14 janeiro 2022

[RESENHA] Uma Tentação Perigosa - Os Ravenels 07 - Lisa Kleypas


Lady Merritt Sterling, uma jovem viúva que dirige a empresa de navegação do falecido marido, sabe que tudo que a sociedade londrina quer é flagrá-la em um escândalo. Até agora, ela foi inteligente o suficiente para não lhe dar essa satisfação.Mas ao conhecer Keir MacRae, um destilador de uísque escocês rude e lindo de morrer, todos os seus planos sensatos podem virar fumaça. Embora sejam de mundos totalmente diferentes, a atração que surge entre os dois é poderosa e irresistível.Quando Keir chega a Londres, tem os seguintes objetivos: não se apaixonar pela deslumbrante lady Merritt e evitar ser assassinado. Até agora, nenhum dos dois está indo muito bem. Seu mundo está de cabeça para baixo e a única pessoa em quem ele confia é ela.

Conforme o perigo se aproxima, Merritt fará o que for preciso para salvar o escocês, enquanto ele precisa descobrir se é capaz de oferecer a única coisa que ela deseja mais que a segurança dele: seu amor.


Livro:  Uma Tentação Perigosa|| Série: Os Ravenels 07 || Autor: Lisa Kleypas
Ano: 2021||  Editora: Arqueiro  || Gênero: Romance de Época
Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Luci

Skoob || Compre || Editora
Resenhas 01020304, 0506





Uma Tentação Perigosa é o último volume da série dos Ravenels, apesar de estar mais relacionado com outra série da autora, As Quatro Estações do Amor, pois nenhum dos personagens pertence à família Ravenel, temos apenas aparições de alguns personagens.

Nele conhecemos Lady Merritt Sterling — a filha mais velha de Lord Westcliff com a nada convencional Lillian Bowman, cuja história conhecemos no livro da série Quatro Estações do Amor, intitulado Era uma vez no Outono) — uma jovem viúva que está muito além do seu tempo, em se tratando do papel feminino para a sociedade da época: após a morte do marido, ela assumiu os seus negócios, que é uma empresa de transporte marítimo e armazéns portuários, e os administra muito bem, com sagacidade e inteligência, e justamente por isso é alvo das conversas da sociedade londrina, por se distanciar do padrão ideal de como uma dama da alta sociedade deveria viver.

Merritt é o tipo de pessoa que já se acostumou a ter um determinado tipo de vida, sem grandes expectativas amorosas futuras, pois ela parece já ter tido a sua cota com o falecido marido, então leva uma vida completamente ordenada, evitando ao máximo algo que possa levar a sociedade, sempre ávida para algum deslize seu, a envolver seu nome em algum escândalo. Essa tarefa fica um pouco difícil quando um alto e atrativo escocês entra em seu escritório, despertando nela o instinto de desafiar mais ainda os tabus sociais, só para ficar mais perto desse homem.

Keir MacRae é escocês, produtor de uísque, de vida simples; sua vida se resume à ilha onde cresceu e vive, e cuidar do negócio que o pai adotivo deixou para ele. Ele vai à Londres entregar um carregamento cuja venda pode significar a injeção financeira que o seu negócio precisa, mas quando o transporte e armazenamento dá errado, ele tem de lidar com Merritt, uma dama da alta sociedade, alguém com quem ele não tem o mínimo traquejo em lidar. Porém, ele se vê envolvido pelo discernimento e inteligência da jovem viúva em lidar com negócios, somado isso à sua beleza, acaba por exercer uma atração sobre Keir, tornando-a alguém por quem ele anseia, mas não pode ter.

Porém, nada na vida ordenada de Merritt a preparou para os inesperados sentimentos que aquele escocês, de aparência rude, mas charmosa, despertaria nela. Cansada do vazio emocional amoroso que vive, ela decide desafiar as convenções e propor uma noite de paixão ao homem que a atrai tão intensamente, sem imaginar que isso intensificaria ainda mais os sentimentos que ambos sentem.

No entanto, uma série de atentados contra a vida de Keir faz com que Merritt, para protegê-lo, coloque sua reputação e vida em risco, ao envolver-se no mistério que envolve o passado de Keir, e as diversas consequências que virão com essa decisão será decisiva para o futuro de ambos.




Bem, como dito no início dessa resenha, é um livro da série Ravenel, mas sem Ravenels no núcleo principal, mas mesmo a ausência desses personagens tão queridos não anula a boa experiência que foi ler esse romance.

O livro tem aquela fórmula clichê de opostos que se atraem, mas que nas mãos de uma autora como Lisa Kleypas, é uma fórmula que se aprimora e se renova: Merritt, uma mulher forte e determinada, que nasceu em um berço de ouro, mas que buscou traçar seu próprio caminho, conduzindo um negócio tipicamente masculino e tendo sucesso com isso, e o homem por quem se apaixona não pertence à sua classe social. Só que a sua personalidade não é a de recuar diante das adversidades, ela enfrenta as convenções sociais para ser feliz. Uma típica personagem de uma época que não aceita as amarras que a sociedade colocou para forçar a mulher a exercer determinado papel.

Keir também é um personagem apaixonante: de natureza rude e simples, tem uma personalidade também forte, buscando sempre honrar suas raízes e agir com a honradez com a qual sua educação o moldou. É o típico escocês orgulhoso de suas raízes, que mergulha inteiramente em suas paixões.

A forma como a autora cria e desenvolve o relacionamento entre os dois é muito boa: sem delongas ou dramas desnecessários, o que construiu uma narrativa muito gostosa de ler, muita fluida e dinâmica, sem se arrastar nos pontos que deviam ser explorados. Um destaque à parte para os diálogos, ora intensos e extremamente apaixonados, ora com um toque de humor e irreverência, um contraste bem necessário para destacar a diferença entre os dois personagens, e ao mesmo tempo apontando o quanto são perfeito juntos.

Lisa Kleypas também é mestra é construir uma narrativa romântica com o toque sutil do erotismo. Sutil, porque enquanto escreve cenas intensas, ela destaca sentimentos entre os personagens, e isso arremata perfeitamente a escrita do romance.

Era um livro que poderia ter sido escrito à parte, sem se relacionar com a série Ravenel? Sim. Mas para quem é fã da autora, esse detalhe não fará a mínima diferença, porque é um romance com a marca registrada de Lisa Kleypas: cheio de sentimentos intensos em uma narrativa romântica que merece ser lida.

Compartilhe!

Postar um comentário





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei