19 janeiro 2019

[Resenha] Heróis de Novigrath - Roberta Spindler

Em uma épica luta do bem contra o mal, Roberta Spindler escreve partidas emocionantes, batalhas arrasadoras e personagens cativantes. Heróis de Novigrath é um livro original e apaixonante, para quem gosta de boas aventuras.
Heróis de Novigrath é mais do que um jogo de computador. É um esporte. Uma paixão mundial que atrai milhões de torcedores fanáticos para estádios, banca equipes famosas e leva seus jogadores do chão ao topo — e vice-versa. Pedro sabe bem como uma carreira pode desabar de uma hora para a outra. Heróis de Novigrath ainda é seu grande amor, mas seus dias de glória terminaram.
Ou é o que ele pensa, até receber a visita de Yeng Xiao — seu herói favorito do game. Quando o guerreiro se materializa em sua casa, Pedro acha que perdeu o juízo, mas a verdade é que HdN é mais real do que ele poderia imaginar. Ao redor do mundo, jogadores alimentam o game com sua paixão e, sem saber, com sua energia vital. Agora, os monstros da terra de Novigrath estão a um passo de invadir o nosso mundo, e os Defensores de Lumnia precisam de um time que possa restaurar a força do lado dos heróis.
Pedro já deixou que sua ambição o derrubasse uma vez, mas Xiao tem certeza de que ele é a pessoa certa para montar o novo time. Por todo o país, cinco jovens mal imaginam a missão que os aguarda. Heróis de Novigrath é muito mais do que um jogo — é o futuro de todos eles.

Livro: Heróis de Novigrath|| Autor:  Roberta Spindler
  Editora: Seguinte || Classificação: 3 estrelas || Resenhista: Luiza
 Ano: 2018|| Gênero: Fantasia, YA, Games

Nessa grande aventura criada por Roberta Spindler vocês irão conhecer um jogo chamado Heróis de Novigrath e é impossível não se divertir e passar muitos momentos nostálgicos.

No mundo de Pedro Gonçalves, Heroóis de Novigrath (HdN) é o jogo mais famoso do mundo, que movimenta milhões por todo o globo, com um campeonato mundial digno de Copa do Mundo e muitas marcas derivadas que geram fortunas em todos os países. É a febre mundial. Um eSport (jogo eletrônico) de múltiplos jogadores que disputam em times pela taça. É possível escolher entre esses dois times: Defensores de Lumnia e Filhos de Asgorth, e dentro de cada time existiam personagens e suas respectivas posições (defesa, ataque, e etc), dependendo do tipo de herói que o jogador gostaria de jogar. Um jogo dinâmico, em equipes formadas por pessoas de todo o mundo, em que cada jogador ia acumulando pontos no ranking de acordo com suas vitórias e perdas.

Pedro já foi um dos melhores jogadores do Brasil. Cotado para participar do campeonato mundial no time brasileiro, sua vida sofreu grandes derrocadas depois de enganos no passado e hoje ele mal consegue se sustentar trabalhando numa rede de fast food. É impossível se manter distante do jogo, ele amava aquilo tudo. Mas, já não era mais o mesmo, não tinha mais o respeito e reconhecimento de antes, Na verdade, ele não sabia o que fazer da vida, e estava chegando totalmente ao fundo do poço.

Até que um dia, no que parecia ser um surto de loucura, Yeng Xiao aparece em sua frente, em carne e osso. Ele era um dos principais personagens dos Defensores de Lumnia, um forte e honrado guerreiro que dava a sua vida para proteger o mundo de Novigrath dos Filhos de Asgorth. E as notícias que ele traz para Pedro (depois de passado todo o choque) são mais do que alarmantes: assim como ele, os outros personagens do jogo ganharam vida no mundo humano, podendo cada vez mais assumir uma forma corpórea. Os Filhos de Asgorth queriam invadir e liberar seus monstros para dominar a Terra e cabia aos Defensores de Lumnia impedi-los. Mas, eles estavam perdendo forças, sua popularidade diminuindo frente aos Filhos de Asgorth, e por isso precisavam de bons jogadores para elevar o nível dos Defensores pelo mundo e assim ganhar uma chance de lutar contra o mal.

E Yeng Xiao dá a Pedro a missão de montar o melhor time que puder para enfrentar essa terrível ameaça. Seria Pedro capaz disso?

Essa é uma aventura repleta de reviravoltas em que cinco jovens têm suas vidas viradas de cabeça pra baixo quando descobrem que precisam se unir para lutar por um objetivo maior: salvar o mundo. E um ex-vencedor precisará encontrar força e confiança dentro de si para liderar esse time ou então perderiam tudo.


Nunca tinha lido um livro desse tipo. Me trouxe tantas memórias boas dos jogos que amava ❤️
Nos dias de hoje essa história poderia se encaixar em muitos games de sucesso que existem, como League of Legends e Counter Strike. Esses jogos são exemplos que geram muitos milhões de dólares mundo afora, tanto em marcas derivadas quanto marketing e torneios. É toda uma indústria que conquistou seu espaço e veio para ficar.

No mundo de Heróis de Novigrath não é diferente. É um jogo de expressão global, que o mundo inteiro pára para assistir o campeonato mundial. Porém, todo esse fascínio pelos personagens o estão alimentando com energia que os tornam capazes de assumir uma forma corpórea em nosso mundo. E isso põe a todos em risco.

A construção dos personagens foi claramente feita com muito cuidado, abordando diversas questões pertinentes ao tema. Como por exemplo, preconceito e representatividade. Quando estamos jogando, ali, naquele ambiente, assumimos o personagem que escolhemos, fazemos parte do mundo do game, assim como os outros companheiros de jogo. Mas, ninguém sabe como somos de verdade como pessoas, quais problemas enfrentamos, qual a realidade do nosso mundo. E isso é claramente mostrado no livro quando Pedro sai para encontrar seus candidatos para o time e todos passam a se conhecer pessoalmente. Uma vida virtual se mescla com a vida real.

Temos um adolescente revoltado, que ama e vive para o jogo, sem apoio da família e que quer a todo tempo se provar para conseguir seguir o futuro que deseja. Temos um gay completamente assumido e confortável em sua vida, juntamente com seu irmão gêmeo de cabelo azul que ama música e que não consegue jogar sem seu irmão, pois eles são uma dupla infalível. Temos uma menina de família coreana tradicional, que não aceita muito bem seu gosto pelo jogo e quer que ela siga um futuro mais seguro. E temos uma menina negra que perdeu os pais e mora com a avó, e que viu no jogo um refúgio para o seu sofrimento, era o único lugar que ela se sentia livre.

Com esse time tão heterogêneo, muitos estereótipos são discutidos, vários preconceitos são enfrentados e diversos conflitos tentam separá-los a todo momento. Não é simples para muitos jogadores enxergarem as mulheres como iguais e muito menos nas posições mais importantes. Assim como é difícil para muitas famílias entenderem todo esse fascínio por um jogo, a ponto de abandonar tudo para se profissionalizar. Com certeza é um livro muito rico de discussões.

E também tem bastante aventura, com toques de humor. Imagina só dar de cara com seu personagem favorito? É uma trajetória que muito se assemelha a uma Jornada de Heróis, com vilões muito bem caracterizados e muitas missões a serem realizadas para conquistar a vitória.

Minha crítica negativa vai para o desenvolvimento da história. Senti que houveram muitos momentos corridos que poderiam ter sido melhor desenvolvidos. Na verdade, esse livro poderia ser dividido e gerado história para uns três livros na minha opinião. Tem muitas partes que dariam excelentes desenvolvimentos do enredo, mas que foram meio corridas. Então, não consegui me conectar mesmo achando incrível toda a premissa.

A arte da capa é lindíssima, representa muito bem o time de heróis 😍

Os Heróis de Novigrath é um livro repleto de aventuras, indicado para todas as idades, com muitos toques de diversão e nostalgia. Impossível não se encantar!

Compartilhe!

2 comentários :

  1. Não sou muito adepta aos jogos de video games ou jogos de computador, mas achei interessante que o livro traga um quê de fantasia parecido com os X-men e trate sobre diversidade, o que tem sido amplamente discutido ultimamente e é uma proposta bem válida.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Parece ser uma aventura e tanto esse livro, embora não sou de jogar, mas joguei a muitos anos atrás, então bate uma certa saudades. Gosto quando misturam personagens diferentes em prol de algo, ver eles aprendendo a lidar com as diferenças um do outro é bem interessante. Seria um sonho se nossos personagens preferidos aparecessem diante dos nossos olhos já fiquei até imaginando aqui kk.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei