25 outubro 2021

[Resenha] Arlindo - Ilustralu

Uma história sobre descobrir que a gente não tá só.

Arlindo é um garoto cheio de sonhos e vontade de encontrar seu lugar no mundo. Tudo o que ele quer é seguir sua vida de adolescente na cidadezinha onde mora, no interior do Rio Grande do Norte. Ele aluga filmes na locadora com as amigas todo sábado, sente o coração bater mais forte pelas primeiras paqueras, canta muito Sandy & Júnior no chuveiro, e ainda cuida da irmã mais nova e ajuda a mãe a fazer doces para vender.

Por mais que ele se esforce e dê o seu melhor, muita gente na cidade não aceita Arlindo ― o que traz uma série de problemas na escola e até mesmo dentro de casa. Aos poucos, porém, ele vai perceber que vale a pena lutar para ser quem ele é, ainda mais quando tem tanta gente com quem contar.

Com um traço divertido, cores vibrantes e um monte de referências aos anos 2000, esta história em quadrinhos que já conquistou milhares de fãs na internet fala sobre encontrar forças nas pessoas que a gente ama e dentro de nós mesmos.


 Livro: Arlindo || Autor: Ilustralu
Ano: 2021 ||  Editora: Cia  || Gênero: HQ
Assunto: Infantojuvenil / LGBT / GLS / HQ
Classificação: 4 estrelas || Resenhista: Lud

Skoob || Compre || Editora
Arlindo, ilustrado por Luiza de Souza, @Ilustralu, já possui uma legião de fãs, já que foi publicado como uma webcomic antes, e esse ano foi lançado na plataforma de financiamento coletivo (Catarse) pela editora Seguinte, para a publicação em físico. Além de uma campanha de doação de exemplares.

Aqui nós vamos conhecer uma poderosa história de um adolescente que vive no interior do RN e está se descobrindo nesse mundão. 



Vamos falar primeiro dos traços da Lu. Que coisa mais linda! Quando eu abri a HQ, as cores me acertaram em cheio, é uma mistura de amarelo e rosa vibrante que só agregam ainda mais à história. Não teve um defeito nas várias páginas desse livro. Só o mais puro amor. 

O enredo é relativamente simples: menino que se descobre gay, o pai não aceita, sofre bulling e por aí vai. Mas o incrível de livros como HQ é em como eles agregam emoção quando se lê, você pode até imaginar a cena na cabeça, mas ilustrada é muito mais impactante, as jogadas das cores, assim como sombra e luz, trazem uma nova perspectiva. 

Acho que o que conquista as pessoas, e o que me conquistou, foi como o Arlindo é doce, inocente, sem malícia alguma. Então, quando alguém faz mal a ele, podendo ser o pai ou alguém da escola, não tem como não tomar as dores, não querer defender esse serzinho maravilhoso. 

Um bônus é que o Arlindo é fã de Sandy&Junior, e o HQ está repleto de músicas da dupla, assim como referências dos anos 2000. 

Falar que esse HQ te deixa com lágrimas nos olhos, te faz cantar muito junto com o Arlindo, e também te dá um quentinho no coração e aquela esperança de que tudo fica bem no final, é pouco. Ele simplesmente alegra o seu dia. 


Compartilhe!

Postar um comentário





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei