01 novembro 2018

[Divulgação]As chaves do invisível - Érica Bombardi


Recebi a indicação para leitura no email e devo confessar que fiquei curiosa. Então como a Luiza já escolheu outra indicação que recebermos, eu (Lud) vou começar por esse e depois trocamos. 
Espero gostar muito desse livro e apresentar uma resenha m-a-r-a.


Confiram as informações sobre a obra. 



Skoob : https://www.skoob.com.br/livro/818624ED823066

Amazon: https://goo.gl/6EnKhR

Facebook: https://www.facebook.com/EricaNBombardi


“Se as portas da percepção estivessem limpas, tudo apareceria para o homem tal como é: infinito”. 

É uma citação de William Blake e também é uma das tatuagens que aparecem em Atricia. Várias tatuagens surgiram como mágica. Como mágica, não, como magia. Esse, aliás, é um dos problemas, magia. O tempo não parece correr de forma linear, misturado a suas memórias recentes e de vidas passadas, criando um cenário pedregoso onde ela terá que decidir em quem confiar e em qual caminho seguir. Ela tem que se apressar para descobrir o que está acontecendo e decifrar o enigma que a mantém aprisionada dentro de si mesma. 

Atricia é irmã caçula de Arla. É ela quem precisa despertar, quem precisa entender o que está acontecendo, quem precisa reparar o mal irreparável. Sem nem mesmo acreditar, ela tem que lidar com o fato de Arla estar contra ela e, pior, ter revelado que elas duas são bruxas com um longo passado de discórdia e ódio.

Mais do que uma aventura sobre magia, essa é uma história sobre duas irmãs tecendo seu destino, sobre se encontrar e tentar se elevar acima da escuridão.
O amor de Atricia pelas artes vai se mostrando aos poucos, revelando aqui e ali citações de poetas e escritoras de quem ela se lembra.





A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo

Mora em Campinas com a família. Trabalha no mercado editorial desde sua graduação em Editoração, na USP, em 2000. Escreve desde 2005. Publicou dois livros e vários contos, como os livros Canto do Uirapuru (2016) e Além do deserto (2012), e os contos “A Caçadora de Dragões D’Água” (2015), “Por dentro” (2014). Ebooks Nunca pare no acostamento (2018) e As chaves do invisível (2018).

Tem algumas premiações literárias, como o livro de contos (inédito) Caixa de Facas foi finalista no Prêmio Sesc de Literatura (2017); livro Canto do Uirapuru recebeu o Prêmio Literário Biblioteca Nacional, categoria juvenil (RJ, 2016) e também foi incluído no Catálogo FNLIJ para Feira de Bolonha 2017 e recebeu o selo de Altamente Recomendável pela FNLIJ; o conto “Por dentro” foi o 1º Lugar no 25° Concurso de Contos Paulo Leminski (2014); seu poema “Asas” foi selecionado como um dos melhores no Prêmio SESC de Poesias Carlos Drummond de Andrade (2014), foi uma das nove finalistas no Prêmio Barco a Vapor de Literatura Juvenil (2015), seu livro infantil Besouros foi premiado no 5o Concurso Agostinho de Cultura (2015).

Suas poesias em https://www.facebook.com/ciapoesia/
Suas crônicas em https://ehamaeblog.wordpress.com/blog/
Blog https://ericabombardi.wordpress.com/

Compartilhe!

Postar um comentário





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei