10 novembro 2021

[RESENHA] Prometida por um Dia - Os mistérios de Bow Street, 03 - Lisa Kleypas


Nick Gentry, um dos patrulheiros da Bow Street, já foi considerado um dos homens mais perigosos da Inglaterra antes de se juntar à força policial que mantém a ordem em Londres. Depois de passar para o lado da lei, o jovem é enviado para localizar Charlotte Howard, uma noiva fugitiva que desapareceu sem deixar vestígio.

Quando a encontra, Nick se surpreende com o espírito aventureiro da moça e se assusta com a força da atração que nasce imediatamente entre os dois.

Para escapar do casamento forçado com o homem que a destruirá, Charlotte concorda com o plano audacioso de Nick, que inclui tornar-se noiva dele. Mas logo ela descobre que seu charmoso salvador tem os próprios segredos sombrios.

Agora Charlotte precisará de toda a sua astúcia e persistência para domar a alma atormentada de Nick. E ele, em sua tentativa de proteger a jovem do aristocrata diabólico a quem ela foi prometida, descobre que, para salvá-la, só há uma coisa que pode fazer: abrir seu coração de uma vez por todas para ela.

Livro:   Prometida por um Dia || Série: Os mistérios de Bow Street, 03 ||  Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro|| Ano: 2021 ||  Gênero:  Romance de época
 Classificação:  5 estrelas ||  Resenhista: Luci

Resenha livro 01, 02
Chegamos ao último livro da série Os Mistérios de Bow Street, e nele vamos conhecer a história do tão afamado ex fora da lei, Nick Gentry, que particularmente me despertou muita curiosidade. E, devo antecipar, não me decepcionei nem um pouco com ele.

Após ganhar fama como um notório e perigoso criminoso, Nick, para conseguir sobreviver, foi forçado a se tornar um patrulheiro de Bow Street, e tem de andar dentro da lei, mas isso não o impede de se aventurar em outros trabalhos, e assim ele aceita ser contratado para sair em busca de uma noiva fugitiva de um aristocrata, a jovem Charlotte Howard. Porém, quando a encontra, Nick sente um enorme fascínio pela jovem, o que o deixa relutante a cumprir sua missão.

Há dois anos, Charlotte Howard decidiu fugir de um casamento com um homem opressor, que praticamente a comprou de sua família, que estava cheia de dívidas, e se sentia no direito de tratá-la como um objeto. Refugiada no campo, como dama de companhia, ela pensava que estava a salvo, até conhecer um atraente homem que a faz sentir desejos nunca antes sentidos. Infelizmente, logo ela descobre que esse homem é o ex fora da lei Nick Gentry, que tem a missão de levá-la de volta para o seu noivo opressor.

Porém, Nick passa a ter uma intensa paixão pela jovem que prometeu levar de volta ao noivo, algo totalmente estranho para um homem que, devido às coisas vis e mundanas que viveu na longa época em que era um criminoso, acabou desenvolvimento uma ausência de sentimentos, passando a ver as coisas com uma indiferença fria, mas que ele sente ser quebrada diante do que sente por Charlotte. Desta forma, ele dá a ela duas opções: viver a vida de horrores que a jovem ia conhecer durante o casamento, ou casar-se com ele e explorar toda a paixão que os dois sentem um pelo outro.

Entre voltar ao pesadelo que seria um casamento com o homem para o qual sua família a vendeu e casar-se com o misterioso Nick Gentry, certamente Charlotte opta por ter um compromisso com homem que lhe despertou inúmeros sentimentos, mesmo que ele ainda vá percorrer um longo caminho para ganhar de volta a confiança dela. E esse caminho será permeado pela ameaça de um homem que se considera traído e pelo despertar de sentimentos mais profundos e a superação do medo de se entregar.



Como revelei anteriormente, fiquei muito ansiosa pelo lançamento desse livro e poder, finalmente, conhecer a história do criminoso que é forçado a entrar para o lado da lei, e foi uma espera que valeu muito a pena, pois, para mim, é o melhor livro da série.

Nick Gentry é o tipo de personagem que desperta interesse no leitor, pelo fato de sua vida ter sido construída em ações politicamente incorretas, mas que não se revela um homem cruel, é apenas alguém que aproveitou as oportunidades de sobrevivência em um mundo cheio de pobreza e contradições. Creio que a autora acertou muito na construção do personagem, nessa sua personalidade fria, pragmática, que vê o mundo como realmente é, mas com aquela pitada necessária de sentimentos que o torna humano, vulnerável a sentimentos e paixões. Isso nos proporciona um mocinho intenso e apaixonante.

Sobre Charlotte Howard, é uma personagem retrato de uma época, onde as meninas tinham de se submeter a um casamento para satisfazer a família, e muitas vezes eram entregues a homens abusadores. Só que ela se rebela e decide fugir desse destino, o que é um ato de rebeldia para a época. Gostei muito como ela se posicionou ao longo do livro, de forma sutil e suave, fazendo prevalecer a sua opinião e visão das coisas. Lisa Kleypas construiu uma personagem feminina bem sutil nesse livro, que contrasta com outras personagens dos livros dela, mas considerando que foi um dos primeiros livros da autora, e pela época em que foi escrito, é bem justificável essa diferença.

A narrativa, como sempre, não deixou a desejar, ela não possui aqueles hiatos de ação que deixa o livro com aqueles pontos de tédio no decorrer da leitura. Ela é bem dinâmica, as cenas entre os personagens, centrais ou secundários, acontecem em uma sequência bem fluida e gostosa de ler e acompanhar. Um ponto de destaque, é que a autora ousou mais na escrita desse livro, no sentido erótico, há cenas bem carregadas de sensualidade, que apimentam mais a história de Nick e Charlotte, que contrastam muito com a suavidade como o romance entre os dois é construído, essa descoberta de sentimentos que vai além do carnal, o que deu um equilíbrio perfeito no romance.

Enfim, reiterando, o livro fecha a série de forma espetacular, e agora só nos resta aguardar os próximos lançamentos da autora, que sempre nos surpreende com histórias surpreendentes de amor.

Compartilhe!

Postar um comentário





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei