01 fevereiro 2021

[RESENHA] Pelo Amor de Cassandra - Os Ravenels, 05 - Lisa Kleypas

 

Tom Severin, o magnata das ferrovias, tem dinheiro e poder suficientes para realizar todos os seus desejos. Por isso, quando resolve que está na hora de se casar, acha que deve ser fácil encontrar a esposa perfeita. Assim que ele pousa os olhos em lady Cassandra Ravenel pela primeira vez, decide que ela é essa mulher.
O problema é que a bela e perspicaz Cassandra é tão determinada quanto ele, e faz questão de se casar por amor – a única coisa que Tom não pode oferecer. Além disso, ela não tem o menor interesse em viver no mundo frenético de alguém que só joga para vencer.
No entanto, mesmo com o coração de gelo, ele é o homem mais charmoso que Cassandra já conheceu. E quando um inimigo recém-descoberto quase destrói a reputação dela, Tom aproveita a oportunidade que estava esperando para conquistá-la.
Ao contrário do que pensa, porém, ele ainda não conseguiu o que queria. Porque a busca pela mão de Cassandra pode até ter chegado ao fim, mas a batalha por seu coração está apenas começando.

 

Livro:  Pelo Amor de Cassandra|| Série: Os Ravenels 05 || Autor: Lisa Kleypas
Ano: 2019 ||  Editora: Arqueiro  || Gênero: Romance de Época
Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Luci

Skoob || Compre || Editora
E no sexto livro da série Os Ravenels, temos finalmente Cassandra.

Quem acompanha a série, Cassandra foi apresentada como uma jovem sem nenhuma padronização social, pois junto com a irmã gêmea, Pandora, foi criada sem uma educação convencional para a época, então, ao longo dos livros anteriores, vimos principalmente uma jovem cujo comportamento chegava até a ser considerado infantil.

Mas, agora, temos uma Cassandra completamente adaptada às regras sociais da nobreza, seguindo à risca a forma de como uma moça de família nobre deve se comportar. No entanto, com o casamento da irmã gêmea, ela anda um pouco melancólica, pois enquanto viu sua companheira de aventuras conseguir um par que a aceitava como ela era, Cassandra continua na contínua busca do despertar de sentimentos por alguém. Na verdade, entre todos os costumes sociais que a nobreza aponta como correto, esse é um ponto que ela não quer seguir: o conceito de casamento convencional não a satisfaz muito, ela quer o que vê em todos os casais recém-formados em sua família: amor e companheirismo. Mas então, ela conhece Tom Severin...

Tom Severin é o magnata das ferrovias e de tantos outros empreendimentos milionários. Sua riqueza incontável o faz dele um homem muito importante no mundo dos negócios, destacando-se sempre pela sua inteligência e frieza ao negociar o que almeja. Porém, os desafios do mundo dos negócios não estão sendo suficientes para satisfazê-lo completamente. E para um homem que só se permite ter cinco sentimentos, pois não tem tempo para mais do que isso, além de achar emoções cansativas demais, isso o inquieta de uma maneira totalmente incompreensível, principalmente para o dono de uma mente tão brilhante e raciocínio pragmático. Mas, quando conhece Cassandra, ele compreende o que realmente falta em sua vida.

A aproximação dos dois é realmente o encontro de dois mundos: da tradicional nobreza e da classe emergente. E apesar de os sentimentos que ambos despertam um no outro os tornarem iguais, sem nenhum obstáculo imposto pelas convenções sociais, Tom, apesar de ter vencido na vida e ter conquistado seu espaço no mundo, de maneira brilhante, não se acha digno de construir uma vida ao lado de Cassandra, uma jovem que está muito além do seu próprio mundo, apesar de ela se mostrar bem disposta a viver os sentimentos que, a cada encontro, parece se fortalecer entre eles.

Mas quando se torna impossível resistir, Tom lutará pelo amor de Cassandra.



O que mais me encanta nos livros de Lisa Kleypas, é a forma como ela une os casais mais perfeitamente inusitados, construindo aquela química perfeita que parece soltar faíscas das páginas dos livros e contagia o leitor a cada capítulo. Assim aconteceu com Tom e Cassandra.

Desde a primeira aparição de Tom Severin na série, fiquei torcendo para ele ser um dos protagonistas, em algum momento. E a minha espera realmente valeu a pena. O homem frio de negócios, que não faz questão de passar por cima das pessoas para conquistar aquilo que quer, revelou-se um personagem extremamente cativante e apaixonante, muito bem construído, em todos os sentidos. Acompanhei, deliciada, cada nuance desse personagem: o desenvolver de sentimentos, a compreensão dos mesmos e enxergar o mundo de forma diferente à que ele costumava ver, sob o prisma de sentimentos que ele não ousava sentir.

E Cassandra, finalmente, destacando-se, pois nos livros anteriores ela sempre ficou à sombra da irmã, então não a conhecemos profundamente, como se passa a conhecer em seu livro. Então, temos uma mocinha de personalidade forte, que impõe suas vontades, não é uma simples marionete de sentimentos, ao contrário; ela os sente e prefere vivê-los da forma mais plena possível com a pessoa que escolheu amar. 

Ou seja, a autora nos contempla com dois protagonistas muito bem construídos, que nos envolve enquanto leitores. Outro ponto que nos conquista é a narrativa de Lisa Kleypas, como sempre, muito bem desenvolvida, de maneira a tornar tudo mais vívido. Os diálogos são um presente à parte, cheios de humor e tiradas bem inteligentes. Aliás, Lisa é uma das poucas autoras que conseguem fazer uma trama com a dosagem certa de elementos que conquistam o leitor: humor, paixão, drama e aquele toque de erotismo.

Por tudo isso, Lisa Kleypas é uma autora que sempre indico como boa opção de romance, seja de época ou contemporâneo. 

E, como sempre, não posso deixar de indicar essa série. Uma das melhores que já li.

Compartilhe!

Postar um comentário





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei