29 março 2020

[Resenha] A Honra das Terras Altas - Os Murrays # 2 - Hannah Howell

SEGUNDO VOLUME DA SÉRIE OS MURRAYS.

A Honra das Terras Altas nos conduz pelas luxuriantes belezas naturais da França e da Escócia do século XV enquanto um corajoso cavaleiro coloca a própria segurança em risco para salvar uma misteriosa desconhecida.

Há sete anos atuando como mercenário na França, sir Nigel Murray se entrega cada vez mais a uma rotina perigosa de bebida, mulheres e batalhas. Mas uma jovem fugitiva vai causar uma verdadeira reviravolta em sua vida.

Disfarçada de homem, Gisele DeVeau precisa escapar a qualquer custo dos capangas da família de seu falecido marido – um sujeito brutal que cometeu toda espécie de violência contra ela antes de ser encontrado morto em circunstâncias suspeitas. Todos acham que ela o matou.
Ao cruzar o caminho de Nigel, ele promete protegê-la e levá-la em segurança para sua propriedade na Escócia. Nessa fuga implacável, com hordas de inimigos em seu encalço, a única coisa que os dois não esperavam era ter que enfrentar também a paixão avassaladora que nasce entre eles.
Nesta história repleta de sensualidade, a lealdade de um guerreiro e a determinação de uma jovem serão postos à prova enquanto eles lutam pela sobrevivência e tentam vencer os traumas do passado para viver um grande amor.

Livro:   A Honra das Terras Altas||  Série: Os Murrays 02|| Autor: Hannah Howell
Editora: Arqueiro|| Ano: 2020 ||  Gênero:  Romance de época, Highlander
 Classificação:   estrelas ||  Resenhista: Lud 

Nesse segundo volume vamos acompanhar a história de Nigel, que fugiu da sua terra e família por achar estar apaixonado pela esposa de seu irmão mais velho. Após passado sete anos vivendo na França, em meio a bebidas, mulheres, e lutando para aqueles que pagam bem, ele está ansioso para voltar para casa, e encerrar esses anos de devassidão de sua vida. 

E então, ele se depara com uma moça que se veste como um rapaz, e fica curioso pela sua história, e impressionado com a semelhança com a mulher por quem ele se diz apaixonado. E é aí, que ele se vê no meio de um grande problema, quando descobre que Gisele está sendo perseguida pela família do marido, que a acusam de tê-lo assassinado. 

Crendo que essa moça minúscula nunca conseguiria matar um homem, ele decide oferecer sua proteção e um lugar seguro, e quem sabe conseguir seduzi-la para a sua cama.



Bora para mais um livrinho de Highlanders. Eu li e resenhei o primeiro livro da série/trilogia. Porque, na verdade, são várias trilogias que formam uma longa série. Embora eu não tenha gostado muito do primeiro, resolvi conferir esse mesmo assim. Não sei se era realmente algum problema comigo, mas esse também não conseguiu me prender. Achei que ele foi bem melhor que o primeiro, no entanto, lutei um pouco com a leitura. 

Os personagens sempre me cativam nesses livros, principalmente as personagens femininas que saem do esteriótipo de mulheres da época. E com a Gisele não poderia ser diferente, ela traz tudo que eu gosto de ler em livros de highlanders. Ela é corajosa, esperta, luta pelo o que quer, e foi muito bom acompanhar o crescimento da personagem. 

O Nigel, foi um pouco morno para mim, esperava um pouco mais dele, e achei que o dilema em torno dele foi resolvido muito depressa, e sem muita reviravolta. Mas como casal, os dois funcionam bem, é a Gisele quem comanda, ela trás as partes engraçadas e leves com a língua afiada, e também o drama e romance. 

Temos algumas cenas de sexo aqui, e para quem não gosta muito, melhor deixar avisado. Foi interessante acompanhar como a Gisele foi confiando no Nigel e se permitindo esse prazer, e até ansiar por algo a mais da vida, além da morte. 

Acho que um dos problemas desse livro pode ter sido pelo livro se passar praticamente no mesmo lugar, que é ambos sozinhos fugindo, então 80% do livro, é apenas os dois, então é um pouco cansativo. E você lê esperando que eles cheguem logo, porque é ali que o drama irá se desenvolver, mas esse drama é resolvido tão rápido, que nem tem graça.  

Apesar de gostar da personagem, o meu problema está na escrita da autora, eu continuo achando a escrita arrastada, muitos detalhes desnecessários, é como se você lesse e lesse e não saísse do lugar, aconteceu isso comigo em ambos os livros. Eu até fiquei com interessada no próximo livro, que é o do irmão que falta, mas acho que vou ter esse mesmo problema. 

Enfim, já vi muita gente que gostou do livro um, e devem gostar desse, ainda mais com essa capa maravilhosa que chama a atenção. A história apenas não funcionou tão bem para mim. 

Compartilhe!

4 comentários :

  1. Olá! Realmente as capas dos livros dessa série são maravilhosas e chamam bastante a atenção, já as histórias... nem tanto, eu gosto do enredo e do fato de termos uma história que se passa nas Terras altas dos highlanders, mas a escrita da Hannah Howell é realmente um pouco cansativa, e quando estamos chegando ao final, tudo acontece tão rápido, ainda assim, torço para que a editora publique os demais livros da série, e que o próximo seja sempre o melhor livro!

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Capa lindona mesmo!
    Eu fico um pouco decepcionada em saber que o livro não é tudo aquilo não. Achei uma premissa que me prenderia bastante, mas já que a maior parte da trama é a fuga, acho que se torna cansativo demais...

    ResponderExcluir
  3. Lud!
    Amo história com highlanders e sinto que não tenha tido tanta dinamicidade por se passar apenas em um lugar, ainda assim, dá aquela vontade de visitar as terras altas, mesmo sem ter lido o primeiro livro.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    A capa me chama muito atenção, já li algumas resenhas e são positivas, estou bem curiosa para ler.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei