21 dezembro 2019

[Resenha] Uma Herdeira Apaixonada - Lisa kleypas



Embora a bela jovem viúva Phoebe, Lady Clare, nunca tenha conhecido West Ravenel, ela sabe uma coisa com certeza: ele é mau e um valentão podre. Quando estava no colégio interno, ele fez da vida de seu falecido marido uma desgraça, e ela nunca o perdoará por isso. Mas quando Phoebe participa de um casamento de família, encontra um estranho arrojado e impossivelmente charmoso, que a abala com um choque de atração de fogo e gelo. E então ele se apresenta ... como ninguém menos que West Ravenel. West é um homem com um passado manchado. Sem perdão, sem desculpas. No entanto, a partir do momento em que conhece Phoebe, West é consumido por um desejo irresistível ... sem mencionar a amarga consciência de que uma mulher como ela está fora de seu alcance. O que West não negocia é que Phoebe não é uma dama aristocrática. Ela é filha de uma Wallflower obstinada que há muito tempo fugiu com Sebastian, lorde St. Vincent - o libertino mais diabolicamente perverso da Inglaterra. Em pouco tempo, Phoebe começa a seduzir o homem que despertou sua natureza ardente e demonstrou um prazer inimaginável. Sua paixão avassaladora será suficiente para superar os obstáculos do passado? Só a filha do diabo sabe ... A autora de best-sellers do New York Times, Lisa Kleypas, conta uma história brilhante de uma linda e jovem viúva que encontra paixão pelo homem que ela não deveria ...

Livro:  Uma herdeira apaixonada|| Série: Os Ravenels 05 || Autor: Lisa Kleypas
Ano: 2019 ||  Editora: Arqueiro  || Gênero: Romance de Época
Classificação: 3 estrelas || Resenhista: Gaby

E cá estamos com o penúltimo livro da série Ravenels, o escolhido da vez para ganhar uma história de amor é West Ravenel, o irmão beberrão e libertino de Devon. O West desse livro é muito diferente do personagem que conhecemos no começo da série. Depois da decisão de manter a propriedade e cuidar das meninas Ravenels que Devon tomou no primeiro livro da série West tem se tornando um homem trabalhador e dedicado a suas funções de cuidar  e melhorar a propriedade rural da família, deixando toda a bebida, mulheres e jogatinas que era acostumado a ter quando morava em Londres.

No livro 3 da série Ravenels (resenha aqui) temos um vislumbre da família Challon, e das outras Wallflowers visto que o mocinho do livro era filho do famoso canalha Sebastian e da wallflower Evie ( resenha aqui). A mocinha da nossa história é a irmã mais velha de Gabriel. Phoebe é uma jovem viúva que já viveu um grande amor em sua vida e não tem mais esperanças de se casar por amor, sua vida consiste em cuidar dos dois filhos, Justin e Stephen.

"A carta que Raphael me mandou ontem dizia: 'Caro irmão, parabéns pelo casamento. Sinto muito não estar presente para alertar sua noiva do imbecil inútil que você é. Com todo o meu amor, Raphael.'"

Nossos mocinhos se conhecem durante o casamento de Gabriel e Pandora, e por mais que Phoebe conheça a fama de West e tenha ressentimentos pessoais com relação a ele a atração entre os dois é inevitável. Por mais decidida que Phoebe esteja em não gostar de West ela acaba se divertindo imensamente em sua companhia e passa a admira-lo por ser um ótimo administrador de terras e por saber lidar com as novas tecnologias que estão surgindo e mudando completamente a forma como se deve administrar uma propriedade rural.

"- Ah, por favor - disse ele, bem-humorado. - Não é possível que não tenha percebido como ele a olhava, como se você fosse uma lagosta prestes a ser cozida. Faz tanto tempo que já nem sabe identificar quando um homem se sente atraído por você?"

No quesito romance temos uma história bem linear e clichê, uma viúva tímida e um ex canalha que não quer arruinar a reputação da mulher que ama. Inclusive gostaria de comentar que para aqueles familiarizados com os livros da Lisa, eu considerei esse o livro mais pacato e clichê que li da autora, estamos acostumados a sempre achar nas últimas 30 páginas dos livros dela uma grande revelação, ou alguém sendo baleado/ sequestrado/envenenado, sempre vi os romances da Lisa como movimentados e cheio de emoções além do romance. Um exemplo muito bom disso é o livro passado da série, onde o mocinho era um espião no meio de um esquema corrupto de agentes secretos. O foco principal aqui fica nas propriedades rurais e na adequação delas às novas tecnologias que aumentam sua produtividade.

Em resenhas passadas eu já havia dito sobre a preocupação da autora com os detalhes históricos e com o período retratado, aqui não foi diferente. A história se passa em um momento delicado para os aristocratas com terras, um momento de evolução da agricultura, com a invenção de novos maquinários e técnicas de plantio. Uma evolução que não condiz com a maioria dos aristocratas que acreditam que a tradição deve ser mantida e que o jeito antigo de viver é o melhor. Esse apego pela tradição a todo custo é perceptível quando comparamos a propriedade dos Ravenels, administrada por West, e a propriedade que está sob os cuidados de Phoebe até o filho mais velho dela atingir a maioridade. A primeira extremamente rentável, com arrendatários felizes, e um administrador envolvido em todas as atividades, e a segunda em decadência, com arrendatários cansados e métodos medievais de cultivo que apenas trazem prejuízo a Phoebe.

Até o momento eu estava nas nuvens com a série dos Ravenels, um livro melhor e mais animado que o outro, porém Uma Herdeira Apaixonada deixa um pouco a desejar quando comparado aos outros livros da série, ele tem um gostinho de enchimento, como se só estivesse lá pra fechar o pacote, admito que eu esperava bem mais da história de amor de West visto que ele foi um dos personagens que mais cresceu durante a série. Por mais que o livro seja um pouco parado e tenha uma carona de filler eu ainda consegui dar algumas risadas e me divertir razoavelmente, deu para sentir muita nostalgia em ter as wallflowers juntas novamente e ver os Challons participando ainda mais ativamente da história.  Agora nos resta esperar pelo fechamento da série no próximo livro que contará a história da última Ravenel solteira, Lady Cassandra. 

Compartilhe!

Um comentário :

  1. GABY!
    Preciso continuar a leitura dos livros dessa série.
    E saber que tem muitos trechos hots e um romance fofo, já estou aqui querendo acompanhar toda mudança que acontece com West e seu relacionamento.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei