||  Autor: Beverly Jenkins
Editora: Arqueiro|| Ano: 2022 ||  Gênero:  Romance de época
 Classificação:  04 estrelas ||  Resenhista: Sara

Situado em Paradise, no Velho Oeste, pós Guerra Civil, Tempestade Selvagem conta a história de Spring e Garrett.

Spring Lee é proprietária da própria fazenda e domadora de cavalos selvagens.

Garrett McCray é um carpinteiro, jornalista ocasional e formado em advocacia, e está de visita na cidade para entrevistar o renomado médico e irmão da Spring.


Esse romance de época inclusivo ambienta um novo universo, é interessante ver uma mulher forte preta como protagonista. 

Spring não é parecida com nenhuma protagonista que já li, ela é uma mulher muito independente, destemida, forte, usa camisa e calças, e está sempre com o coldre.  Ela resgata pessoas, animais e não se importa com as opiniões alheias. Também gostei bastante que os ideais dela não foram minimizados, nem o que ela queria para seu futuro. O Garrett é um dos mocinhos mais fofos que li, que sabe o que quer e vai atrás, ele também se preocupa bastante com as necessidades e vontades da Spring.

O livro fala sobre amor, família e comunidade. Mas devo dizer que esperei mais, não sei se foi porque o primeiro me envolveu tanto. A história é interessante, tem um pouco de tudo, pincela temas como preconceito, racismo e discriminação, e não é um livro pesado. Mesmo assim, não foi uma história que não consegui parar de ler, na verdade, demorei quase dois meses para terminá-la.

 O livro é mais água com açúcar do que eu estava esperando, desenvolve bastante a história de amor dos personagens principais, e deixa mais um pouco de lado os outros temas, mas, apesar disso, é um romance que vale muito a pena ler.

Compartilhe!

Postar um comentário





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei