19 setembro 2019

[Resenha] O perigo de uma história única - Chimamanda Ngozi Addiche

Uma das palestras mais assistidas do TED Talk chega em formato de livro. Para os fãs de Chimamanda, e para todos os que querem entender a fonte do preconceito.
O que sabemos sobre outras pessoas? Como criamos a imagem que temos de cada povo? Nosso conhecimento é construído pelas histórias que escutamos, e quanto maior for o número de narrativas diversas, mais completa será nossa compreensão sobre determinado assunto.É propondo essa ideia, de diversificarmos as fontes do conhecimento e sermos cautelosos ao ouvir somente uma versão da história, que Chimamanda Ngozi Adichie constrói a palestra que foi adaptada para livro. O perigo de uma história única é uma versão da primeira fala feita por Chimamanda no programa TED Talk, em 2009. Dez anos depois, o vídeo é um dos mais acessados da plataforma, com cerca de 18 milhões de visualizações.
Responsável por encantar o mundo com suas narrativas ficcionais, Chimamanda também se mostra uma excelente pensadora do mundo contemporâneo, construindo pontes para um entendimento mais profundo entre culturas.


Livro: O perigo de uma história única || Autor: Chimamanda Ngozi Adichie 
Editora: Companhia das Letras||Ano: 2019 || Tradução: Julia Romeu
Assunto: Feminismo
 Classificação:  5 estrelas || Resenhista: Karina
Qualquer livro que você leia da Chimamanda vai lhe impressionar com o poder de concisão (até nos calhamaços de mais de 500 pgs.) e a mágica da narrativa da autora. Qualquer livro é sempre uma aula num tom de conversa e em "O perigo de uma história única" não seria diferente.

É impossível falar de uma história única sem falar de poder.

Nesse livro que é uma adaptação de uma palestra do TED que dá para ler em menos de 20 minutos, Chimamanda nos dá vários exemplos, da infância à vida adulta de como normalmente vivemos em bolhas sociais e nem percebemos o quanto reproduzimos histórias únicas.

Queremos aqui no ELB resenhar o máximo de livros da Chimamanda porque além dela ser maravilhosa, a autora aborda assuntos que  normalmente teríamos pouquíssimo contato ou contato nenhum e a importância da literatura está exatamente ai!

Especialmente nesse mês, esse livro faz mais sentido ainda, depois do episódio de censura ocorrido na Bienal do Livro 2019, precisamos estar atentos a toda tentativa de nos fazer viver sobre a ótica de um único grupo ou história. 

O que a descoberta de escritores africanos fez por mim foi isto: salvou-me de ter uma história única sobre o que são os livros.


Como o livro é bem pequenininho se eu começar a exemplificar as situações que a autora narra, eu vou praticamente contar o livro todo, então vou deixar isso para que vocês mesmo descubram, mas gostaria de levantar a discussão exatamente como está exposto nas subcamadas, não há nenhum problema em percebermos o quanto estamos envoltos em diversas histórias únicas na vida, o problema está em se dar conta disso e ainda assim continuar perpetuando essas histórias.



Reduzir toda a complexidade de um assunto, história de vida de uma pessoa ou até de um país é um grande desserviço, quanto mais discussão levantarmos perceberemos que a pluralidade é uma consequência que só pode nos acrescentar cada vez mais. Os exemplos citados por Chimamanda, nos leva desde a experiência da própria com a leitura enquanto era criança, passando por situações dentro de casa com relação a camadas sociais na Nigéria, o choque cultural após ir fazer faculdade nos USA até a critica literária de um professor ao seu primeiro romance, essa diversidade de exemplos ajuda a identificarmos nossas próprias histórias únicas.

Quando rejeitamos  a história única, quando percebemos que nunca existe uma história única sobre lugar algum, reavemos uma especie de paraíso.

Particularmente, no ano de 2019 aqui no Brasil, o cenário político pede que mais informações, mais discussões e que falemos quando tentam calar vozes de minoria, porque se permitirmos que cale duas ou três e que imponham suas histórias únicas porque aquela narrativa não tem nada haver com o seu aspecto de vida diretamente, quando por ventura algo lhe atingir, pode não haver mais ninguém para te ajudar a levantar a sua voz. 

Caso vocês queiram assistir a palestra TED, ela está disponível no Youtube em alguns canais e até legendado em português. Mas sem dúvida esse é um livro para se ter sempre por perto além de ser um ótimo presente, definitivamente está na prateleira dos favoritos!




Compartilhe!

6 comentários :

  1. Karina!
    Tenho um livro dela aqui aguardando para leitura, mas ainda não tive oportunidade.
    Vou assistir a palestra com calma e ver sobre o real sentido do livro, mas se traz temas que devemos discutir e reflexões, já estou interessada.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Olá! ♡ Os livros da Chimamanda sempre chamam muito minha atenção, por sempre tratarem de temas muito relevantes, mas que não temos muito contato. A quantidade de conhecimento que a autora nos passa parece incrível, preciso muito conferir os livros dela!
    Quero muito fazer a leitura deste livro, sei que ele tem muito a acrescentar em nossas vidas e nos fazer refletir bastante também, pois de fato, a pluralidade tem muito a acrescentar e não devemos ficar presos a história de apenas um grupo, precisamos sair dessas "bolhas sociais".
    Vou procurar também assistir a palestra, achei muito interessante os temas abordados e quero me inteirar mais sobre o mesmo.
    Obrigada pela indicação! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  3. Oiii ❤ Já ouvi muitos elogios sobre os livros da autora, mas ainda não li nada escrito por ela, apesar de querer muito.
    Achei legal a ideia de transformar uma palestra em livro.
    Realmente, as vezes temos uma imagem única de um povo, enxergamos só um lado por nos contentarmos apenas com a história que nos foi contada. Precisamos procurar novas histórias para compreendermos melhor um assunto.
    Adoro quando livros parecem mais uma aula, uma conversa com o leitor, é incrível quando isso acontece.
    Nao é legal continuarmos repassando histórias únicas depois de sabermos que existem muitas outras, mas que não são faladas.
    Uma história única é um perigo para as outras que não foram contadas.
    Com certeza vou querer fazer essa leitura.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nenhum livro da autor, mas tenho vontade seus livros são muito bem comentados. Deve ser uma boa dose de lição e inspiração a autora, nos orientando sobre as várias situações que estão acontecendo, pois não podemos deixar que nos calem, a leitura deve ser bem interessante apesar de curta.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu tenho um livro dessa autora na estante, ainda não li mas pretendo muito. Gostei desse livro, vejo que ela retrata muitas coisas que passa na sociedade, com certeza deve ser lido por qualquer um. Espero muito ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  6. Como não conheci essa palestra? É a minha cara. Gosto de leituras assim, que serve para ajudar e abri a cabeça sem ser auto ajuda. Não posso ficar sem esse livro.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei