11 janeiro 2019

[Resenha] Três Sombras - Cyril Pedrosa



Joachim e seus pais levam uma vida tranquila em uma pequena casa no campo. A aparição de três sombras no alto de uma colina, no entanto, corrói a harmonia da vida em família e enche os pais de dúvidas. Seriam viajantes? Por que estão rondando a casa? A cada tentativa de aproximação, as figuras misteriosas desaparecem. Logo, eles percebem que as sombras estão ali para buscar Joachim. Recusando-se a aceitar esse fato, o pai foge com o filho em uma viagem febril e desesperada, sempre com as sinistras sombras em seu encalço. Joachim deixa assim seu mundo idílico pela primeira vez para viajar por terras hostis em um navio precário, onde conhecerá um mundo cercado de adultos trapaceiros e imorais. Três Sombras é um romance de aventura, com contornos épicos, e que explora sutilmente questões de ordem filosófica e moral.


Livro: Três Sombrasi||  Autor: Cyril Pedrosa
Editora: Quadrinhos na Cia|| Ano: 2012 ||  Gênero:  HQ
 Classificação:  4 estrelas- FAVORITADO ||  Resenhista: Karina

“Três Sombras” é um quadrinho do autor francês Cyril Pedrosa que foi uma surpresa e tanto. Uma história com uma trama simples que, ao fim das páginas, deixa uma lição muito valiosa.

Joachim vive com os pais, Louis e Lise, num lugar distante das outras pessoas. Joachim é uma criança completamente fofa, com tiradas muito engraçadas ao mesmo tempo que inocentes; eles levam uma vida tranquila e feliz até que um dia aparece três sombras nas redondezas. Os pais de Joachim ficam apreensivos sempre que essas três sombras estão por perto (até porque elas sempre desaparecem quando eles tentam se aproximar).



Louis e Lise começam a acreditar que as sombras estão atrás de Joachim para levá-lo, enquanto o pai se nega a aceitar e mantém o garoto por perto, a mãe vai até uma “senhora vidente” atrás de respostas, quando ela volta aceitando que não há como proteger o filho das sombras o pai decide fugir com Joachim para longe. Nessa jornada eles são perseguidos pelas sombras e encontram todos os humanos e seres com moral bem duvidosas que levantam questionamentos muito válidos, a aventura do pai e filho é uma jornada de auto descoberta e aceitação sobre perda e família.


A maior questão que levamos até a última folha é: Até onde iríamos para salvar nosso filho ou pessoas que amamos? Além de que nossas escolhas às vezes podem prolongar a estrada, mas que nem sempre resultará numa nova direção. Todas as escolhas feitas geraram consequências que fazem os personagens crescerem e nossos corações se apertarem com o desenrolar da história.

O traço do quadrinho é tão lindo que me faz invejar o talento de desenho; essa é uma HQ em preto em branco onde as sombras servem de meio da narrativa, pois toda vez que algo ruim ou agonizante está para acontecer há jogos de sombra.


Eu favoritei sem dúvida essa história e dei 4 estrelas, o que talvez não faça muito sentido, mas me deixe explicar, às vezes o roteiro me pareceu meio corrido ou com um corte de cenas meio direto (confesso que me perdi em algumas transições) e precisei voltar 1 ou 2 páginas para não perder nenhum detalhe, mas ainda sim é um quadrinho incrível!


Compartilhe!

2 comentários :

  1. É uma HQ que desperta curiosidade e questionamentos sobre essa sombra, afinal o que ela quer com o personagem e também nos coloca no lugar do pai do garoto. Acompanhar a jornada dos dois e suas descobertas deve ser interessante afinal muitas coisas podem acontecer e mudanças também.

    ResponderExcluir
  2. Karina!
    Fico impressionada com a qualidade das HQs atuais, mesmo com histórias aparentemente simples, trazem grande ensinamento.
    Uma pena ser em preto e branco, mas não invalida o enredo, não é?
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei