11 dezembro 2019

[Resenha] Até o Fim - Harlan Coben

NOVO LIVRO DE HARLAN COBEN, AUTOR COM MAIS DE 70 MILHÕES DE LIVROS VENDIDOS NO MUNDO.
Coben é conhecido como “o mestre das noites em claro" e é o único escritor a ter recebido a trinca de ases da literatura policial americana: o Anthony, o Shamus e o Edgar Allan Poe.
O detetive Nap Dumas nunca mais foi o mesmo após o último ano do colégio, quando seu irmão Leo e a namorada, Diana, foram encontrados mortos nos trilhos da ferrovia. Além disso, Maura, o amor da vida de Nap, terminou com ele e desapareceu sem justificativa.
Por quinze anos, o detetive procurou pela ex-namorada e buscou a verdadeira razão por trás da morte do irmão. Agora, parece que finalmente há uma pista.
As digitais de Maura surgem no carro de um suposto assassino e Nap embarca em uma jornada por explicações, que apenas levam a mais perguntas: sobre a mulher que amava, os amigos de infância que pensava conhecer, a base militar próxima a sua antiga casa.
Em meio às investigações, Nap percebe que as mortes de Leo e Diana são ainda mais sombrias e sinistras do que ele ousava imaginar.

 Livro: Até o Fim || Autor: Harlan Coben
  Editora: Arqueiro  || Classificação: 4 estrelas || Resenhista: Luiza
 Ano: 2019 || Gênero: Suspense Policial
Nap Dumas é um detetive da polícia de New Jersey, sua cidade natal. Está vivendo seus trinta e poucos anos, ainda mora na mesma cidade e nunca superou a morte de seu irmão gêmeo, Leo, que aconteceu no último ano do ensino médio. Leo e sua namorada, Diana, foram encontrados mortos nos trilhos do trem, e acredita-se que foi uma morte por abuso de álcool e drogas, um tipo de suicídio com a mente fora de si, levado pelo momento de euforia. Nap nunca entendeu como Leo pôde fazer algo assim, ou estar tão perdido para chegar a esse ponto. Essa falta de resposta o atormenta há anos.

E se não fosse suficiente o choque da morte de Leo e Diana, a namorada de Nap, Maura, que também era amiga do seu irmão e cunhada, desapareceu na mesma noite da morte deles. Nap tentou encontrá-la de todas as maneiras, mas nunca conseguiu sequer uma pista. Ele nunca conseguiu entender porque ela desapareceu, e essa era mais uma coisa que o assombrava.

Agora, 15 anos depois da data fatídica, Nap recebe um alerta na polícia que as digitais de Maura apareceram em um carro envolvido no assassinato de um policial, mas não era um policial qualquer. Nap descobre que ele também era da mesma turma que eles no ensino médio.

Então, de repente, Nap se vê envolvido em uma trama misteriosa que poderá levá-lo a obter as respostas que tanto almejou sobre o passado sombrio, e ele está determinado a fazer todo o possível para descobrir a verdade, não importando todos os avisos que recebe para deixar o passado para trás.

Porém, em vez de encontrar respostas, Nap não pára de acumular mais e mais perguntas e mistérios sobre aquela noite, e de repente ele não se vê tão empolgado para descobrir essas respostas, talvez seja doloroso demais ou até pode colocá-los em um perigo ainda maior, pois envolve uma antiga base militar da cidade, desativada há muitos anos. 

O que de fato aconteceu naquela trágica noite, que mudou a vida de tantas pessoas? O quanto Nap deseja saber? Poderá ele aguentar a verdade? Não seria melhor deixar o passado onde está?

Embarque nesse misterioso thriller para descobrir!




Harlan Coben é um autor que sempre quis ler, daqueles que a gente simplesmente sabe que é bom, sabe que vai gostar. Por anos leio resenhas e notícias sobre ele, sobre o quão premiado seus livros são, vejo autores que admiro vibrando com lançamentos e não deixo de me perguntar: porque demorei tanto a lê-lo?

Coben é o único escritor que recebeu a trinca de ases da literatura americana: o Anthony, o Shamus e o Edgar Allan Poe, e isso só mostra o quanto é prestigiado e único. Venerado e extremamente aclamado, ele lança um sucesso atrás do outro. 

Como muitos de seus livros, Até o Fim tem uma narrativa ágil, com fatos aparecendo a todo momento, discussão de temas importantes e um toque de humor ácido que torna quase impossível não gostar. Ok, é um pouco estranho um thriller que envolve muitas mortes chocantes e mistérios a todo momento possuir esse traço de humor, mas hey, Mr. Coben sabe o que está fazendo, definitivamente sabe. Só lendo para entender.

Esse livro não faz parte de uma série, ele é um livro único, que tem uma pequena conexão com a série imensa (e mais famosa do Harlan), Myron Bolitar, a qual pretendo ler logo logo. Pode parecer que é uma série pelas capas parecidas dessa nova (e linda) versão dos livros do Harlan que estão sendo lançados pela Arqueiro, mas pode ler sem medo que tem começo, meio e fim.

Nap é daqueles personagens bem reais, que te fazem lembrar de alguém. Cheio de defeitos, falhas e traumas, ele mostra a todo momento como sobreviver às surpresas da vida, mesmo que de uma maneira (talvez) um pouco louca. 

É um policial plenamente capaz e conhecedor da lei, mas que se vê virando tudo de cabeça para baixo para finalmente solucionar o maior mistério de sua vida. Nesse momento ele é um irmão de luto e um cara ainda apaixonado que busca respostas.

E chega uma hora que ele se torna implacável, totalmente o oposto de um tira convencional. Essa evolução do personagem durante a história é fascinante. Para mim foi o ponto alto. 

E descobrir sobre seu passado, sobre como ele era e agia quando adolescente, acrescentou ainda mais para entendê-lo.

Essa história foi baseada em fatos reais que aconteceram na cidade natal de Coben e saber disso tornou tudo ainda mais interessante. Esse é considerado por muitos o livro do Harlan que mais se aproxima de fatos reais, o que me faz querer pesquisar o que aconteceu na cidade dele...

Muita gente considera Até o Fim um livro clichê e previsível, mas, por não ter lido nada do autor e não estar familiarizada com seu modo de escrita e narrativa, para mim foi bastante empolgante. Era um fato atrás do outro aparecendo e me deixando mais curiosa, e mudei varias vezes de opinião sobre muita gente que aparecia rs.

Sabe aquele sentimento de dúvida que pode te perseguir durante a vida, que te faz questionar se poderia ter feito algo diferente em algum momento de tragédia que passou, que te consome e cria um fardo que carrega e te suga durante os anos que se passam? É assim com Nap Dumas, e em Até o Fim ele vai finalmente descobrir a causa desse abismo em sua vida, numa narrativa cheia de suspense e revelações bombásticas que tornarão muito difícil largar esse livro.

Compartilhe!

Um comentário :

  1. Lud!
    Não li ainda nenhum livro com o detetive Myran Bolitar, mas sempre li várias boas resenhas.
    Bom ver que esse livro o empolgou com a escrita do autor.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei