27 julho 2020

[Resenha] A Adorável Loja de Chocolates de Paris - Jenny Colgan



A adorável loja de chocolates de Paris contém receitas de dar água na boca.
Sim, é verdade que Anna Trent é supervisora numa fábrica de chocolate. Mas isso não quer dizer que ela saiba fazer chocolate. Por isso, quando um acidente muda sua vida e Anna tem a chance de ir trabalhar numa tradicional loja em Paris, ela tem certeza de que vão descobrir que é uma fraude.
Afinal, existe uma diferença muito grande entre o chocolate industrial da sua cidade natal, no norte da Inglaterra, e as criações feitas à mão, com ingredientes da melhor procedência, pelo grande chocolatier Thierry Girard.
Mas com um pouco de sorte, muita paciência e a ajuda dos novos amigos, o exuberante Sami e o galanteador Frédéric, Anna vai descobrir mais sobre o verdadeiro chocolate – e sobre si mesma – do que jamais sonhou.
Cheio de lições de esperança, engraçado e irresistivelmente viciante, A adorável loja de chocolates de Paris é um romance delicioso que nos lembra que sempre vale a pena lutar pelas coisas mais doces da vida.


 Livro:  A Adorável Loja de Chocolates de Paris  ||Autor: Jenny Colgan
Coleção: Romances de hoje 
Ano: 2020||  Editora: Arqueiro|| Gênero: Romance Contemporâneos, Chicklit
Classificação: 4 estrelas || Resenhista: Lud

Skoob || Compre || Editora
Esse é o terceiro livro da Jenny lançado pela Arqueiro, e pertence a coleção de Romances de Hoje, mas não tem ligação com os outros dois livros. 

Nesse livro, vamos conhecer Anna, que acaba de sofrer um acidente na fábrica de chocolate em que trabalha e agora se encontra internada. E nessa sua estadia, ela acaba reencontrando sua professora de francês do ensino médio. 

Como os dias são longos no hospital, Anna começa a criar uma ligação com Claire — podemos até chamar de uma amizade — ao mesmo tempo que começa a ter aulas de francês novamente. Ela sempre gostou da língua, mas nunca se esforçou nas aulas — vai entender como os adolescentes pensam, né?

E, em um desses momentos juntas, Claire sugere que Anna vá trabalhar em Paris já que ela conhece uma pessoa que trabalha nesse ramo lá. Anna descarta logo a ideia, mas, conforme os dias em casa vão passando e a depressão começa a bater, seu pai a incentiva a ir, e ela então, embarca nessa nova aventura. 




Quando saiu esse livro, com essa capa lindinha, eu já queria, ainda mais que eu já li os livros anteriores da Jenny e gostei bastante. Mas enquanto lia esse livro, percebi que ele saiu um pouco da linha de construção dos outros dois, o que foi uma boa coisa para quem reclamou disso.

Esse livro me pegou de surpresa, justamente por ter sido algo bem diferente dos anteriores. Claro, ainda temos a mocinha perdida, sem saber o que fazer da vida e tendo que recomeçar em outro local. Mas, as questões dela não foram abordadas com tanta profundidade, porque tínhamos uma segunda história sendo contada no passado. 

E eu confesso que não achei isso nem um pouco ruim, porque ambas as histórias te instigavam a saber o que iria acontecer. E enquanto íamos avançando na história, víamos nitidamente a semelhança entra as duas, quase como se a do passado fosse recontada com um final diferente e muito mais satisfatório para os românticos de carteirinha. 

A história da Claire e do Thierry é muito linda, e inspiradora. Reflete a vida de milhões de pessoas por aí, de como poderia ter sido diferente "se"... 
E fala também sobre como milhões de pessoas encontram sua alma gêmea e acabam sendo separadas pelas circunstancias, pelas pessoas, mesmo que bem intencionadas. E acabam vivendo uma vida com outra pessoas, que elas podem até ter chegado a amar, mas nunca como aquela primeira. 

Sobre a Anna, nossa personagem principal. Eu gostaria que ela tivesse as questões mais trabalhadas, e apesar de no final, ela se aceitar como é e tudo mais, eu queria um pouco mais e o mesmo do par romântico dela, que tinha muitos problemas com o pai.  

Mas a cereja do livro para mim foi o Sami. Ele é colega de quarto da Anna em Paris, e senhor!!!! Que pessoa maravilhosa. Todo mundo deveria ter alguém assim na vida. Alguém leve, sem preconceitos, que entende a simplicidade da vida e também os prazeres. Todas as vezes que ele aparecia no livro para ajudar a Anna, ele conquistava um pedaço a mais do meu coração. Fora que ele me deixou com aquele gostinho de querer ver Paris, mas ver pelos olhos de quem nasceu lá, e conhece os cantos misteriosos de quem só quem vive lá pode conhecer.

A Adorável Loja de Chocolates de Paris foi uma adorável surpresa para mim. É uma leitura cheia de romance, recomeços e segundas chances, e tudo isso com a encantadora Paris como pano de fundo. 

Ps: No final do livro tem várias receitas com chocolate <3


Compartilhe!

3 comentários :

  1. Lud!
    Paris, chocolate e romance é sepre uma boa pedida.
    Gostei de ver que a série pode ser lida de forma independente.
    Gosto quando tem passado e presente se misturando e contando as histórias, fica mais emocionante e podemmos entender melhor os fato.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Olá! Ainda não li nenhum livro dessa coleção de Romances de Hoje, mas pretendo muito em breve, curto muito um Chick-lit e cada resenha que vejo dos livros me deixa ainda mas curiosa em conferi cada uma dessas histórias. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Tenho encontrado algumas resenhas sobre essa série nos blogs recentemente e tenho ficado cada vez mais encantada e com mais vontade de ler. Gostei de saber que essa sai um pouco do estilo dos anteriores. No geral isso me incomoda um pouco, a mudança do formato, mas não dá para julgar sem ler e saber se foi de alguma forma uma evolução. Apesar disso, adoro histórias com passado e presente simultâneos, o que é um ponto positivo.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei