10 outubro 2018

[Resenha] A Assombração da Casa da Colina - Shirley Jackson


“A história de casa mal-assombrada mais próxima da perfeição que eu já li.” — Stephen King

Considerada uma das melhores histórias de terror do século XX, a A assombração da Casa da Colina promete calafrios aos seus leitores. Vista por mestres como Stephen King e Neil Gaiman como a rainha do terror, Shirley Jackson entrega um livro perturbador sobre a relação entre a loucura e o sobrenatural. Sozinha no mundo, Eleanor fica encantada ao receber uma carta do dr. MOntague convidando-a para passar um tempo na Casa da Colina, um local conhecido por suas manifestações fantasmagóricas. O Mesmo convite é feito a Theodora, uma alma artística e “sensitiva”, e a Luke, o herdeiro da mansão. MAs o que começa como uma exploração bem-humorada de um mito inocente se transforma em uma viagem para os piores pesadelos de seus moradores. Com o tempo, fica cada vez mais claro que a vida, e a sanidade, de todos está em risco.

 Livro: A Assombração da Casa da Colina || Autor: Shirley Jackson 
Editora: Suma || Ano: 2018  ||  Gênero: Leitura Gótica / Terror Psicólogico
 Classificação: 3 estrelas || Resenhista: Barbara

Skoob | Editora | Compre

O livro conta a história de uma casa construída há 80 anos e que é considerada assombrada, o que acaba chamando atenção do Doutor Montague um filósofo e antropólogo que quer provar que o sobrenatural existe, tanto para si, quanto para seus colegas de trabalho. Seu desejo é provar os efeitos que uma casa assombrada pode ter sobre o psicológico das pessoas.
“Nenhum organismo vivo pode existir muito tempo com sanidade sob condições de realidade absoluta;”
Ele decide alugar essa casa por alguns dias, para que possa fazer algumas anotações e publicar um livro revelando tudo que descobrir. Só que ele não entra sozinho nessa aventura. Para isso ele convida mais três pessoas: Theodora, uma bela artista excêntrica, egocêntrica e que exige de todos atenção acima de qualquer coisa e foi escolhida para se juntar ao grupo por sua capacidade de identificar cartas com olhos vendados e ouvidos fechados.

Luke, sobrinho e atual herdeiro da casa da colina, que apenas está ali, pois no contrato de aluguel exige que aja um dos donos presentes. É um jovem sem propósito de vida, apenas se mete em problemas e comete pequenos furtos.

E por fim, Eleanor, cuja vida inteira se resumiu em cuidar da mãe inválida, que veio a falecer há alguns meses, deixando-a sem nada e vivendo de favor na casa da irmã. Eleanor foi convidada a se juntar ao grupo por conta de um evento que aconteceu na sua infância, onde pedras caíram por dias sobre sua casa sem explicação aparente.

E temos a Sra. Dudley, a personagem que mais me chama atenção em toda a história. É a governanta da casa, aquela que recebe os quatro convidados e lhes prepara todas as refeições. Uma personagem mecânica, que sempre usa as mesmas frases, não importa o que lhe seja dito e que acaba deixando aquela curiosidade sobre quem é ela afinal, se está viva ou morta.
“O medo é a renúncia da lógica, a renúncia voluntária de padrões sensatos. Ou cedemos a ele ou lutamos contra, mas não nos é possível encontrar um meio-termo.”
Uma história cheia de mistério, que envolve a construção da antiga casa e seu passado sombrio e escondido desde sua construção estranha e aparentemente sem sentido, por conta dos corredores, portas e lugares sem circulação de ar ou iluminação, formando um labirinto sem fim.

Só que há muito mais do que uma construção nessa história toda. Como por exemplo, os escândalos que envolvem a casa desde quando Hugh Crain decidiu construí-la; a morte de sua esposa, momentos depois de colocar os olhos sobre a casa da colina; a briga na justiça e o suicídio na torre da biblioteca. Há muita coisa escondida entre aquelas paredes.
“Lá dentro, paredes continuam de pé, tijolos sem juntam com perfeição, assoalhos estavam firmes e portas estavam sensatamente fechadas; o silêncio se escorava com equilíbrio na madeira e nas pedras da Casa da Colina, e o que entrasse ali, estava sozinho.”

O livro é um pouco difícil de se ler, por conta da sua escrita mais antiga e das mudanças que ocorrem frequentemente de narração para pensamentos, o que acabava me deixando confusa, precisando que eu voltasse e relesse para conseguir compreender o que estava de fato acontecendo. Só que, ao mesmo tempo, é um livro que te deixa tenso a cada página, buscando entender o que está acontecendo dentro da casa da Colina e com os quatro moradores temporários.

Admito que esperava um pouco mais de terror, mas consigo entender que o maior foco no livro foi o terror psicológico que cada personagem sofria a cada dia passado ali dentro. As mudanças de humor, as discussões e confusão nos pensamentos.

Entretanto, ao meu ver, muita coisa ficou sem ser respondida, gostaria de saber mais sobre a Casa da Colina, sobre a Senhora Dudley e sobre os quatro personagens principais. E, acima de tudo, queria saber mais sobre o sobrenatural, sobre o que causava as batidas nas paredes ou os nomes escritos. Para mim, faltou muita informação, muita ponta solta.

Espero que isso mude com a adaptação que a Netflix vai lançar agora no dia 12 de Outubro. Quero muito ver essas respostas.

Não foi um livro que me atraiu, se tornou uma leitura pesada e cansativa, pois sempre que tinha a chance de uma grande cena de terror ou suspense acabava sem uma boa conclusão, deixando muito a desejar.
“Eles eram todos um pouco loucos, se fosse para ser sincera.”

Compartilhe!

2 comentários :

  1. Oi, Bárbara,

    Os elementos agregados sem dúvidas são frutos de uma trama com fatores bem articulados.

    Do gênero, é esse um dos únicos livros (juntamente com "Sempre Vivemos No Castelo") que eu quero me arriscar a ler e sair da minha zona de conforto, e quem sabe, me habituar a ler mais livros do gênero citado.

    ResponderExcluir
  2. Que pena que deixa a desejar tinha muita vontade de ler, mas não gosto de livros que terminam sem algumas explicações, mas fiquei curiosa com os mistérios da casa amo mistério, a leitura deve deixar o leitor ansioso pelos acontecimentos. Vou querer assistir a adaptação espero que seja melhor.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei