29 fevereiro 2020

[Resenha] O Café da Praia - O Café da Praia # 1 - Lucy Diamond

Lucy Diamond é autora de mais de 10 romances, sendo publicada em 15 idiomas, e sempre figura na lista de mais vendidos do The Sunday Times.
Em uma praia paradisíaca, Evie Flynn tem a chance de começar do zero…
Evie sempre foi a ovelha negra da família: sonhadora e impulsiva, o oposto das irmãs mais velhas bem-sucedidas. Tentou fazer carreira como atriz, fotógrafa e cantora, mas nada deu muito certo. Às vezes, ao pular de um trabalho para outro, ela tem a sensação de que lhe falta um propósito.
Quando sua tia preferida morre em um acidente de carro, Evie recebe uma herança inesperada, um café na beira da praia na Cornualha. Empolgada com a oportunidade de mudar de vida, ela decide se mudar para lá, mas logo descobre que nem tudo são flores: os funcionários não são dos melhores e o local está caindo aos pedaços. Tudo bem diferente dos tempos em que passava as férias de verão com a tia.
Apesar das dificuldades, pela primeira vez Evie está determinada a ter sucesso. Ao lutar pelo café, ela busca secretamente dar um novo rumo à sua vida e, assim, pode acabar conquistando bem mais do que esperava no trabalho... e também no amor.

Livro: O Café da Praia ||  Autor: Lucy Diamond
Editora: Arqueiro|| Ano: 2019 ||  Gênero:  Romance Contemporâneo, Chicklit
 Classificação:  4.0 estrelas ||  Resenhista: Lud 

 Esse é o primeiro livro da série O Café da Praia que no goodreads diz ser composta por quatro e com uma mesma protagonista para todos, então não aconselhável ser lido separadamente. Mas olhando atentamente, os outros três livros são contos que a autora lançou depois desse livro, sobre como está a vida da Evie depois de tudo, então podemos considerar esse um livro único, com um final.  

Nesse livro vamos conhecer a Evie, a ovelha negra da família, a caçula que a família muitas vezes insiste em se meter na vida com a intenção de estar cuidando dela. Evie não tem uma profissão fixa, ela vive pulando de emprego em emprego, pegando qualquer coisa por insistência do namorado, independe de gostar ou não. Agora, a família insistem em que ela se forme como professora, para ter uma instabilidade e algo da vida, já que com trinta anos, ela não possui nada.

Mas tudo muda quando sua tia Jo morre em um acidente de carro, e deixa seu café para a sobrinha que mais se parece com ela, e que saberia lidar com algo tão amado como esse pedacinho que construiu com todo amor, e que faz parte da comunidade.

Indecisa com todas as opiniões, Evie se vê precisando ir para o café antes que uma tragédia aconteça, já que o chef sumiu e uma das funcionárias está roubando dinheiro do caixa, e nesses dias naquela pedacinho construído pela tia Jo, ela sente a paz que a muito tempo ansiava. Mas nada é tão simples assim, porque ela tem uma vida com Matthew, como ela poderia manter os dois na sua vida?

" Eu não sabia direito qual era o meu lugar."
“A vida é curta. Não dá para desperdiçá-la fazendo coisas de que não gosta.”
Ahhhh esse livrinho <3

Primeiro, vamos começar comparando, né? Esse livro segue mais a linha dos outros lançados no selo Romances de hoje, é um chick-lit mais divertido e romântico, enquanto que o outro livros da autora, A Casa dos Novos Começos, eu achei a história mais densa e pesada.

A Evie é uma personagem maravilhosa e que muitas pessoas irão se identificar. Eu, com certeza, me identifiquei com algumas passagens do livros.

Eu amei o fato da Lucy trazer um personagem que é a ovelha negra da família. E devo confessar que a cada frase que a família atirava nela, meu coração se apertava por ela, com dor, com pesar, com injustiça. E justamente por isso que eu acho que muita gente deve se ver na personagem, ainda mais quando se tem irmãos, e as comparações são inevitáveis.

Aqui dá para ver bem esse lado da estrutura familiar, dos pais com uma criação mais antiga, e não é que eles faziam por mal, eles simplesmente só conheciam aquilo. Comentários que te machucam profundamente; para a outra pessoa, não foi de forma intencional, é que na cabeça delas, estão cuidando do seu bem estar. Temos uma linha muito tênue aqui.

Foi muito bom acompanhar o crescimento da Evie, em como ela simplesmente se acha na vida, onde tudo se encaixa e tudo está no seu devido lugar, depois de tanto procurar, e de tanto aturar empregos horríveis e fazer coisas que não queria, porque as pessoas insistiam, sejam familiares ou namorado. Claro que nem todo mundo tem essa sorte de mudar de vida, e achar uma coisa que ama para fazer, mas o livro dá um quentinho no nosso coração.

E não temos apenas a história da Evie aqui, temos mais histórias em paralelo que correm ao longo do livro e se interlaçam, e claro, temos o par romântico, um homem misterioso, no qual ninguém sabe muita coisa sobre ele, mas que acaba de uma forma simples e natural, fazendo parte da vida da Evie, e de todos da comunidade.

Com tantas vertentes de história, eu achei que o Ed ficou um pouco de lado, não em questão da parte românticas, porque chicklit nunca focam no romance em si, e sim, no drama pessoal do personagem. Mas o Ed tinha um problema, que foi o motivo dele ter se mudado para a Cornunalha, e eu queria só um pouquinho de drama na situação dele, achei que ficou umas pontas soltas sobre ele.

O Café da Praia nos apresenta ótimos personagens no qual conseguimos nos identificar de tão críveis que são, ele traz assuntos muito atuações como a autoaceitação, o amor próprio, a lidar com as criticas e se defender em alguns momentos, e tudo isso com um cenário incrível como plano de fundo.

"Ed se curvou para me beijar, e eu retribuí o beijo. E soube que, apesar de eu ter acabado de viver o melhor verão da minha vida, o outono, o inverno e a primavera seguintes seriam tão bons quanto, com aquele homem a meu lado. Eu mal podia esperar para saber o que aconteceria depois."

Compartilhe!

2 comentários :

  1. Olá! Estou doida pra ler esse livro, curto muito um chick-lit bem divertido e romântico, todos os lançados no selo Romances de hoje já estão na minha lista de desejados, cada resenha que leio de qualquer um deles me deixa ainda mais curiosa em conferi todas essas histórias. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Já li varias opiniões sobre o livro e são bem positivos. Gostei da premissa e da trama, tem uma historia bem envolvente e com temas interessantes abordados. Estou bem curiosa pela leitura.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei