11 novembro 2019

[Resenha] Saga 05 - Brian K Vaughan


Nesse novo volume da série, múltiplas histórias colidem numa emocionante aventura por todo o cosmo. Enquanto Gwendolyn, Sophie, a Gata da Mentira e A Mácula, arriscam suas vidas na procura de uma cura para O Querer, Marko faz uma incômoda aliança com o Príncipe Robô IV para ajudá-lo a encontrar seu filho raptado, que está preso num estranho mundo com novos e terríveis inimigos. A trama, magnificamente ilustrada por Fiona Staples, continua, página a página, cada vez mais envolvente e surpreendente, misturando magistralmente elementos de ficção e fantasia, continuando a narrativa do que já é uma das melhores sagas em quadrinhos do século 21.
Uma unanimidade no mundo todo, SAGA é um sucesso de crítica e de público, vencedora de múltiplos prêmios, entre os quais os prêmios Eisner de melhor série, melhor escritor e melhor artista.
                   
Livro:  Saga ||  Série: Saga 05 || Autor: Brian K. Vaughan e Fiona Staples
Editora: Devir|| Ano: 2017 ||  Gênero:  HQ
 Classificação:  5 estrelas ||  Resenhista: Karina e Lud

Skoob || Compre || Editora
Que eu (Karina) e a Lud ficamos viciadas com a qualidade dessa história e o ritmo da série, já não é novidade para ninguém. Mas invés de ler tudo de uma vez, esperamos um pouco entre os volumes 4 e 5 para acumular lançamentos e não sofrer sem saber a continuação, mais alguém ai é assim?

Se eu disser que SAGA 05 é ainda melhor que o volume anterior, provavelmente ficará repetitivo, mas a questão é que esse blog trabalha com a verdade (rs). Então sim, pessoas, esse volume está ainda mais incrível e eu estou real e oficial querendo a continuação, a Devir já lançou o 6, 7, 8 e o 9.

No início do volume 1 (resenha aqui), tínhamos 3 principais núcleos: Hazel e sua família, Os freelances e o governo (tanto o de Grinalda quanto o de Aterro) até mesmo o reino dos Robôs que é mandando na captura da família de Alana e Marko; ao longo dos volumes tivemos algumas mortes e outros personagens incorporados nesses três núcleos de acordo com as crenças de cada um; O que acontece é que no volume 5 já não temos tantas separações assim, alguns personagens mudaram de lado e outros, se aliaram aos inimigos [só não sei por quanto tempo].

O Príncipe Robo IV segue junto com Marko atrás do paradeiro do filho. Marko, no caminho para reencontrar o Hazel e se desculpar com Alana, acaba experimentando da mesma droga que Alana conheceu no circuito aberto (aquele do emprego que Alana tinha antes deles se ‘separarem’); e para quem ficou tão irritado com o uso de drogas de Alana, usar o mesmo composto não faz muito sentido, né? Mas acontece que a “vibe” que a droga causou em Marko foi muito diferente do que causava na Alana e os storyboards que mostram a “ viagem/ alucinação” que a droga causou nele é muito interessante.

A imprensa que apareceu na edição anterior não dá o ar da graça nesse, fiquei esperando o desdobramento de mais esse núcleo na caça dos nossos personagens principais, mas não aconteceu (será que achei uma ponta solta?), ainda sim, o roteiro segue redondinho, não há enrolação, e o desenrolar dos acontecimentos nos deixa apreensivos.

A guerra e a família são o grande pano de fundo da saga e nem tudo o que foi planejado dá muito certo. Dengo o cara que sequestrou o filho do Príncipe Robô IV, agora também está de olho na Hazel para usá-la como moeda de troca e se aliar temporariamente aos rebeldes, obviamente Alana e a sogra (que agora se dão um pouco melhor) vão tentar proteger a garotinha de qualquer maneira.




Os rebeldes não são nada confiáveis e Dengo vai descobrir isso da pior maneira, e após uma batalha na nave, Dengo e Alana e o baby príncipe ficam sozinhos enquanto a nave decola com Hazel, a avó de Hazel e os rebeldes restantes [PAUSA PRO MEU CHOQUE]. Já não bastava Marko estar longe de Hazel, agora Alana também está sem a filha.

Marko reencontra Alana, mas, gente, onde estará a Hazel e sua avó? Isso só saberemos quando finalmente tivermos o 6º volume em mãos.

O que definitivamente me mantem ligada a essa série é que apesar das licenças poéticas e inserções fantasiosas que reforçam o gênero do Space Ópera (como planetas de prostituição). O fio condutor tem sempre uma essência muito humana, apesar de ser um quadrinho cheio de aventura e combates com seres intergalácticos, fico com o coração apertadinho querendo que a baby Hazel não tão baby mais, apenas cresça com os pais, segura e feliz ! 

As relações entre aliados e inimigos se estreiam e se invertem em alguns ponto o que nos mostra claramente que nada é tão simples como parecem, politica no mundo dos quadrinhos é tão complicada e tendenciosa como no nosso mundo, ponto para a verossimilhança! Quem ai vai ficar na contagem regressiva comigo para o próximo volume?

Compartilhe!

5 comentários :

  1. Karina!
    Agora só começo a ler séries que já tem todas as edições lançadas, para não ficar esperando à toa.
    Adorei saber que esse livro é ainda melhor que o anterior e que gira em torno das famílias e da guerra.
    Bom ver que o roteiro segue fechado e não há enrolação. E que o desenrolar dos acontecimentos deixa o leitor apreensivo.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Séries são um problema, as vezes demora muito para lançar e ficamos na sofrência, mas estou tentando ler só quando tiver todos, não estou lendo essa, mas parece ser interessante, tem muita aventura e gosto disso. Política é sempre complicada e difícil, até nos quadrinhos não escapa, mas é bom ter esse assunto abordado, para compararmos com a vida real.

    ResponderExcluir
  3. Sempre que me deparo com uma série de interesse que ainda tem livro para ser lançado me esforço para esperar lançar o próximo para poder ler rsrsrs
    O quadrinho parece apresentar uma história cheia de aventura e sem muita enrolação, mas confesso que quadrinhos não é meu gênero favorito, então provavelmente não faria a leitura apesar ter ganho vários prêmios.

    ResponderExcluir
  4. Olá! ♡ Não leio muito história em quadrinhos, mas estou fascinada pela premissa dessa série, que parece repleta de aventuras únicas, já quero conferir!
    Estou muito curiosa para saber mais sobre a história, que parece muito cativante e emocionante!
    Obrigada pela indicação, quero fazer essas leituras para ontem ♡
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oiii ❤ Eu faço muito isso com livros, fico esperando lançar alguns volumes antes de começar a ler, já que fico muito ansiosa pela continuação rsrsrs.
    Não costumo ler muito quadrinhos, apesar de gostar, mas tenho muita vontade de conhecer essa série, já que vocês gostam tanto dela.
    Gosto bastante de tramas nesse estilo, então quero muito fazer a leitura dessa série.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei