03 setembro 2018

[RESENHA] Perigo para Um Inglês - Sarah MacLean


Malcolm Bevingstoke, o Duque de Haven, viveu os últimos três anos na solidão auto-imposta, pagando o preço por um erro, e perdendo, para sempre, um amor. Mas Haven precisa de um herdeiro, o que significa que ele deve encontrar uma esposa até o final do verão. Há apenas um problema – ele já tem uma…
Depois de anos no exílio, Seraphina, a Duquesa de Haven, retorna a Londres com um único objetivo – encontrar a felicidade, livrando-se do homem que partiu seu coração. Mas o marido lhe oferece um acordo: ela poderá ter sua liberdade, assim que encontrar uma substituta. Isso significa que terá que passar o verão com o marido que ela não quer, mas que, de alguma forma, não consegue resistir.
O Duque tem apenas um verão para estar com a esposa e convencê-la de que, apesar do passado, ele poderá tornar o felizes para sempre, uma realidade todos os dias...


 Livro:  Perigo para Um Inglês|| Série: Escândalos e Canalhas # 3 
Autor: Sarah MacLean ||Ano: 2018 |Editora: Gutenberg||Gênero: Romance de Época
Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Luci

Skoob || Compre || Editora
resenha livro 01, 02

Participe do Top Comentarista de Setembro
Malcolm Bevingstoke, o Duque de Haven, não suportava os jogos amorosos que eram conduzidos a cada temporada na alta sociedade londrina, onde o objetivo era laçar um bom partido para possuir um status de destaque no meio social. Como um duque, ele é sempre vítima dos olhares e alvos das mães casamenteiras, e tendo nascido de um casamento de interesse, Malcolm se esquiva deles. Até encontrar a mulher que o arrebatou ao primeiro olhar, e o enxergou como homem, não apenas como um duque a ser conquistado.

Ela é  Seraphina Talbot, filha de um homem rico que ganhou o título de conde nas mesas de jogos, é alvo do olhar da sociedade por outro motivo: sua família possui um título de nobreza, mas não nasceu em berço nobre. Devido a isso, ela e suas irmãs, que fazem questão de não seguir determinadas regras sociais — onde já se viu, por exemplo, uma mulher falar o que pensa — são apontadas como inadequadas para esse meio.

O encontro de Sera e Malcolm desencadeia uma paixão instantânea, que rapidamente se transforma em um amor incontrolável, que rapidamente coloca a reputação de Sera, e consequentemente as de suas irmãs em perigo, fazendo-a aceitar fazer parte de algo que a levará ao céu... para depois amargar o inferno de um casamento cheio de ressentimento, desprezo e raiva do seu marido. O sofrimento a fez fugir para longe, deixando para trás um marido que viu a verdade dos seus sentimentos tarde demais.

E por quase 3 anos, Malcolm amarga o arrependimento de não ter declarado o amor à sua esposa, por isso a busca em cada parte do mundo, sem sucesso. Até que um dia, ela vem até ele, não a mulher que fugiu, com o peso do sofrimento, mas uma mulher empreendedora e ainda mais corajosa. Mas tem um porém: Seraphina não retornou para declarar todo seu amor e retomar o casamento: ela quer o divórcio e retomar sua vida livremente em Londres.

Só que a intenção de Malcolm nunca foi se divorciar. Ele quer, a todo custo, tentar reconquistar a sua esposa, por isso lhe propõe um desafio: encontrar uma substituta dela entre as jovens que ele selecionou. Seu objetivo: forçar Sera a ficar por um bom tempo ao seu lado, para fazê-la ver todo seu arrependimento pelos erros cometidos.

Mas Sera também tem uma carta na manga: suas irmãs, que a acompanharão nessa empreitada. E não é à toa que elas são conhecidas como as “Irmãs Perigosas”.



No terceiro livro da série Escândalos e Canalhas, conhecemos a irmã que deu origem ao apelido das “Irmãs Perigosas”, pois ela conseguiu agarrar um duque de uma forma que fez toda a sociedade comentar e fazer com que os homens temessem cair nas armadilhas de uma delas.

A narrativa do livro se intercala entre o presente e o passado, e assim conhecemos todos os detalhes do relacionamento dos personagens: a forma como se conheceram, como se apaixonaram, como se casaram e os acontecimentos que deram fim ao casamento com a fuga de Sera. A autora a conduziu de forma perfeita, tanto que passado e presente se complementam, sem quebrar de forma brusca a narrativa, que segue em um ritmo bem fluido, dinâmico.

Sarah MacLean sempre se destaca na composição dos seus personagens, e com esse livro não foi diferente. Aqui temos Malcolm, um duque orgulhoso cujo comportamento é totalmente resultado da forma como foi criado, por isso suas atitudes se justificam. Ele soube reconhecer seus erros e ver dentro de si o que realmente importa, por isso faz questão de lutar pelo que quer, e ele quer Sera. Por outro lado, temos Serephina, uma jovem que diz o que pensa e cujo único erro foi se apaixonar perdidamente e fazer de tudo para viver esse amor. Mas ela soube enterrar o sofrimento dentro de si e renascer, tornando-se uma pessoa independente, cujo objetivo é fazer a própria felicidade, mesmo que isso signifique se afastar para sempre do único homem que amou.

Atritos à parte, a autora criou aqui uma narrativa romântica que é simplesmente apaixonante. Os personagens demonstram uma gama tão grande de sentimentos, em cada pensamento e diálogo, que foi impossível não se apaixonar pela história. Aliás, amo os diálogos elaborados por Sarah MacLean para seus personagens, são espirituosos, cheios de vida e humor, e isso dá realmente vida à história. Sem contar que ela faz cenas arrebatadoras, com aquele sutil toque de erotismo que os amantes de romances de época apreciam. O final, para mim, foi maravilhoso!

É uma história que fala de erros, de superá-los e de recomeços, tudo isso sob a ótica maravilhosa de uma autora que tem o poder de colocar na escrita os elementos certos para conquistar o leitor à próxima página, depois ao próximo capítulo, até que estejamos desejando seu próximo livro.

Compartilhe!

7 comentários :


  1. Oi, Lucilene,

    Romances sobre segundas chances são sempre carregados de muitos sentimentos, e a simples ideia de ver o mocinho se redimindo, causa uma euforia e ansiedade em mim. Então, acredito que esse é um livro que vou apreciar muito.

    Fora isso, os flashbacks se fazem necessários para melhor compreensão do leitor - sobre toda a história do casal. Então, é um ponto certeiro para a Sarah.

    ResponderExcluir
  2. Quero ler essa sérieeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

    ResponderExcluir
  3. Oi Lucilene!
    Eu conheci a escrita da autora na trilogia Os números do amor e amei!
    E essa série já está nos meus desejados, espero conseguir ler em breve e me apaixonar pelos personagens e história.
    Bjs!

    https://aguardiadasresenhas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Lucilene!
    Fiquei tão encantada por sua resenha apaixonada e intensa que já quero poder acompanhar esse encontro e desencontro entre Seraphina e Raven.
    Adoro quando há um amadurecimento da personagem e ela se torna empoderada e decidida.
    Deve mesmo ser um dos melhores romances da autora e quero poder ler.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Impossível é não se envolver lendo os romances da Sarah, eu amei a resenha e amei essa história Luci <3 A autora soube mesmo conduzir a trama e redimir Malcolm, que tava com o filme queimado comigo desde o primeiro livro haha... Mas aqui temos uma linda história de amor e o epílogo é lindo :D

    ResponderExcluir
  6. Não conheço a escrita da autora, mas parece ser muito boa, fiquei curiosa com essa historia, gostei muito da personagem que deu a volta por cima e voltou com tudo, queria saber mais sobre o que aconteceu entre eles, gostei que ele se arrependeu e quer fazer diferente, a leitura parece ser envolvente e que nos conquista.

    ResponderExcluir
  7. Eu já conhecia essa autora e já li os dois primeiros livros dessa serie e ela conseguiu quebrar a maldição de terceiros livros de romance de época serem ruins. Amei esse livro e definitivamente foi o meu favorito da serie. A Luci e super maravilhosa mesmo s2

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei