24 junho 2019

[RESENHA] Um Casamento Conveniente - Tessa Dare

Com metade do rosto marcado e desfigurado pela guerra, não foi só a aparência do Duque de Ashbury que sofreu mudanças: a rejeição e o olhar de desprezo das pessoas mutilaram também o seu interior. E, já que precisa viver às sombras da sociedade, ele decide que passará seus dias perambulando por Londres durante a noite para assustar todos que cruzarem seu caminho.
Mas o tempo passa, e em posse de um grande título, o duque sabe que precisará cumprir o dever de conseguir um herdeiro para seu ducado. Para isso, só existe uma regra: encontrar uma mulher que aceite um casamento de conveniência, lhe dê um herdeiro e desapareça de sua vida.
Quando Emma Gladstone, uma costureira, aparece na casa de Ashbury para exigir o pagamento de uma dívida, ele vê ali uma grande oportunidade de acordo e lhe faz a proposta de casamento. Mas o duque deixa claro que, assim que Emma engravidar, ela deverá partir para o interior e sumir para sempre.
Ele precisa de um herdeiro. Ela precisa de um bom casamento. Os dois estão dispostos a tudo, desde que não envolva seus corações. Mas será que o amor cabe nas entrelinhas de um contrato?


  Livro:  Um Casamento Conveniente   ||  Série: Girl Meets Duke # 1
Autor: Tessa Dare || Ano: 2019 
Editora: Gutemberg|| Gênero: Romance de época/Ficção
Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Luci






Nesse belo romance vamos conhecer Emma Gladstone, uma jovem costureira de 22 anos que, desde os 16, teve que aprender a se virar sozinha. Consciente do seu lugar na sociedade londrina, sua única ambição é um dia ter seu próprio ateliê de costura, isso constitui a sua mais alta aspiração. Enquanto isso, ela vai levando a vida como pode, e isso significa conseguir pagar as contas com aluguel e comida.

Dessa forma, ela não hesita em ir cobrar uma dívida que cobrirá suas dívidas com o aluguel: vestida com a peça que confeccionou, bate na porta da propriedade do Duque de Ashbury, afinal, fora sua ex-noiva que encomendou o vestido e nada mais justo que ver o resultado do seu trabalho e pagar por ele. Só não esperava que a cobrança de uma dívida resultasse em uma proposta...

O Duque de Ashbury saiu seriamente ferido da Batalha de Waterloo. Com parte do rosto e do corpo coberto por cicatrizes grotescas, ele vive isolado em sua propriedade, tendo como única companhia os criados. Acostumou-se apenas a sair nas sombras da noite, quando encontra divertimento e distração assustando delinquentes que cruzam o seu caminho (sem, no entanto, revelar sua identidade), ganhando certa notoriedade nos jornais, que o intitulam de “O Monstro de Mayfair.”

Porém, como duque, Ashbury tem a responsabilidade de gerar um herdeiro para o título. Mas onde ele conseguiria uma moça que aceitasse casar com um homem com sua aparência, se nem ele mesmo consegue se olhar no espelho? A sua resposta vem em forma de uma costureira que bate à sua porta usando um pavoroso vestido de casamento. Ao vê-la e ao se sentir instigado pela jovem, Ashbury tem a súbita ideia de pedi-la em casamento, para cumprir a obrigação de ter um filho.

Inicialmente achando um absurdo o pedido do duque, Emma resiste até ver todas as oportunidades que isso vai lhe proporcionar. No entanto, se seu marido pensou que ia repugná-la com suas cicatrizes, e assim ter um relacionamento frio com ela, apenas “a nível de procriação”, ele errou completamente. A sensibilidade de Emma faz com que ela veja muito além das camadas de frieza e rudeza de Ash; ela enxerga uma natureza bondosa e uma sensualidade latente, que se desvela a cada toque e carícia. E é impossível não ter a paixão desperta... e sentimentos mais profundos.

Para Ash, parecia impossível que alguém pudesse despertar nele algum sentimento romântico. Mas é impossível ficar impassível ante a esposa, que o desafia e o provoca de todas as formas. Principalmente quando lhe desperta o desejo de sair das sombras em que vive e ser amado...

Ele não conseguia ficar longe dela, nunca conseguia satisfazer seu desejo. O abismo dentro dele não tinha fim. Não era apenas o corpo dela que Ash desejava; era a intimidade. A aceitação. O sentimento de ser desejado e nunca repelido.

Bem, mais um livro de Tessa Dare, e o que posso falar dessa autora maravilhosa, que me conquista a cada livro?

Com certeza,  os personagens são extremamente apaixonantes. Sempre destaco as personagens femininas da Tessa, porque são espirituosas, inteligentes, determinadas e nada tímidas no quesito amor e sensualidade. A personagem Emma carrega esses quesitos (óbvio), além de uma sensibilidade bem presente no seu relacionamento com Ash, que  a autora deixa bem claro. Os toques de romance vêm justamente daí, da forma como ela passa a enxergar o marido além das cicatrizes, ver o interior dele e encontrar os mesmos anseios que ela.

Quanto a Ash, é um personagem muito bem caracterizado: um homem que voltou da guerra com marcas terríveis que o fazem se esconder da sociedade, e que o deixou totalmente incrédulo e cínico sobre relacionamentos. A evolução do personagem, podemos assim dizer, é perfeita, porque ele passa a tomar coragem para enfrentar seus medos, de forma bem gradual, mas que nos encanta.

O enredo tem uma narrativa bem fluída, os diálogos são bem divertidos e inteligentes. Na verdade, senti uma diferença com relação aos outros livros da Tessa que li: ela carregou mais na sensualidade, inclusive nos diálogos, foram mais explícitos. Costumo dizer que um livro com um toque de sensualidade não precisa ser vulgar, e a autora segue essa linha, ela não vulgariza as cenas, mistura erotismo e sensibilidade nas cenas, impossível não apreciar.

Outro ponto positivo são os personagens secundários, deram uma vida extra à história. Despertou minha curiosidade algumas personagens que apareceram no livro, então fui correndo pesquisar para saber se havia a história delas, e para minha satisfação, há, sim, como podem conferir aqui.

Não preciso nem dizer que já aguardo com ansiedade.

Compartilhe!

7 comentários :

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oiii ❤ Estou encantada com essa sinopse, como sempre, Tessa me surpreendendo. Sou apaixonada por sua escrita, personagens e romances desde que li a trilogia dos Castelos. Me encantei com a leveza e sensualidade sutil da autora, sua forma de nos fazer apaixonar por seus personagens, e como em seus livros não tem enrolação, igual a outros romances de época que já li.
    É triste ver como a sociedade desde sempre excluiu o que considerava diferente.
    Estou louca pra ver como o romance entre Ash e Emma vai se desenvolver e conhecê-los mais a fundo. Essa trama promete uma história maravilhosa.
    Não vejo a hora de poder conferir essa leitura ❤

    ResponderExcluir
  3. Olá! Primeiramente, esse livro me conquistou pelo título, já que adoro o clichê de casamento por conveniência.
    Até agora gostei de tudo que li da Tessa Dare, amo as personagens femininas determinadas que ela cria! Isso é o que mais gosto nos livros da autora.
    Estou encantada por Emma e Ash, eles parecem de fato personagens apaixonates, com personalidade e muito bem construídos.
    Estou ansiosa para ler este livro, que promete ser uma das minhas melhores leituras para esse ano! Muitooo obrigada pela indicação indicação!
    Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  4. Ainda não conheço a escrita da autora, mas parece ser uma história muito bonita, com um grande aprendizado sobre a aparência das pessoas, o que importa é o que elas são por dentro, deve ser muito gostoso poder acompanhar a mudança do duque, sentir coisas que ele não queria, mas que vieram a tona. É maravilhoso quando achamos um livro mais sensual, que não é vulgar e fica só no sexo, podemos aproveitar cada sensação dos personagens.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu não li nada dessa autora, mas já estou bastante curiosa para ler, ainda mais que os livros dela tem romance de época que eu amo muito..Adorei muito esse livro, tem uma premissa muito boa e estou já querendo ler.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  6. Nossa coitado do Ash
    Achei muito fofo e lindo o relacionamento dos dois não ser medido pela aparência dele.
    E ter essa parte sobre a guerra é bem interessante também.
    Não conhecia esse livro ainda, mas já quero!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu acho a Tesa Dare sensacional. A cada livro que leio me apaixono mais pela sua escrita. Quero muito poder ler esse livro, e conferir toda essa sensualidade a mais nos diálogos. As mocinhas dos livros da Tessa são divertidas e sagazes, gosto disso também.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei