05 novembro 2019

[Resenha] Os últimos jovens da Terra - 4 contra o Apocalipse - Max Brallier




DIVIRTA-SE COM JACK SULLIVAN E O FIM DO MUNDO! Depois que o planeta é invadido por monstros e zumbis, Jack se une aos seus colegas para encarar o apocalipse, onde não faltam aventuras e diversão! Neste primeiro livro você vai conhecer a história que originou a série da Netflix! Contando com muitas ilustrações, o livro tem sido chamado da mistura perfeita entre Diário de um banana e The walking dead. Jack é um garoto de 13 anos que precisa encarar o apocalipse zumbi sozinho... ou não tão sozinho assim. No meio do caos que aconteceu no mundo, ele se junta ao seu melhor amigo nerd, ao ex-valentão da escola e à sua crush June Del Toro para encarar os desafios de um mundo dominado pelos zumbis.



Livro: 4 contra o Apocalipse || Série: Os últimos jovens da Terra # 01
Autor:  Max Brallier || Ilustrador: Douglas Holgate
Editora: Faro Editorial || Selo: Milk+Shakespeare
Classificação: 4 estrelas || Resenhista: Lud
Ano: 2019 || Gênero:  infanto-juvenil, Ilustrado, Aventura, Ação

Esse livro é o primeiro lançamento do novo selo da Faro Editorial - Milk+Shakespeare - que será voltado para jovens e cultura pop em geral.

Os últimos jovens da Terra - 4 contra o Apocalipse também é o primeiro livro de uma série de 5 histórias envolvendo nosso personagem principal e a série ganhou também uma adaptação da Netflix envolvendo o enredo do primeiro livro. 

Logo de cara, somos apresentadas a Jack Sullivan, que vive na sua casa da árvore em Wakefield, 42 dias após o Apocalipse dos Monstros. Sem nenhum humano por perto, já que sua família adotiva se mandou, largando o garoto para trás, ele tenta arrumar o Walkie para falar com o seu melhor amigo Quint Baker, e para isso, ele precisa ir buscar uma peça. É nessa simples ida a loja que realmente conhecemos o mundo de Jack, quando ele nos apresenta o primeiro monstro da história.

Assim que Jack consegue se livrar do monstro, ele consegue contato com o amigo, e assim o busca em sua casa, para se refugiarem na fortaleza da casa na árvore. Nessa pequena viagem, eles encontram mais uma criança que acaba por ser Dirk Savage, o garoto que fazia bulling em todos. Mas nosso quarteto não está completo ainda, falta Jane, que é o crush do Jack, e ele tem certeza que ela ainda está na cidade.

Então agora, a próxima aventura é salvar a mocinha... que talvez não precise ser salva afinal.    

"— Espera ai, Jack... você, hã, por acaso está se divertindo durante o fim do mundo?
— Bom, eu... olha só, sim, é terrível — respondo bem sério agora. — Mas não vou simplesmente desistir. Sim, alguns dias são muito assustadores, e às vezes as coisas são absurdamente tristes, mas estou realmente me esforçando muito, muito mesmo, para continuar."



Eu estou apaixonada por esses livros que misturam texto com ilustração, é simplesmente mágico, você está lendo o texto e imaginando a cena na sua cabeça, e vira a folha e pah.... está a ilustração ali com todos os detalhes possíveis.  

Eu amei a escrita do Max, o livro é muito gostoso de ler, é uma mistura de aventura com cenas engraçadas e nerds. E não tem como não se reconhecer um pouco no Jack, ele solta umas referências que me fez gargalhar alto em alguns momentos. 

Todas as ilustrações são maravilhosas, pena que são em preto em branco, mas mesmo assim eu fiquei deslumbrada com o Douglas Holgate e já sou uma fã e quero tudo que ele fizer. O trabalho do Douglas junto com a escrita da Max transformam esse livro em uma história sobre quatro adolescentes que sobreviveram ao apocalipse e agora se divertem combatendo monstros. 

Apesar de termos o Jack como principal, os outros três personagens não deixam a desejar, cada um deles tem sua personalidade e sua maneira de agir e pensar. Outro ponto aqui é a diversidade de crianças, mesmo que possa ser um pouco clichê, mostra muito bem que pode existir amizade quando se tem respeito, e vários outros temas que sutilmente são abordado ao longo do livro.

Acho que essa série cai bem para a faixa etária de leitores que leem diário do banana, porque tem a mesma pegada de aventura e ação. Mas claro, que pode ser lido por qualquer idade, assim como eu li. Acho que uma faixa dos 8-15 anos talvez, estou frisando isso, porque semana passada Lala precisava dar um livro para os irmãos e estava difícil achar livros nessa faixa. 

Eu não conhecia as obras do Max, mas vi que tem outra série dele aqui no Brasil, Salsichas Galácticas publicadas pela sextante, e eu já estou de olho nesses livros e mais para frente trago resenhas para vocês. 

Antes de finalizar, eu disse lá em cima que tem a adaptação na Netflix, um filme sobre o primeiro livro, com uma hora de duração e traz exatamente a mesma ilustração de dentro do livro. Vale a pena dar uma conferida!



Compartilhe!

2 comentários :

  1. Lud!
    Um livro com ilustrações, ainda mais infanto juvenil, é sempre uma delícia de ler, porque tem muitas aventuras e a amizade entre os protagonistas.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro e nem sabia do filme, mas já tinha visto o outro livro das salsichas, é tão bom quando tem uma turminha nas histórias fica mais animado e interessante, gostei que tem aventura e ação que gosto muito, também lamento que as ilustrações sejam em preto e branco prefiro as coloridas.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei