19 abril 2020

[Resenha] A Queda de Lorde Drayson - Rachael Anderson



Quem é ele? Um poderoso Lord ou um humilde servo?
Quando Colin Cavendish, o novo Conde de Drayson, informa a Lucy Beresford que ela e sua mãe precisam abandonar a casa que chamaram de lar nos últimos dois anos, Lucy percebe que está de mãos atadas. Elas não têm dinheiro, ninguém para pedir ajuda, e nenhum lugar para onde ir.
Como o Conde ousou quebrar a promessa que seu pai fizera aos Beresford sem peso na consciência?
Mas a sorte bate à porta da jovem no momento em que ela encontra o Conde ferido e inconsciente no meio da estrada. Quando ele acorda com amnésia, Lucy aproveita a oportunidade para ensiná-lo uma lição de humildade, dizendo que ele é um simples servo. Seu servo, na verdade.
E assim se inicia uma encantadora história de um Conde majestoso e uma jovem impetuosa, presos em uma teia tão emaranhada que levanta a questão: conseguirão eles algum dia se libertar?

Livro: A Queda De Lorde Drayson|| SérieTanglewood #1 || AutoraRachael Anderson
Editora: Editora Pausa || Classificação:  4 estrelas || Resenhistas: Lud
 Ano: 2019 || Gênero:  Romance de Época

Skoob || Compre || Editora
A Queda de Lorde Drayson é primeiro livro da trilogia “Tanglewood”, publicação ano passado (2019) pela editora Pausa e agora em abril, temos o segundo livro da trilogia.

Lucy Beresford é filha de um vigário e uma costureira, o pai de Lucy era muito bem quisto na região, e quando falece, o conde oferece a casa da viúva de sua propriedade para que ela e a mãe morem até quando quiserem. Mas agora o conde está morto, e seu filho, Colin Cavendish é o novo conde de Drayson, e está em sua porta avisando-a que ela precisa sair da casa dentro de 2 meses, e para onde, não interessa a ele. 

Para Colin, manter uma propriedade que não dá lucro, mas só despesas é algo inaceitável, mas vender a propriedade não será tão fácil quando se tem inquilinos que ele nem sabia que tinha, mas ele é o Conde, e está decidido a vendar o Solar. 

Lucy sempre fora criada para ser uma boa mulher, então quando ela se depara com o conde caído na estrada e sangrando, ela não consegue negar a ajuda. Mas quando ele acorda sem memoria, nem o sermão do pai de nunca mentir consegue pará-la de fazer isso com aquele homem horrível e sem honra.  

Ela terá que ir embora mesmo, qual o problema em enganá-lo por alguns dias, ele merece uma lição de humildade. 



O que dizer desse livro que me conquistou desde as primeiras páginas. Primeiro vamos dizer que é um livro de época, mas que não se passa propriamente nos grande salões, ou que a sociedade tem uma grande participação. Como o livro se passa no interior, e na propriedade do Conde, temos uma história mais romântica, e focada nos personagens e em seus sentimentos. 

Nossa protagonista é maravilhosa, você vai gostar dela logo nas primeiras linhas do livro. Lucy é uma mocinha muito espirituosa, mas doce e gentil. Ela não tem medo de se aventurar e tomar decisões, como também aceitar as consequências de seus atos. 

Colin Cavendish é o tipico mocinho daquela época, que está sempre dividido entre o querer e o dever para com a sua família, e seu título.  Mas quando conhece essa mocinha que apesar de tão nova, lhe ensina tanto com poucas coisas, não tem como não se apaixonar. 

Os dois juntos é uma combinação ótima, a interação entre os dois é o ponto alto do livro, já que os diálogos são engraçados, inteligentes, algumas vezes com aquele que dê provocação/brincadeira que tanto amamos ler. 

Os personagens secundários compõe bem a trama, eles trazem uma diversidade e agregam bastante a narrativa , além de abrir um leque de personagens para o próximo livro.

Como não dei cinco estrelas, eu preciso justificar a falta dessa estrela. E foi justamente porque senti que faltou um desenvolvimento mais no final do livro, aprofundar algumas questões levantadas, como a mentira dela para ele. 

A Queda De Lorde Drayson é um livro leve e divertido, com um romance singelo que vai te conquistar nas primeiras páginas.

Compartilhe!

2 comentários :

  1. Lud!
    A começar pela capa o livro parece uma fofura.
    Adoro quando as protagonistas são um misto de doçura e meiguice, mas sabem ir em busca do que querem e/ou precisam.
    Já quero ler.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Ain, amo romance de época e ainda mais fofo. Fiquei bastante curiosa por esse, tem uma boa premissa. Já irei anota.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei