02 abril 2020

[Resenha] Melhor Que a Encomenda - Lauren Blakely


QUAL SERIA O ÚLTIMO LUGAR PARA VOCÊ ENCONTRAR O AMOR? Depois de várias desilusões, April desiste de buscar relacionamentos e passa a focar toda a energia no trabalho, até que surge uma daquelas reuniões familiares. Ela sente-se feliz solteira... mas encarar os interrogatórios de seus pais, da irmã e de todas suas tias casamenteiras durante um fim de semana prolongado é uma ideia desesperadora.
Então, ela pensa numa solução prática: contratar um acompanhante. Parece uma tarefa simples: levar um namorado que deve servir tanto para impressionar a família quanto para afastar pretendentes indesejáveis. Theo é o candidato ideal. Lindo, simpático, atencioso e o principal: depois do fim de semana, ele recebe o pagamento e cada um segue sua vida. Esse era o plano... Só que dividir momentos engraçados e inventar histórias pode ter o efeito oposto...


Livro:  Melhor que a encomenda || Autor: Lauren Blakely
Editora: Faro Editorial   || Gênero: Romance Contemporâneo
Classificação: 3 estrelas || Resenhista:Lu || Ano: 2019

April é uma mulher bem resolvida, uma artista reconhecida que faz pintura corporal. Decidida e dona de si, mas que já sofreu bastante por amor. E, por isso, decidiu se manter afastada dos homens por um tempo. Porém, sua família pensa diferente e vive querendo arranjar para ela um bom partido para se casar.

Ela veio de uma cidade do interior, chamada Wistful, daquelas que todo mundo se conhece. E, de tempos em tempos, a família toda se reúne para um grande evento no hotel que possuem. April sabe que vão fazer de tudo para encontrar um par pra ela e, para poupar a fadiga da situação, ela decide levar um amigo, que se passará pelo seu namorado.

Só que esse amigo é chamado para um trabalho de última hora, mas não sem deixar uma alternativa para April. Ele passa o contato de um cara que trabalha como ator e representa o papel que você quiser. É a saída perfeita ela logo entra em contato.

Theo é um cara muito bem humorado que trabalha como barman e, nas horas vagas, como acompanhante de aluguel, representando qualquer papel que a pessoa precise, mas desde que não infrinja sua única norma que é: nunca se envolver com uma cliente.

É um cara muito talentoso. Ele pode fazer o tipo romântico ou o tipo bad boy, pode dar inicio a uma briga de família ou tentar apaziguá-la. O que a cliente precisar.

Seu passado é bastante conturbado, ele e o irmão precisaram cuidar de si mesmos desde bem jovens e, para tal, já aprontaram poucas e boas. Tudo isso influencia na sua escolha de trabalho, pois ele precisa de dinheiro extra para pagar uma dívida antiga. Dívida essa que ainda pode atrapalhá-lo bastante...

Quando se conhecem, April e Theo já sentem uma conexão logo de cara. Ela sabe que é o cara perfeito para o trabalho. Ele sabe que é a cliente mais perigosa para ele, pois vai ser impossível não se envolver.

Em meio à uma gincana com toda família envolvida, muitas situações constrangedoras e muitos olhares impossíveis de negar, Theo e April devem decidir o que vale a pena: se entregar e quebrar as regras ou proteger o coração.

Mergulhem nesse romance fofo e envolvente para descobrir o destino desse improvável casal que conquistou nosso coração❤️
“Corpo estúpido, tão estúpido que deseja algo que não passa de uma fachada.
Cérebro de toupeira, também, porque sai do ar como um canal de televisão cheio de estática, quando Theo aprofunda o beijo e tudo perde a nitidez diante dos meus olhos. Corpos e sensações, certo e errado, falso e verdadeiro. Tudo acaba de se tornar uma grande e maravilhosa bagunça na minha cabeça.
Isso não é real.
Isso não é real.”



Eu gosto bastante da Lauren, acho os livros dela leves e envolventes na medida certa, capazes de alegrar seu dia e colocar um sorriso no rosto. Esse não foi diferente. É um livro para ser lido em um dia, com um café do lado, saboreando e viajando nas páginas. Impossível não terminá-lo sorrindo e com a alma leve.

É uma história romântica, mas com toques de comédia e de sensualidade, algumas cenas um pouco mais quentes, mas no geral o foco é na construção do romance em si.

Foi divertido conhecer os personagens da família de April, com tantas tradições e TÃO intrometidos, mas com uma boa intenção no coração. Todos só querem vê-la feliz. Não espere um livro profundo, nem denso, nem com grandes reviravoltas, é um livro simples e envolvente, para passar a tarde.

April é uma personagem que reflete muitas mulheres por aí: deixou a casa da família pra ganhar a vida na cidade grande fazendo o que ama. Ela é uma pintora corporal, uma artista que transforma os corpos das pessoas em sua tela. Depois de ser enganada por um cara, desistiu total de se envolver com alguém, pra evitar o sofrimento, o que muda, claro, quando conhece Theo.

Theo é aquele cara que passou de tudo um pouco. Perdeu os pais cedo e teve que se virar junto com o irmão. Muito do que fizeram não era lá muito legal, mas é o que tinham no momento pra sobreviver. Carrega com ele uma dívida que ninguém sabe, mas que ele faz de tudo pra pagar pra não cair sobre seu irmão,que já esteve preso e poderia se envolver com coisa errada de novo. É um cara do bem ,apesar de tudo que passou, e que está na luta pra melhorar de vida. É um charme em pessoa, capaz de cativar só com um olhar, por isso que se sai tão bem nessa carreira de companheiro de aluguel. Ele soube de cara que a April seria um problema. Seria impossível não se envolver com essa mulher....
“Às vezes, as coisas são fáceis quando paramos de ocultar a verdade. Quem me dera ter percebido mais cedo que isso tornaria as coisas mais fáceis. Mas eu suponho que esse é o tipo de coisa que nós só aprendemos quando estamos prontos.
Ou, talvez, quando encontramos a única pessoa para quem vale a pena contar todas as nossas verdades.”
É um romance desenvolvido aos poucos, nada de uma hora pra outra. Tem muitas cenas engraçadas e outras muito doces, impossível não se envolver.

Venham se apaixonar também pela história de April e Theo❤️

“Ela pintou beijos por todo o meu rosto. Beijos de um vermelho intenso. Marcas de batom vermelho-cereja. Lábios de um vermelho sensual formando um O. Lábios vermelho-rubi bem abertos. Contemplando o trabalho da April, tudo que eu vejo são os lábios dela cobrindo o meu rosto. Na minha imaginação, ela mesma imprimiu todos esses beijos em mim. Beijos molhados. Beijos arrasadores, beijos suaves. Beijos de boca aberta, beijos de língua. Beijos que sufocam, que roubam o ar. Beijos que começam devagar e se estendem por toda a noite.”

Compartilhe!

3 comentários :

  1. Luiza!
    Li a série Big Rock e adorei.
    Fiquei curiosa para saber o que tem de tão diferente nesse romance.
    Adoro os romances clichês, quanto mais melhor...kkkkkkkkk
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Olá! Estou doida pra ler esse livro, essa resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi essa história que parece bem envolvente e divertida. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Já li muitas resenhas desse livro e estou bastante curiosa para ler e conhecer a escrita da autora.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei