17 abril 2019

[Resenha] O Corvo - Edgar Allan Poe









O poema mais assustador da literatura ocidental e suas traduções.  “A morte de uma mulher bela é, sem sombra de dúvida, o tema mais poético do mundo.” Assim Edgar Allan Poe justificaria a gênese de “O corvo”, poema publicado sob pseudônimo originalmente em 1845. Mas o que faz com que esses versos hipnotizantes sobre perda e desejo, escritos de modo tão calculado pelo mestre do terror há quase dois séculos, tenham merecido tantos elogios e tamanha controvérsia? Nesta edição, o leitor vai conhecer as traduções mais notáveis de “O corvo” para a nossa língua ― as de Fernando Pessoa e Machado de Assis ―, analisadas pelo poeta, tradutor e professor Paulo Henriques Britto, que também traduz três textos fundamentais de Poe sobre poesia (“A filosofia da composição”, “A razão do verso” e “O princípio poético”) e examina a faceta ensaística do escritor.

Livro: O corvo ||  Autor: Edgar Allan Poe
Editora: Editora CIA|| Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Gaby
 Ano: 2018 || Gênero: Ficção/Literatura Estrangeira/Romance Histórico

Skoob || Compre || editora
Resenhar clássicos para mim sempre foi uma tarefa difícil. Afinal, o que eu poderia dizer de novo sobre escritos com mais de cem anos de idade que já foram lidos e comentados por milhões de pessoas ao longo dos anos? 


A editora Companhia das Letras tem ultimamente trazido nova roupagem aos escritos de Edgar Allan Poe, conhecido como um dos escritores mais sombrios de todos os tempos. Primeiro, criaram uma edição maravilhosa em capa dura e ilustrada dos melhores contos do autor (se vocês tiverem interesse é possível acessar a minha resenha do livro Histórias Extraordinárias AQUI), e agora foi a vez de trazer a vida seu poema mais famoso. 
A ideia por trás do poema é muito simples, o Eu Lírico que se encontra pesaroso pela morte precoce de sua amada, recebe no meio da noite a visita de um corvo. O protagonista então entra em um monólogo com o animal, que o responde dizendo simplesmente "Nunca mais", ou no original, "Nevermore". A cada verso ele se torna mais desesperado e suas perguntas mais viscerais.


 Essa edição, também em capa dura e ilustrada, traz a versão original do poema The Raven e as duas traduções mais aceitas do poema para o português feitas por Fernando Pessoa e por Machado de Assis. Além disso, temos também três ensaios escritos por Poe sobre poesia e a arte de escrevê-la. Ao ler o livro me peguei pensando nas aulas de português em que estudei métrica, e como era difícil simplesmente identificar os esquemas de rimas em poemas prontos, a ideia de aplicar as regrinhas para a escrita de algo era impensável. A partir dessa perspectiva, o poema O Corvo é um espetáculo, e até para mim que sou leiga no assunto é perceptível a musicalidade e o sentimento por trás do poema. Qualquer pessoa que tenha contato com o poema tem uma ideia de porque estudiosos se debruçam sobre a estrutura desse poema e concordam que é um dos poemas mais bem escritos da história.

 A partir da leitura do texto original em inglês é possível imaginar a dificuldade em transpor o poema para outra língua. As versões de Fernando Pessoa e Machado de Assis divergem muito entre si, mas ambas conseguem passar a ideia do sentimento por trás do original, ainda que não tenham a mesma musicalidade. Os ensaios traduzidos foram uma novidade para mim, na resenha passada sobre Poe, eu já tinha deixado clara minha admiração e que já tinha lido as obras do autor antes, mas ler esses pequenos textos inéditos foi uma experiência única. Eles trazem ao livro um pequeno vislumbre da mente e do processo criativo de Poe. Num primeiro momento parece exagero criar um livro todo acerca de um poema só. Mas, ao ler as diferentes versões, os comentário sobre a obra e os ensaios sobre poesia é impossível voltar a pensar em O Corvo como um simples poema. Essa edição ajuda a esclarecer porque ele é um marco da poesia romântica da literatura ocidental.

Detalhe da contracapa
Uma das ilustrações presentes no livro

Acho importante escrever aqui sobre ao livro em si. A editora fez um um trabalho maravilhoso em criar essa edição, toda a diagramação, as ilustrações, o relevo da capa, etc, demonstram uma atenção incrível aos detalhes. O Corvo é uma joia em formato de livro, e junto com a última edição de Histórias Extraordinárias, ele forma uma antologia linda e luxuosa dos escritos de Edgar Allan Poe.

Compartilhe!

7 comentários :

  1. Gaby!
    A meu ver esse exemplar veio completo e repleto de novidades que trazem um charme a mais para a edição.
    As pessoas veem apenas o lado sombrio e melodramático do autor, mas não percebem o tamanho a genialidade e inteligência que usa em suas obras.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Tenho uma edição do autor a lançada pela DarkSide que por sinal é linda, estou lendo, mas é uma leitura difícil tenho que ficar voltando algumas partes para entender rs. Fiquei curiosa para ler O Corvo espero que não seja tão difícil esse poema, pois parece ser muito interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria,
      A leitura é difícil mesmo, clássicos são sempre assim já que são muito antigos... O poema na tradução de Fernando Pessoa está de bem fácil compreensão...

      Beijinho...

      Excluir
  3. Essa edição parece estar bem caprichada mesmo. Mas, normalmente, essas edições especiais vem com um preço bem salgado.
    Não sabia que esse livro era em forma de poema. Por ser um clássico, fico pensando se a leitura é fácil de ser realizada. Principalmente por ser em forma de poema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nil,

      Olha posso dizer que essa edição vale cada centavo de tão lindona, quanto a linguagem você tem razão, é difícil como em todos os clássicos do século XIX...

      Beijo...

      Excluir
  4. Olá!
    Eu obtenho um livro desse autor que ganhei, porém ainda não li..Já ouvi e li comentários super positivos dele e estou bastante curiosa para ler.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lily,

      Dá uma olhada nele, prometo que não vai se arrepender...

      Beijinho...

      Excluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei