06 novembro 2019

[Resenha] Corações Quebrados - Quebrados #2 - Sofia Silva

Com mais de um milhão de leituras no Wattpad, chegará às livrarias brasileiras o segundo volume da Série QUEBRADOS. 
CORAÇÕES QUEBRADOS aborda a depressão, o luto e a deficiência física. Entre as dores da perda e a incapacidade de seguir em frente, Emília vive os seus dias numa clínica. Está estagnada. É nesse inferno pessoal que ela conhecerá Diogo, alguém que também foi vitimado por uma tragédia.
Será que é possível dois corações quebrados encontrarem a felicidade? Numa sociedade onde a nossa aparência continua a valer mais do que a essência, é difícil continuar a jornada da vida quando tudo nos é arrancado. Passamos os dias a olhar a capa das pessoas. Julgamos sem compreender que nunca conheceremos totalmente uma história sem ler cada página. Sem compreender o seu início, meio e fim. Duas pessoas fisicamente distantes. Dois corações quebrados pela vida. Dois sotaques que se misturam entre a dor, o riso e o amor. Por isso, olhem sim a capa de cada pessoa, mas virem a página.



Livro:  Corações Quebrados |Série: Quebrados #2|| Autor: Sofia Silva
Editora: Valentina||Ano: 2018 || Gênero: New Adult
 Classificação:  4 estrelas || Resenhista: Karina

Sofia Silva é uma autora portuguesa de extremo sucesso no Wattpad, a série corações quebrados  até onde sei é constituída por 4 volumes: Sorrisos Quebrados, "Corações Quebrados", "Destinos Quebrados" (já lançado pela Valentina no Brasil) e o quarto volume que me parece ser a história do Cauê (personagem que aparece aqui nesse volume dois, e será lançado na bienal de 2020).

Embora façam parte de uma série, os volumes podem ser lidos fora de ordem, eu mesma comecei pelo volume 2 (e pouco sei do volume 1) pois o que os unem como serie é que em algum momento da trama os personagens estarão ligados a uma clínica de reabilitação, que ajuda pessoas com doenças mentais desde transtorno pós traumático, passando por depressão até abuso psicológico e físico.

A história  que encontraremos aqui são as histórias do Diogo e da Emília, o Diogo é um Gajo Português que perdeu os "irmãos" de combate numa missão no Afeganistão e a Emília é uma garota Brasileira que perdeu a família num acidente de carro.

Infelizmente na vida nada é preto ou branco, e neste momento não há alguém melhor para compreender um pássaro ferido do que outro que já teve as asas quebradas.

Essas duas pessoas que tiveram seus mundos destruídos e virados de ponta cabeça vão se conhecer por causa de dois terapeutas que os colocarão em contato, a Doutora Rafaela (Brasileira) e o Doutor Leonardo (Português) os colocam em contato via e-mail/chat para que ao trocarem mensagens, eles possam perceber que apesar de terem perdido tudo, inclusive a vontade de viver, eles podem encontrar um no outro a vontade de recomeçar ou pelo menos aprender um com a história do outro.



Então temos aqui uma narração em primeira pessoa com alternância entre os pontos de vista que flui muito bem, apesar do tema das perdas emocionais e físicas serem bem pesados, há momentos que a interação entre o casal nos faz rir e acreditar no poder do recomeço.

Todos temos o direito a sermos egoístas, e o amor é o sentimento com mais egoísmo pois queremos que a pessoa seja só nossa e seus olhos vejam apenas o nosso rosto.

O que começa com e-mails logo se transforma em chat, ligação de vídeo e vai evoluir para um encontro pessoalmente aqui no Brasil, a história embora centrada no casal, traz personagens pra trama que vão te fazer sofrer e torcer que nem doida para que tudo dê certo no final.

Aqui ninguém compete sobre qual dor doí mais, mas Diogo está infinitamente melhor resolvido com suas perdas no momento em que começa a conhecer Emília, então caso você comece a ler e pegue um semi rancinho das lamentações da Emília, dê um desconto para a garota, eu estava meio com o pé atrás pensando quando é que invés de ficar se lamentando pelo o que perdeu, ela iria finalmente ver o que a vida estava propondo e é ai que a magia da literatura acontece, sempre vou me apaixonar por livros que me coloque em lugares que não estive, o exercício de empatia é um valioso experimento que esse livro propõe.

Diogo é a pessoa mais paciente que eu encontrei nas minhas leituras ultimamente, Emília a pessoa mais inocente de experiências vividas, muitas reflexões sobre o que a sociedade nos cobra sobre comportamento e aparência física versus o que nós mesmo cobramos de nós, vemos finalmente os dois se encontrarem e costurarem os corações quebrados com textos em formato de poesia um pro outro dentro da narração, como não se apaixonar por personagens que amam escrita como nós leitores? Tirando a forma de poesia escrever sobre o que eu sinto faz muito sentido para a minha pessoa (mesmo que eu nunca tenha trocado cartas com ninguém) isso me aproximou bastante dos personagens. 

Às vezes precisamos perder algo que pensávamos ser bom pra ganhar algo verdadeiramente excelente.

Dentre todas as situações que aquecem nosso coração de leitor romântico estão, as infinitas listas que os personagens descrevem com as diferenças entre o Português do Brasil e o de Portugal;a palavra Gajo era uma das poucas que eu sabia da correlação com o nosso português aqui do Brasil e essa em específica nem aparece no livro, mas agora até arrisco uma conversa com alguém de lá rs, no começo estranhei a forma portuguesa como já era de se esperar, eu transformava as sentença para o português do Brasil, mas do meio pra frente o personagem já tinha um voz dentro da minha mente com aquele sotaque característico.

Algumas situações, principalmente as que envolvem outros personagens que não sejam o casal central, começam a ser desenvolvidas e são abruptamente deixadas de lado, mas acredito que essa interrupção seja proposital, pois muito do que é deixado no ar seja pela Rafaela ou pelo Leonardo acredito eu que servirão de gancho para o livro 3, assim como os detalhes da história do Cauê e da pequena Liedfe (irmã do Cauê) para o livro 4.

Eu só não vou emendar uma leitura na outra pois o medo de ter uma ressaca literária está batendo a porta, então vou escolher uma próxima leitura completamente diferente, mas em breve volto aqui para falar do livro 3, alguém já leu?


Compartilhe!

Um comentário :

  1. Karina!
    Andei lendo algumas resenhas bem elogiosas mesmo sobre a forma de escrita da autora e dizem que ela arranca lágrimas com doces palavras…
    Mas também li que ela tem um grande problema com as marcas no corpo e que ele a auxilia a superar isso, mas, fiquei pensando:E se algo não der certo no relacionamento e ele terminar, como ela ficará? Ainda mais traumatizada, né?
    Gostaria mesmo assim de ler para apreciar como todo tema foi desenvolvido.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei