09 julho 2019

[Resenha] Mortina - Barbara Cantini

A pequena Mortina quer, como qualquer outra criança, fazer amigos. Mas há um detalhe: ela é uma menina-zumbi, e sua tia Fafá Lecida não a deixa sair de casa… Até que o Dia das Bruxas chega e, com ele, a chance de Mortina se aventurar fora de casa.
Mortina é uma menina diferente de todas as outras: ela é uma menina-zumbi. Passa os dias no Palacete Decrépito com sua tia Fafá Lecida e seu inseparável amigo, o galgo albino Tristão.
O maior sonho de Mortina é ter amigos de sua idade para brincar, mas sua tia nunca deixa que ela saia de casa, porque tem medo da reação dos humanos ao conhecerem a pequena zumbi.
Para sua alegria, um dia a oportunidade perfeita aparece: o Dia das Bruxas, quando todas as crianças saem às ruas com as fantasias mais horripilantes. Mortina nem vai precisar trocar de roupa para encarar a maior aventura de sua vida.

   Livro: Mortina  || Autor:  Barbara Cantini
Editora: Cia das Letrinhas||Ano: 2019 || Assunto: Livro infantil ilustrado
 Classificação:  5 estrelas || Resenhista: Karina

Nem preciso dizer que quando bati o olho nessa capa, eu já quis fortemente, né? 
Barbara Cantini é uma ilustradora e autora de livros para crianças e jovens adultos. Caso você ache que já viu esses traços, você pode estar certo. A Barbara é autora de uma série bem famosa, a Ivy Pocket, publicada pela editora Rocco. Mortina é uma série de livros, com o quarto para ser lançado logo mais em inglês..

A resenha irá ser um pouco curta dessa vez, porque o livro em si é uma história curtinha, mas cheia de significados.

Esse livro irá introduzir a nossa protagonista, Mortina, na nossa primeira aventura juntos. No primeiro momento, conhecemos o Palacete Decrépito, onde ela mora com a tia Fafá Lecida, e como é a sua rotina no dia a dia.


Como toda garota da sua idade, exceto que ela é uma menina-zumbi, Mortina adora brincar, mas como a única criança do Palacete, ela se sente sozinha e se empenhada em fazer amizade com as crianças do Vilarejo de Logo Ali. Mas Mortina logo é reprendida pela tia que a proibi de ser vista pelas outras crianças, temendo que as pessoas os expulsassem dali.


Um dia, Mortina escuta as crianças falarem de uma festa onde se fantasiaram de monstros, A Festa de dia das Bruxas. E aí que Mortina começa bolar seu plano de ser ela mesma, e ir fazer amizade com essas crianças.

Como as crianças tem uma pureza no coração, eles não tem os receios da Tia Fafá Lecida, e logo aceitam a menina com todas as suas peculiaridades como uma amiga. E esse é só o começo de várias aventuras entre esses amigos.



Eu amei como a Barbara apresenta de forma simples e direta assuntos um pouco difíceis de se tratar com as crianças hoje em dia.  Não tem grandes dramas, nem mimimi, porque criança tem um jeito tão simples de ver as coisas, diferente dos adultos. E é nítido como uma simples diferença na pessoa não é nada para elas, Mortina continua sendo uma criança assim como elas. 

Então, aí você vê como o livro é lindinho, não apenas pelos traços, ou as cores maravilhosas, mas pela história que de uma forma singela, nós ensina sobre igualdade. É um belo livro para quem tem filhos, em uma sentada, você consegue contar essa história e ainda educar seu filho para que ele seja muito mais sensível para com os outros. 

Apesar do tom simplista e direto para que prenda crianças pequenas no enredo, a criação não deixa de encantar também crianças mais velhas ou até mesmo adultos, todos os trocadilhos feitos com os nomes são de arrancar risos!




A inteligência emocional do livro que garante as 5 estrelas está justo na mágica de casar níveis de interpretação variados e os desenhos fofos que agradam a todos.

Estou ansiosa para os próximos livros da série, e descobri o que essa turminha irá aprontar. 


Compartilhe!

4 comentários :

  1. Oiii ❤ Ahhh, que gracinha de capa! Achei uma doçura tanto a premissa da história como a capa.
    Esse livro parece uma fofura e perfeito para presentear uma criança. Acho muito importante a mensagem de igualdade ser passada para as crianças nesse livro.
    Mortina parece um personagem sensacional, ela pode não ser uma criança normal, mas tem a inocência de uma. Espero que sua saída de casa no Dia das bruxas seja muito boa para ela ❤
    Obrigada pela indicação de leitura ❤

    ResponderExcluir
  2. è muito lindinho esse livro, uma verdadeira graça, fiquei encantada com as ilustrações e com o pouco de conteúdo que li nas fotos, fiquei querendo mais, é maravilhoso que livros assim simples e infantil possa passar lições mesmo para adultos. Muito bom abordar as diferenças e é impressionante como as outras crianças não ligam e a aceitam numa boa, todas as pessoas deveriam ser assim igual as crianças.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Já li varias resenha desse livro e estou com muita vontade de ler.. Tem uma premissa muito boa e com certeza com aventuras incríveis dessa pequena Mortina. Espero muito ler em breve!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  4. Olá!♡ Adoro livros infantis, é incrível a capacidade deles de passar belas e importantes mensagens tanto para as crianças quanto para os adultos de forma simples, mas super eficaz!
    Achei a Mortina uma graça, uma personagem fofa e especial, estou animada para acompanha-la nas suas aventuras.
    As ilustrações são maravilhosas, a edição parece bem caprichada.
    Adorei o nome da tia dela, faz todo sentido kkkk!
    Beijos! ♡

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei