02 novembro 2018

[Resenha] O Melhor de Você - Mia Sheridan


Uma mulher destroçada…
Crystal aprendeu há muitos anos que o amor só traz sofrimento. Não sentir nada é muito melhor do que ser magoada de novo. Ela protege o coração ferido por trás de uma fachada impassível e traz dentro de si uma profunda desconfiança com relação aos homens, que, segundo sua experiência, só exploram e depois menosprezam as mulheres.
Um homem necessitando de ajuda…
A despeito de seu passado terrível e sombrio, existe uma inegável bondade em Gabriel Dalton. E, apesar de saber o preço dessa equação, Crystal se sente atraída por ele. O magnetismo dessa relação está derrubando suas defesas e a esperança a faz questionar tudo ao seu redor.
Somente o amor pode reparar um coração partido...
Crystal e Gabriel nunca imaginaram que o mundo, que roubara tudo deles, traria-lhes um amor tão arrebatador. No entanto, o destino só os conduzirá até certo ponto, e depois a escolha será deles: endurecer seus corações uma vez mais ou criar coragem para arriscar tudo pelo amor?



Livro: O Melhor de você || Autora: Mia Sheridan ||  Editora: Universo dos Livros
Ano: 2018  ||  Gênero: Romance, Drama
AssuntoSequestro, pedofilia, abuso, estupro
 Classificação: 4.5 estrelas || Resenhista: Karla

Skoob | Editora | Compre
Fazia tempo que não lia Mia Sheridan e tinha esquecido a carga emocional que ela coloca em seus livros. O poder que ela tem de imprimir uma dor tão profunda em seus personagens que nos deixa sem ar.

“A pedra nada mais é do que areia, tempo e pressão.”

Crystal é o nome que Ellie escolheu para usar em sua vida, para manter distância de tudo e de todos. É seu escudo. Sua vida é sofrida demais, terrível demais e ela não espera nada de ninguém além de ser usada e descartada. É isso que todos os homens em sua vida fizeram. Ela acredita que não deve ser feliz, que alguém quebrada como ela não tem esse direito. A Crystal é fria e sem sentimentos, o total oposto do que Ellie um dia foi. Ela não tem ninguém e está quase desistindo da vida. Até aquele momento, o momento em que encontra alguém mais sentido e sofrido que ela.

“Não me importo de ir atrás de você, Ellie. Só me deixe pegá-la de vez em quando.”

Gabriel Dalton ficou preso em uma gaiola durante seis anos. A única coisa que o manteve são foi a esperança - um fio de sol que brilhava em sua janela. Ele passou por coisas inimagináveis e terríveis e mesmo assim, se manteve firme, um farol de luz ao anoitecer. Ele não consegue tocar em ninguém,  não suporta o toque de ninguém e para dar um basta nisso, ele decide procurar um clube de stripper, e se depara com Crystal. O que percebe na hora em que a vê é que ela não pertence àquele lugar e precisa mais de ajuda do que ele.

“Quero dizer que venço cem vezes por dia, mil vezes, ao amar o nascer do sol e o vento, e o modo como a chuva bate na minha janela.”

Podem duas almas quebradas se encontrarem e serem felizes? Encontrarem o que precisam dentro de si mesmos e assim, completar um ao outro? Se conhecerem e entenderem que o amor é libertador e que você merece felicidade sim, não importa o seu passado ou que fizeram com você, não importa sua aparência nem o que você faz. Que você é o suficiente.

“Não, você tem razão. Não posso consertar você. Posso apenar amar você. E quero muito tentar.”

Eu não tenho palavras suficientes para descrever as emoções que senti lendo esse livro. A Mia escreve com muita delicadeza e com uma riqueza de detalhes. Ela nos deu personagens extremamente complexos e sofridos. Meu Deus, como eles sofreram! Eu não pude imaginar alguém sofrer tanto assim. A gaiola de Gabriel foi física e a de Ellie, emocional, mas mesmo assim nunca tinha lido tanta crueldade e dor. A Mia colocou vários temas sensíveis neste livro, como: sequestro, pedofilia, abuso, estupro, tentativa de assassinato, mas mais que tudo, ela criou um personagem que vou levar para vida. Gabriel tem tanta luz, mas tanta, que ele sozinho cria prismas em nossa alma.

“O quanto a mente dele devia ser forte – e o quanto seu coração devia ser belo – para ele se apegar a isso? Para escolher o amor em vez do medo um dia após o outro?

É verdade que esse livro tem vários clichês, e que a Mia criou cenas meio irreais, mas nada que tire a beleza da trama e o prazer da leitura, ela conseguiu ultrapassar a barreira e criar um livro cheio de amor, de esperança e mais, cheio de ensinamentos para a vida. O Gabriel ensina a olhar por baixo da superfície. E a Ellie quando perde a camada da Crystal mostra todo o potencial que sempre esteve ali, somente esperando alguém para ver. Os personagens secundários são um amor a parte, trazendo leveza e fluidez ao enredo.

“Quero contar tudo, mas, principalmente, quero contar que percebi que passei tempo demais tentando me manter inteira quando o que eu mais precisava era me desfazer por completo.”

O Melhor de Você nos ensina que a vida é cheia de milagres, que quando menos esperamos um lindo raio de sol pode surgir do céu, mesmo quando ele está carregado de nuvens de chuva.

Compartilhe!

10 comentários :

  1. Karla!
    Não li nenhum livro da autora ainda, mas bem quero, só leio bons comentários.
    Acompanhar toda o drama e romance entre Crystal e Gabbiwl deve ser doloroso, mas ao mesmo tempo, um livro de entendimento, onde o amor, consegue superar os obstáculos enfrentados, muito lindo!
    Desejo um ótimo feriado e final de semana!
    “Para cada minuto que você se aborrece você perde sessenta segundos de felicidade.” (Ralph Waldo Emerson)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA NOVEMBRO - 5 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rudy, gostei muito desse livro. Leia, você irá se surpreender.

      Excluir
  2. Parece ser uma historia muito bonita, apesar de sofrida deve mexer com os sentimentos do leitor, só de imaginar as coisas que os personagens devem ter passado da uma agonia, é uma leitura que tem que estar preparado pra ler. Ainda não conheço a escrita da autora, mas parece ser muito boa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, ela escreve com muita delicadeza. Leia, vale muito a pena.

      Excluir
  3. Gostei da resenha, não conhecia o livro e nem a autora, mas um romance cheio de sentimentalismo as vezes nos faz bem. A capa não chamou minha atenção, mas a història vale muito a pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, é um livro intenso, eu fiquei muito emocionada várias vezes. Mas vale muito a pena ser lido.

      Excluir
  4. Oi Karla!
    Ainda não conheço a escrita da autora, mas pelo que já li sobre, é de se esperar enredos bastante delicados, o que eu adoro encontrar nas minhas leituras.
    Espero ter oportunidade de ler um dia.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Karla,
    Da autora só tive oportunidade de ler A voz do Arqueiro, e mesmo achando lindo, nada se compara a história que apresentou agora, não tenho dúvidas de que ela emociona o leitor.
    Os temas são bem pesados, mas ao mesmo tempo, são reais, e deve ter sido lindo ver duas pessoas quebradas, tentando se concertar. É uma história sim de milagres, mas também fala sobre se descobrir novamente, encontrar o amor nos detalhes.
    Realmente, eu me encantei e quero ler.
    Beijos

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei