12 março 2019

[Resenha] Saga 01- Brian K Vaughan


'Saga'' é uma história em quadrinhos no melhor estilo space opera e com um toque de fantasia criada e escrita por Brian K. Vaughan e ilustrada por Fiona Staples. Publicada originalmente como uma revista mensal pela Image Comics, a série é fortemente influenciada por Star Wars, Flash Gordon e em ideias concebidas pelo próprio Vaughan quando ainda era criança (o autor revelou que a base da história foi criada durante as aulas de Matemática, que ele odiava!). Frequentemente descrita pela crítica especializada como um “encontro entre Star Wars e A Guerra dos Tronos”, ''Saga'' nos conta a história de Alana e Marko, dois soldados em lados opostos numa longa e devastadora guerra intergaláctica que se apaixonam e lutam para garantir que Hazel, sua filha recém-nascida, continue viva. Mas é claro que isso não será nada fácil... Curiosamente, a história é narrada pelo bebê!

Livro:  Saga ||  Série: Saga 01 || Autor: Brian K. Vaughan
Editora: Devir|| Ano: 2014 ||  Gênero:  HQ
 Classificação:  5 estrelas ||  Resenhista: Karina

“Saga” é um trabalho em conjunto de duas pessoas, com roteiro de um quadrinista bem famoso, que fez quadrinhos como “Doctor Strange the Oath” e “The Runaways”, Brian K. Vaughan. As ilustrações ficam por conta da Fiona Staples, e por que estou dando essas informações? Porque assim que você ler “Saga” provavelmente ficará obcecado para ler tudo que esses dois escritores/artistas produzirem. Vamos combinar antes de qualquer coisa que esse quadrinho é recomendado para +18 ?

Vamos acompanhar no primeiro volume dessa saga o início da jornada de Alana (que é nativa do planeta Aterro) e Marko (nativo da lua Grinalda), como os pais da Hazel, uma mestiça que nasceu num planeta chamado Fenda. Quem nos conta a história é a própria Hazel, que nasce logo na primeira página, e com o desenrolar da história, vamos entendendo o que aconteceu com eles. Os planetas de Alana e Marko estão em guerra desde quase sempre, mas para que não se destruam mutuamente durante essa guerra, eles “terceirizaram” o conflito para outros planetas, conquistando/destruindo espaços e outros povos (isso lhe parece familiar?).




A trama se desenvolve quando Alana e Marko acabam se envolvendo e fugindo para tentar criar Hazel o mais segura possível, e é aí que os três se tornam uma espécie de problema para ambos os governos, pois Hazel é a prova viva que pode haver união e amor entre os povos. O plot é basicamente um “Romeu e Julieta” misturado com “Star Wars”.
O que torna essa HQ tão maravilhosa são os tapas na cara que recebemos, são discussões tão cotidianas/profundas e que são jogadas na nossa cara, como: “LIDE com isso”. Todos os personagens que são apresentados vão construindo subtramas tão interessantes quanto a dos protagonistas. De fantasmas a caçadores de recompensa, todos os detalhes são muito importantes.

A HQ tem um conteúdo sexual gráfico bem peculiar, com relações bem à la “Game of Thrones”, mas nada é de graça, todos esses envolvimentos nos trazem mais verdades para digerirmos. (essa imagem aí abaixo foi uma que revirou meu estômago, foi tipo um soco na cara que eu nem estava esperando. Obviamente a imagem está cortada, porque quero que vocês tenham a mesmíssima experiência que eu). Toda a problematização nos acrescenta muito e enriquece como a historia é contada. Existem muitos outros detalhes na trama que são incríveis, como: jogos de palavras e pistas do que pode acontecer no futuro, a leitura é praticamente uma caça ao tesouro.
 

Essa HQ com certeza estará no cantinho de destaque da minha estante, tanto pela trama principal como a trama que está se desenrolando para os vários personagens secundários, sejam eles, Robôs com cabeça de TV ou fantasmas babá; a edição é linda e muito bem cuidada, com livros em capa dura; a publicação da Devir está ficando cada vez mais rápida entre os volumes [obrigada, Deus dos quadrinhos]. Para quem não costuma ler muitos quadrinhos, esse definitivamente é um que vai despertar seu interesse e valerá a pena, com um mundo bem diferente dos super-heróis que conhecemos, essa jornada é cheia de personalidade e claramente, estou muito ansiosa para o Volume II !

Compartilhe!

3 comentários :

  1. Que bacana adorei os traços, muito bonito e com cores que passam o sentimento da história para o leitor. Que premissa maravilhosa, um amor entre pessoas que na visão dos outros jamais poderiam se envolver e com isso provando para essas pessoas exatamente o contrário. Achei legal que com o romance a história ganhou também muita ação, uma combinação perfeita. Fiquei curiosa com a história

    ResponderExcluir
  2. Karina!
    Tenho achado bem interessante a disseminação das HQs no mundo literário e tem saído umas bem atrativas como essa.
    Gosta da junção de romance, ficção futurista e ação, além de ser hot, uma junção perfeita e já fiquei cheia de curiosidade para ler, ainda mais com ilustrações tão lindas!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Quadrinhos para maiores de dezoito, acho que ainda não tinha visto, parece ser uma historia bonita que apesar da guerra que não tem nada de bonita, mas pelo amor que pode existir entre eles. Parece que nos surpreende com seu conteúdo e com as ilustrações e pelo viste tem partes e cenas fortes, deve mexer com os nossos sentimentos essa leitura.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei