10 setembro 2018

The Resident - Primeira Temporada



Criadores || Amy Holden Jones, Hayley Schore e Roshan Sethi
Primeira temporada || 21 de janeiro de 2018
Número de episódios || 14
Emissora original|| Fox


Elenco principal
Ator                             Personagem      
Matt Czuchry             Conrad Hawkins
Emily VanCamp     Nicolette Nevin
Manish Dayal             Devon Pravesh
Bruce Greenwood     Dr. Randolph Bell
Shaunette Renée     Mina Okafor
Merrin Dungey     Claire Thorpe
Melina Kanakaredes   Lane Hunter


Emily VanCamp que trabalhou em Capitão América, Everwood e Revenge e Matt Czuchry que fez The Good Wife e Gilmore Girls atuam nessa série e para quem é fã desses dois, a série satisfaz, ainda mais porque a Nic (Emily), uma excelente enfermeira é o amor da vida de Conrad (Matt), o personagem médico residente brilhante.

A série em minha opinião fez a junção de três séries médicas bem famosas. É possível ter vislumbres de E.R com o P.S. do hospital e acidentes que ocorrem e  trazem casos bem sangrentos, lembra de House com suas técnicas inusitadas de diagnóstico em alguns casos mais difíceis que aparecem e são resolvidos por Conrad, e a camaradagem e conflitos que a equipe vive lembra muito de Grey’s Anatomy.

A parte do P.S. conta com dois médicos do bem que são muito esforçados e aqui aparece a parte humorística por assim dizer da série, Dr. Devon, que surge como o novato idealista e que será o alvo de apostas de seus colegas de trabalho em casos inusitados e o Dr. Feldman, o comediante em si, é o tenor das falas e ações engraçadas. 

Contudo, a série foca mesmo é na corrupção e negligências do sistema médico. Essa corrupção aparece em diversas facetas, seja o médico cirurgião famoso Dr. Randolph Bell que chantageia uma residente altamente capacitada de nacionalidade estrangeira - Mina - e ameaça deportá-la se a mesma não cobrir seus erros médicos, seja em uma gestão que só visa lucros e só quer saber se os pacientes tem plano médico e como pagar, seja com uma médica inventando doenças e derrubando enfermeiras xeretas que ousam pesquisar diagnósticos e tratamentos, seja na politicagem que envolve essa grande indústria perante a diretoria. 

Muito fácil ver quais personagens são do bem e quais são a ruína do setor médico, a guerra de egos é enorme e ceder é algo que muitos ali precisariam praticar.


A série começou com altas expectativas minhas, uma fã incondicional de drama médico, e nos primeiros episódios já deu para sentir que apesar de lembrar algumas séries médicas, ela trás uma perceptiva nova, focada em outros assuntos, como já mencionado. Devo dizer que eu esperava sentir um drama maior e uma conexão maior com os personagens, mas isso não aconteceu. Apesar dos vislumbres da vida de cada um, eu acho que faltou algo mais sincero e emocional.

Mas a série entrega o que promete, que é mostrar a realidade do sistema de saúde dos Estados Unidos, e  chocar as pessoas aos explorar o lado administrativo e financeiro. Em várias ocasiões o foco sai do paciente e vai para a saúde como uma empresa, uma que demanda muito dinheiro, e podemos ver nitidamente o quanto custa a um hospital e para um paciente uma internação. Além de claro, mostrar os médicos por uma outra perceptiva, o que pode chocar as pessoas. 

A primeira temporada seguiu morna em muitos aspectos e segui vendo pelos atores e por querer saber o desfecho, aguardo uma segunda temporada melhor, torcendo para que seja mais dinâmica e com mais afinidade com o público. 



Compartilhe!

4 comentários :

  1. Oi, Sheila,

    Posso estar errada (me corrija, se eu estiver errada), mas a grande eficácia e o que atrai a atenção é justamente o tema abordado, antes não visto. O tema central e os acontecimentos hospitalares, são uma boa mescla.

    Pela unanimidade contida, acredito que é uma série que eu assistiria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Daiane, ele mescla mais a parte do atendimento, administração, como um hospital é gerido! O quanto o dinheiro manda!

      Excluir
  2. Eu amei essa série e estou bastante ansiosa para a próxima temporada. Cada um vê de acordo com seu ponto de vista e gosta mais ou menos de uma série/ livro/ filme, o importante é sempre respeitarmos. Ótima resenha da série!
    http://livroseafins2.blogspot.com/

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei