26 abril 2021

[Resenha] A perseguição de Lady Harriett - Tanglewood, 03 - Rachael Anderson


Quando os desejos se chocam e os corações colidem, quem prevalecerá?

Chamada de Inigualável durante sua primeira temporada em Londres, Lady Harriett Cavendish é bela, espirituosa e confiante, captando a atenção de um grande número de pretendentes. Infelizmente, eles não conseguiram captar a atenção dela, e a jovem concluiu a temporada tão solitária quanto a havia iniciado.

Apenas semanas antes de sua segunda temporada, Harriett conhece o Tenente Christopher Jamison enquanto visita a mansão Tanglewood. Recentemente retornado da guerra, o tenente é tudo o que os pretendentes anteriores de Harriett não eram: arrogante, desagradável, irritante, e a desafia em todas as oportunidades.
No momento em que ele vai longe demais, Harriett decide que é hora de virar a mesa. Mas quando ela se propõe a colocar o tenente no seu devido lugar de uma vez por todas, ela descobre que há algo mais nele do que Harriett consegue ver, e quando se trata de assuntos do coração, a jovem não tem nenhum controle.

Livro: A perseguição de Lady Harriett|| SérieTanglewood #3 || AutoraRachael Anderson
Editora: Editora Pausa || Classificação:  4,0 estrelas || Resenhistas: Lud
 Ano: 2021 || Gênero:  Romance de Época

Skoob || Compre || Editora
Resenha 01 e 02
Esse é o terceiro livro que fecha a trilogia Tanglewood com chave de ouro. Para mim, foi o melhor livro da trilogia. 

Lady Harriett, nossa já conhecida dos livros anteriores, está em Tanglewood, antiga propriedade de sua familia, mas que agora pertence a Jonathan Ludlow e sua querida amiga Coralynn, para passar um tempo antes de poder retornar em grande estilo para a sua segunda temporada.  Mas o casal está viajando em lua de mel, e ela se vê responsável por receber o Tenente Christopher Jamison, amigo de longa data de Janathan. 

No primeiro momento, devido a um incidente, Harriett se vê repelida pelo tenente, apesar de ele ser extremamente bonito, mas seus modos rudes acabam irritando a dama. Conforme os dias se passam e ela se vê presa no papel de anfitriã, Harriett consegue ver um pouco do verdadeiro Cris, e é inevitavel que os sentimentos surjam, mas os modos do tenente acabam colocando em dúvida todos as suas palavras e gestos para com Harriett.



Bem, esse foi o livro que mais gostei na trilogia. Acho que foge um pouco dos dois anteriores pelos personagens serem mais "rebeldes", eles não seguem muito as etiquetas, e os diálogos sagazes foram o ponto alto da história. 

Harriett já mostrava nos livros anteriores que era uma moça de opinião, e nada convencional. Mas ela também tem algo em incomum com todas as outras damas: o sonho de encontrar o amor de sua vida, e ela não aceitará um casamento de conveniência, onde a pessoa não enxerga quem ela é de verdade. 

Christopher é um personagem muito divertido, ele provoca Harriett em cada oportunidade que tem, ele acha maravilhoso tirá-la da pose que a sociedade imprime nas jovens. Mas ele tem um problema em esconder seus sentimentos através do sarcasmo, e das brincadeiras, o que acaba sendo um problema para o casal.

O desenvolvimento do relacionamento é feito aos poucos e eu adorei a interação entre eles, que foi desde cenas engraçadas até as cenas mais doces. Adorei como a Rachel vai envolvendo a gente com os pequenos detalhes de cada personagem e quando vemos já estamos totalmente tomadas.

Outra coisa que eu adoro em séries, é os personagens dos livros anteriores aparecendo, e temos isso nesse aqui. Fora a família de ambos muito presente no desenvolvimento da relação, eu amei como a mãe da Harriett a poia nas escolhas que faz. 

A perseguição de Lady Harriett fecha com chave de ouro a trilogia Tanglewood.
 Se você está procurando romances de época leves e encantadores, você tem três opções aqui. E não vejo a hora de ler mais livros da autora. 

Compartilhe!

Postar um comentário





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei