05 fevereiro 2021

[RESENHA] Querido Vizinho - Penelope Ward


Depois de tomar um pé na bunda, a última coisa que eu precisava era me tornar vizinha de alguém que me lembrasse do meu ex-namorado, Elec. Damien era uma versão mais sexy do meu ex. O vizinho que eu chamei de “artista irritado” também tinha dois cachorros enormes que me mantinham acordada com seus latidos. Ele não queria nada comigo. Ou era o que eu pensava até que uma noite eu ouvi risadas vindo através de um aparente buraco na parede do meu quarto. Damien estava ouvindo todas as minhas sessões de telefone com o meu terapeuta.

O artista sexy agora conhecia todos os meus segredos mais profundos e inseguranças. Nós começamos a conversar. Ele me deu dicas para superar meu rompimento. Tornou-se um bom amigo, mas deixou claro que não poderia ser nada mais. O problema era que eu estava me apaixonando por ele. E por mais que ele me afastasse, eu sabia que ele sentia algo por mim... porque seu batimento cardíaco não mentia. Eu pensei que meu coração havia sido destruído por Elec, mas estava vivo e batendo mais forte do que nunca por Damien. Eu só esperava que ele não o destruísse para sempre.


Livro:   Querido Vizinho || Autora:  Penelope Ward
Editora: Essência || Ano: 2018 
Gênero: Romance, Drama || Classificação: 4 estrelas || Resenhista: Dai

Skoob | Editora | Compre 
Querido Vizinho é um spin-off de “Meu Querido Meio-Irmão”, podendo ser lido de forma totalmente independente - que foi o que eu fiz. 

Deprimida pelo término do seu relacionamento, Chelsea decide contratar um terapeuta para ajudá-la a seguir em frente. Afinal, não deve fácil superar o cara que dizia que te amava, mas que te largou para ficar com a irmã de criação. Isso é, no mínimo, muito bizarro, não? 

Instalada em seu apartamento novo, ela descobre que seu vizinho possui dois cachorros que ficam completamente enlouquecidos pela manhã, e após passar alguns dias sem conseguir dormir direito por conta dos latidos, Chelsea decide falar pessoalmente com o vizinho, que é nada menos que um grafiteiro lindo e sexy e aparentemente rude. A abordagem de Chelsea claramente é um fracasso, e ela decide procurar o síndico do prédio, só para descobrir que ele é o seu próprio vizinho rude e sexy também. 

E, como se não bastasse, ela acaba descobrindo em uma de suas sessões de terapia por telefone, que Damien tem ouvido todas as suas consultas - onde ela falava tão abertamente sobre o seu coração partido - por um buraco que havia na parede do seu apartamento. 

O que Chelsea não esperava era que Damien se oferecesse para ajudá-la, lhe dando conselhos amorosos e até criando um perfil para ela em um site de namoro, e que tudo isso acabaria resultando em uma grande amizade entre os dois. 

Logo, é claro, Chelsea se vê atraída por Damien, que por sua vez deixa claro que um envolvimento amoroso entre eles não faz parte dos planos.


Damien é um personagem cheio de camadas; e segredos. Mesmo a conexão entre ele e a Chelsea sendo tão forte, ele se nega a atravessar essa linha com ela; o que torna tudo bastante doloroso pra Chelsea, pois embora não tenha havido nenhum envolvimento romântico, ela sente o mesmo tipo de tristeza de quando se perde algo ou termina com alguém. 

Tudo isso só te deixa curioso pra entender o comportamento do Damien, ao mesmo tempo que você vai apreciando a amizade bonita que ele está disposto a oferecer para a Chelsea.

Chelsea é uma mulher sensível e atenciosa, e embora seu coração tenha se partido e ela tenha medo de se machucar de novo, ela segue em frente e não se fecha para vida; nem para o amor. Uma protagonista admirável, sem dúvida.

As interações dos dois são bem fofas e divertidas, e a narrativa envolvente da autora tem um grande peso sobre isso. E as cenas mais quentes são bem do jeito Penelope Ward de ser. E se prepare, porque o casal aqui pega fogo.

Normalmente a parte do drama acontece mais perto do final, mas aqui essa parte chegou mais cedo e achei a progressão muito boa. 

É uma história bonita, com personagens carismáticos e cachorros adoráveis - e obcecados por bacon - que vai te fazer sorrir o tempo todo. 

Então, se você gosta de um romance divertido, com aquela pincelada de drama e alguns pequenos jogos eróticos para agitar as coisas, você não vai querer perder esse livro.

Compartilhe!

Um comentário :

  1. Oi!

    Tenho alguns livros da autora na minha wishlist, mas até o momento não li nenhuma obra dela.
    Eu ainda não conhecia Querido Vizinho, mas já gostei da premissa e do que encontrei na sua resenha. Tem outros livros da autora que eu tenho mais vontade de ler, mas se eu gostar da escrita dela - e eu acho que vou - com certeza lerei esse livro também!

    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei