29 agosto 2020

[Resenha] Pânico - Pânico #01 - Lauren Oliver

Até onde você iria para escapar da sua vida? Da autora best-seller Lauren Oliver, Pânico é um romance eletrizante, que vai deixar os leitores sem ar. 
O Pânico começou como muitas coisas naquela cidadezinha claustrofóbica: era verão e não havia mais nada para fazer... 
Heather jamais pensou em competir no Pânico, um jogo perigoso disputado pelos formandos do ensino médio, em que as apostas são altas e a recompensa é ainda maior. Ela nunca se considerou destemida, o tipo de pessoa que lutaria para se destacar. Mas, quando encontra algo — e alguém — por que lutar, descobre que é mais corajosa do que imaginava. 
Dodge nunca teve medo do Pânico. O segredo que ele guarda vai servir de estímulo e levá-lo até o fim do jogo, ele tem certeza disso. O que Dodge não sabe é que ele não é o único com um segredo. Todo mundo tem um motivo para jogar. 
Para Heather e Dodge, o jogo trará novas alianças, revelações inesperadas e a possibilidade do primeiro amor — e o conhecimento de que, às vezes, aquilo que tememos é o que mais precisamos. 
Pânico captura tanto a energia bruta do medo quanto a necessidade dolorosa de encontrar um lugar para pertencer, em uma narrativa envolvente de amizade, coragem e esperança.

Livro:  Pânico || Série: Pânico #01|| Autor: Lauren Oliver
Ano: 2020||  Editora: Verus|| Gênero: Drama
Tradução: Monique D'Orazio||Classificação:   3 estrelas || Resenhista: Sheila


Pânico é o primeiro livro de uma série com o mesmo nome da autora Lauren Oliver. Você pode pensar que esse nome não é estranho, porque realmente não é. Lauren lançou a trilogia Delírio bem na época que também foi lançado jogos vorazes, e as distopias estavam em alta. Mas bora falar desse livro.

 A cidadezinha de Carp é bem pobre e conta com apenas 12 mil habitantes, é claustrofóbica e muitos jovens desejam apenas sair dali em busca uma vida melhor, e para isso, o dinheiro do prêmio do Pânico é imprescindível. 

 O Pânico teve seu início da mesma forma que várias coisas começam em Carp, uma cidadezinha pobre de doze mil habitantes no meio do nada: porque era verão e não havia mais o que fazer..

 Pânico é um evento que acontece na surdina. Durante um ano inteiro, os jovens recolhem dinheiro na escola de todos os alunos e fazem um espécie de bolão, e o prêmio é destinado ao ganhador do Pânico. 

 As regras são simples. No dia seguinte à formatura, acontece o Salto de Abertura, e o jogo continua durante todo o verão. Após o desafio final, o vencedor leva o pote. 

 As provas vão acontecendo por etapas, a primeira delas é saltar de um penhasco em um lago, dessa forma que ocorre a inscrição de verdade no torneio e todos sabem que a regra para participar é essa. A segunda: andar em tábuas estreitas, do alto de um silo. A terceira: roubar um item da casa de um senhor que gosta de usar a espingarda mais do que deveria. E assim a competição vai se desenrolando, até ficarem poucos jogadores e as provas serem cada vez mais especificas. 

 E durante essa competição, vamos acompanhar Heather, que em uma decisão impulsiva devido ao termino do namoro, decide participar e arrasta Nat, sua melhor amiga, e Bishop, que sente uma forte atração pela Heather e por isso a segue nas provas. Além deles, temos Dogde, que é simplesmente movido por vingança e raiva.

 Juntos, os quarteto enfrentará cada prova do Pânico, cada um lutando para escapar de uma vida mesquinha. 

 


 

"Mas essa era outra coisa que se aprendia jogando Pânico: as pessoas surpreendiam a gente. Elas dariam um chute na sua bunda. Era praticamente a única coisa com que se podia contar."

  A história vai se aprofundando na vivência de cada um dos personagens e suas motivações e destinos; seus pensamentos são bem representados pela autora e se torna instigante descobrir cada faceta de cada personagem.

 O livro surpreende pela temática diferente, a Lauren nos traz um thriller psicológico com personagens que estão à beira do desespero e raiva. Não é apenas adolescentes que não tem mais o que fazer em uma cidade pequena, cada um deles tem uma motivação clara, mas mais que isso, todos ali tem um desespero nítido e cru, eles fariam qualquer coisa para ter uma um futuro de verdade, invés dessa vida sem perspectiva alguma de Carp. 

O torneio torna tudo interessante e faz com que questionemos até que ponto poderíamos ganhar ou ceder nas provas da vida.

 Os personagens são bem reais, algumas vezes desagradáveis ou egoístas, mas totalmente reais. Temos um grande enfoque em dois personagens: Heather, uma menina que não se acha corajosa e que nunca cogitara participar e o destemido Dodge, que sabe de um segredo e luta pelo pote porque o dinheiro poderia ajudar a reconstruir a saúde de sua irmã Dayna. E mesmo os dois coadjuvantes são bem retratados, e tem uma participação significativa.

 O livro destaca que independente de ser retratado nos Estados Unidos, onde normalmente somos levados a acharmos tudo lindo, existem muitas cidades pequenas com pessoas desesperançadas como em todos os lugares do mundo. 

 Pânico traz uma história sobre crescimento, tanto físico quanto emocionalmente, e sobre como enfrentar seus medos por um futuro melhor; e também, sobre amizades e corações partidos.

 A Amazon Prime Video adquiriu os direitos desse livro para uma série de TV.

 

Compartilhe!

2 comentários :

  1. Olá! Nossa, essa é a primeira ver que vejo falar desse livro, curto muito um thriller psicológico, essa sua resenha me deixou super curiosa em conferi essa série, mas vou esperar sair a continuação antes de começar a ler. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Sheila!
    Gosto quando temos vários pontos de vista durante a narrativa e passagens de tempo, mas devo confessar que não é bem o tipo de leitura que gosto de fazer, ainda mais quando o assunto ou plot principal fica desviado e foge do que realmente é proposto.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei