10 outubro 2019

[Resenha] No Badalar da Meia-Noite - The Naughty Princess Clube #01 - Tara Sivec

"Era uma vez Cynthia, a perfeita dona de casa. Entre ser presidente da Comissão de Eventos da Vizinhança e manter a casa sem um fio de cabelo (ou suas pérolas) fora do lugar, sua vida era o sonho que se tornou realidade. O marido fora seu cavaleiro de armadura brilhante, mas agora ele tinha fugido com todo o dinheiro deles... e com a babá.
Vestida como princesa na festa anual de Halloween do bairro em Farytale Lane, ela conhece duas "princesas" que também enfrentam problemas financeiros: Ariel, a dona de uma loja de antiguidades, e Isabelle, uma bibliotecária. Quando as mulheres são convidadas a vestir suas fantasias em uma festa e são confundidas com strippers, Cindy, Ariel e Belle percebem que uma mudança de carreira poderia ser a melhor maneira de fazer seus problemas desaparecerem."
Mas poderia uma recatada Cindy se aproximar de um pole dancing sem seus paninhos de limpeza? E poderia o “anti-príncipe” de olhos azuis que apareceu no caminho de Cindy, ser seu final feliz? 'No Badalar da Meia-Noite' é uma hilária e empoderada história onde princesas podem salvar a si mesmas abalando em seus stilettos.

Livro:  No Badalar da Meia-Noite  || Autor: Tara Sivec|| Série: The Naughty Princess Club #01
Editora: The Gift Box || Ano: 2019 ||  Gênero: Romance Contemporâneo 
 Classificação:  4 estrelas ||  Resenhista: Lud
Ahh, eu amo a escrita da Tara, é uma das minhas autoras favoritas em comédias românticas. E nesse livro, ela não me decepciona em nada. The Naughty Princess Club é uma trilogia, com todos os livros já publicados pela The Gift Box, e deveria ser adaptada para filmes, seria muito divertido.

Nesse livro vamos conhecer Cynthia, um modelo de esposa, dona de casa perfeita, morando em uma casa em um bairro nobre, encarregada de eventos beneficentes e que cria uma filha de forma exemplar também. Mas seu castelo desmorona quando seu marido foge com a babá da filha, com todo o seu dinheiro e ainda com o dinheiro que ele roubou dos pais. 

A partir desse momento, Cynthia se vê sem saída com relação às finanças, e com a ajuda de duas pessoas inesperadas, elas decidem abrir um serviço de stripper (The Naughty Princess Clube ), mas para isso a dona de casa perfeita precisa sair do seu pedestal e aprender a se descobrir como mulher, e não aquele modelo que o marido criou para ela e para sua vida. 

Juntas, Cyn, Ariel e Belle decidem ter aulas no clube de stripper Charming's do PJ, e a partir desse momento, as coisas começam a mudar de rumo quando o lindo dono do clube entra em cena, e promete ele mesmo ensinar a Cyn como ser uma stripper. 

❝ A recatada, a boca suja e a bibliotecária entram em um clube de strip...❞


"- A vida é uma merda. Os homens são uma merda. Nós, mulheres, temos que nos juntar. Você precisa aprender a não se incomodar com o que as pessoas pensam sobre você e decidir o que fazer com a sua vida, e eu quero ajudar você a fazer isso."

Deixe-me falar do que eu mais gostei nesse livro: as protagonistas. 
Claro que nessa história a Cyn tem um papel maior, mas temos a presentação das outras duas e como a amizade entre elas começou. A forma como a Tara consegue colocar personagens reais, comuns, até parecidas com nós mesmas, é muito crível. Várias vezes, eu me peguei desejando estar nesse trio de amizade. 

A Cyn é uma protagonista maravilhosa, eu adorei a escolha da Tara para ser o drama principal dela. E isso justamente se encaixa em muitas situações, e não apenas nesse contexto. Quantas pessoas se sentem presas na sua vida porque é cômodo, porque outras pessoas querem? Quantas pessoas têm medo de mudar, de se descobrir, reinventar? Eu posso dizer que tenho esse problema de me acomodar nas coisas, e não procurar o que eu quero, e toda vez que eu leio um livro que a mocinha corre atrás do que quer, eu fico pensando na minha vida também e que eu poderia fazer mais, buscar mais, querer mais da vida. E eu acho que, quando um livro consegue desempenhar esse papel de mexer com você, a autora pode sentir que seu trabalho valeu a pena. 

Não preciso nem falar do mocinho, né. Eu gosto muito das construções dos homens da Tara. Sempre são homens... Não sei como explicar, exatamente. São homens seguros de si, bem resolvidos, mas que não são cretinos, arrogantes e etc... são homens que eu gostaria que o mundo tivesse mais, com essa personalidade que te faz sempre ir para frente, querer mais. E é raro eu ler mocinhos assim, claro que todos os livros de romance tem um mocinho que faz tudo pela garota, mas aqui é diferente, e só lendo para você saber o que estou falando.

E ao contrário do que as pessoas podem pensar, não é um livro com muitas cenas hots, tem toda a construção da atração e o resultado disso, muito bem escrito por sinal. Mas não é algo constante no livro. São cenas colocadas nos seus devidos lugares.

Outra coisa que devo salientar na escrita da Tara, é como ela adora mostrar o outro lado das coisas, ela pega muitos assuntos e situações e tenta, de alguma forma, fazê-lo ver os dois lados, que nem sempre é tudo preto no branco. E o tema do stripper foi muito bem abordado, todo mundo vê a profissão como algo deplorável, mas aqui você consegue ver o outro lado.  

"- Você não vai tirar as roupas hoje. Estamos apenas dançando e aprendendo a mover os nossos corpos de acordo com a música. De qualquer maneira, o Charming's não é um clube onde as dançarinas ficam completamente nuas. E suponho que as festas privadas que você estão planejando fazer também não sejam. - Tiffany responde. - O strip-tease é mais sobre a antecipação. Criar a expectativa e fazer a audiência querer mais, até o último segundo. Você não vai entrar no palco, ou em uma sala cheia de gente, e imediatamente tirar as roupas. Você vai dançar, se mover sensualmente, e provocá-los."

As personagens secundárias, que serão principais nos próximos livros, são incríveis, cada uma com sua personalidade marcante. E cada uma não poderia ser mais diferente que a outra, e isso é o charme dessa relação de amizade, uma acaba equilibrando a outra de uma forma muito engraçada e perfeita.

A mistura entre romântico, picante e cenas engraçadas é na medida certa para termos a melhor leitura possível.  Em nenhum momento o livro é pesado demais, ou leve demais, é tudo muito bem dosado e equilibrado.

E além de tudo isso, tem muitas referências às princesas da Disney, já que cada personagem representa uma princesa: Cinderela, Bela, Ariel. No Badalar da Meia-Noite é um releitura de um conto de fada com uma pegada muito atual, que irá te fazer sorrir ao terminar a última página do livro.

"- Penso na maneira como eu costumava viver antes da Ariel entrar em minha vida, com o seu linguajar sem filtro e amor pela vida, e Belle chegar na ponta dos pés com os seus fatos aleatórios e sua doce inocência, e isso me deixa triste. Me faz perceber o quão sozinha e insatisfeita eu estava e sei que nunca voltaria a ser aquela pessoa novamente."

Compartilhe!

5 comentários :

  1. Lud!
    Confesso que não conhecia a autora e a série, mas o que mais gostei foi ela transformar a protagonista tão certinha, fazer com que ela vivesse um mundo totalmente diferente de tudo que já tinha vivido, isso é fantástico.
    Sem contar com esse protagonista masculino tão diferente que quero conhecer.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Olá! ♡ Ainda não conhecia a autora, mas já estou empolgada para conferir essa trilogia!
    Eu adoro releituras, principalmente quando elas têm algo em comum com as princesas da Disney, é sempre legal ver como as princesas são incorporadas na trama.
    Algo que me agradou muito saber a respeito desse livro é que o mesmo é bem equilibrado, ele não peca por excessos em nenhum aspecto.
    Já quero conhecer cada uma das protagonistas e conferir essa linda amizade que elas possuem ♡
    A premissa desse livro me conquistou completamente, muito obrigada pela indicação, acho que esse é o tipo de livro que estou precisando no momento.
    Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  3. Adoro comedia romântica, mas não conhecia essa autora, esse livro deve ser super divertido, uma boa ideia da autora colocar uma personagem certinha em um clube de stripper e com mais duas amigas, gostei dela abordar o outro lado das coisas, pois sempre vemos só um e julgamos sem nem conhecer direito. Parece ser uma leitura gostosa de fazer e com toda a trama muito bem elaborada.

    ResponderExcluir
  4. Oiii ❤ Preciso ler esse livro! Essas mocinhas parecem incríveis, fiquei animada em saber que cada uma delas tem seu próprio livro.
    Quero ver como vai ser essa mudança de vida para Cynthia, ver sua vida mudar depois de seu marido tê-la abandonado.
    Esse ex-marido da personagem é um completo babaca, além de traí-la, fica com o dinheiro dela.
    Acho muito original e legal que a protagonista junto com as amigas decidem abrir um serviço de stripper.
    Também me acomodo muito fácil com as coisas e mocinhas que correm atrás do que querem me fazem refletir sobre isso.
    Estou muito curiosa sobre esse mocinho incrível e para ver a Cynthia numa nova fase da sua vida, cheia de descobertas.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  5. Faz realmente um bom tempo que não leio uma comédia romântica ou alguma comédia, e sinto falta de dar boas risadas com um livros. Esse foi um dos fatos que finquei interessada pelo livro.
    A trama parece ser bem construída, gostei do fato da autora explorar a amizade e o vínculo entre as personagens, e sem falar da alusão da autora às personagens da Disney.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei