21 junho 2021

[Resenha] De olho nela - Kate Stayman-London


 Um dos melhores livros do ano segundo Time, Marie Claire, NPR e Mashable.

“Uma leitura viciante, incrivelmente esperta… uma estreia extraordinária” ― Jasmine Guillory, autora best-seller do New York Times

Bea Schumacher é uma blogueira de moda plus size que tem amigos maravilhosos, uma família dedicada, uma legião de seguidores… e um coração partido. Para se distrair, toda semana ela acompanha o viciante reality show É pra casar, em que uma pessoa busca o amor verdadeiro entre vinte belos pretendentes.

Justo quando Bea desiste de vez de procurar pelo amor, ela recebe uma proposta intrigante: É pra casar quer que ela seja a próxima estrela do programa. Bea concorda, mas com uma condição: ela não vai se apaixonar de jeito nenhum. O que ela quer é dar mais visibilidade para sua carreira e para outras mulheres plus size, inspirando pessoas no país inteiro a se aceitarem.

Mas, quando as câmeras começam a rodar, ela percebe que as coisas serão mais complicadas do que ela esperava… Em uma narrativa montada a partir de tweets, roteiros e blogs de fofocas, Kate Stayman-London nos convida a mergulhar no mundo incrivelmente real de Bea.
Livro:  De olho nela || Autora: Kate Stayman-London
Editora: Paralela || Classificação:  4 estrelas 
 Resenhista: Lud ||  Ano: 2021||  Assunto: Romance, Plus zise

Vamos para mais uma resenha amorzinho.

Bea é uma garota plus size famosa por ter um blog sobre moda. Sua vida anda muito bem, ela viaja pelo mundo para ver desfiles e de quebra conhece cidades novas. Mas a vida amorosa da Bea está parada por conta de uma paixão antiga, mas depois de uma desilusão e um porre, ela posta uma critica ao reality É Para Casar, que acaba viralizando nas redes e ela sendo convidada para estrelar a próxima temporada. Mas como sendo a primeira mulher plus size, Bea terá que enfrentar muito mais do que as criticas do mundo virtual, ela terá que enfrentar seus medos e traumas. 

Eu adorei esse livro e não dá para acreditar que é o livro de estreia da Kate, e eu mal posso esperar para ver o que mais ela vai inventar. 

Primeiro vamos começar com a narração que não é contínua. No meio do narrador, nós temos matérias de revistas, temos podcast, temos grupo de bolão, conversas no whats. Então, você lê o que acontece com a protagonista, mas também o que as pessoas estão falando de Reality. E antes disso, também conseguimos ver alguns comentários aos Twitts da Bea, bons e ruins. E eu achei esse formato maravilhoso, combinou muito com a história do livro.

O enredo traz muitas questões, mas a principal é a representatividade, aqui temos uma mocinha plus size que se aventura em um reality, ao mesmo tempo que para ajudar outras meninas, mas que também acaba mexendo com os sentimentos mais fundos. Eu digo que esse livro é mais um chicklit do que um romance, porque apesar de ser uma versão de The Bechelorette, e muito mais sobre a Bea. 

E falando na Bea, ela é uma personagem muito real para mim, vi muitas opiniões no goods não favoráveis para o livro, e eu li algumas, para pensar um pouco sobre o assunto. Algumas pessoas questionam ela ser apresentada como uma pessoa de bem com o corpo e que se aceita, mas ao longo do livro se questiona sobre isso. Mas cara, isso pra mim, foi exatamente o bom do livro, porque por mais autoconfiança que você tenha, por mais que você se aceite na sua pele, nunca houve nenhum momento onde você duvidou? Uma personagem totalmente perfeita não é o que eu procuro em livros, todo mundo tem os autos e baixos, todo mundo tem momentos de aceitação e alguns questionamentos. E por isso que digo que esse livro é chicklit, porque é sobre a construção da Bea, sobre visitar o passado onde doí, e querer construir algo melhor. 

Tem partes muito real do dia a dia nosso que são mostrados. Alguns comentários maldosos no twitter ou no blog da Bea, pessoas simplesmente falando que ela não era nada porque é gorda, e isso é muito nossa realidade, e não apenas sobre estar acima do peso. E por isso foi uma sacada ótima da autora, colocar esses pedaços de matérias, de conversas ao longo do texto. 

Na parte do romance, não teve muitas coisas, sim, era um programa para encontrar o amor, mas quando se está na TV, não é tudo que se pode falar com sinceridade, então você não tem um aprofundamento nos personagens secundários. Claro que alguns tem seus destaques. E, mais uma vez, a Kate insere a diversidade, mas dessa vez, nos pretendentes. 

Eu gostei muito do livro, não dei 5 estreles, porque algumas partes me incomodaram, mas é umas questão besta como por exemplo, a melhora amiga da Bea, poderia estar mais presente, porque ela era maravilhosa, acho que faltou para mim, explorar esse laço, algumas situações a Bea precisa de um sacode e ninguém está lá para fazer isso. 

De olho nela é um chicklit repleto de diversidade e representatividade que irá te conquistar do começo ao fim. Afinal quem não sonha em encontrar a sua cara metade?

Compartilhe!

Postar um comentário





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei