23 setembro 2018

[Resenha] Infelizes para Sempre - A Escola do Bem e do Mal #3


Sophie e Agatha estão lutando contra o passado para conseguir mudar o futuro, em busca de um final perfeito para seu conto de fadas. Elas acreditavam que sua história havia chegado ao FIM no minuto em que se separaram, quando Agatha foi levada de volta para Gavaldon com Tedros, e Sophie ficou para trás com o lindo e renascido Diretor da Escola. Mas nada no mundo dos contos de fadas é tão simples. Agora inimigas, elas tentam se acostumar com suas novas vidas, mas a história das duas pede para ser reescrita... E isso pode afetar quem elas menos imaginam. Com as garotas separadas, o Mal assume o poder e os vilões do passado ressurgem das trevas em busca de vingança, sedentos por uma segunda chance de transformar o mundo do Bem e do Mal em um reino de escuridão, com Sophie como rainha. Agora, apenas Agatha e Tedros podem apelar ao poder da amizade e do amor do Bem para impedir a dominação do Mal e evitar que todos sejam infelizes para sempre. Mas... qual é a linha tênue que separa o Bem e o Mal?

Livro: Infelizes para Sempre|| Série: Escola do Bem e do Mal #03
Autor: Soman Chainani || Editora: Gutenberg
Ano: 2015 || Gênero:  Fantasia / YA
 Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Lud
Esse é o terceiro livro da série da Escola do Bem e do Mal. O quarto livro foi lançado na Bienal com a vinda do autor, e há um quinto livro previsto para março de 2019 no exterior, espero que chegue ano que vem para nós. Mas devo adiantar que mesmo como uma série, a história se fecha no livro três, tudo é amarrado, deixando apenas algumas pontas para o próximo, mas nada crucial. Eu falo isso porque muita gente espera a série ser concluída para ler, e nesse caso, o primeiro plot é fechado no terceiro, e no quarto se abre um novo plot com um novo vilão. 

Vamos para a história. Esse livro começa praticamente onde o segundo acabou - e acabou daquele jeito. Temos Agatha e Tedros em Gavaldon vivendo seu felizes para sempre, e Sophie com o Diretor da Escola, finalmente, tendo o seu felizes para sempre. Mas nem tudo é fácil em um relacionamento, e ambas as meninas começam a lutar com o que era para ser o seu final da história. 

Agatha está de volta onde sempre quis, na vila com a mãe, na casa no cemitério, sendo nada mais do que uma garota comum e ignorada por todos. O único problema é que seu príncipe não nasceu para ficar escondido dentro de uma casinha, sem fazer absolutamente nada. Ele nasceu para ser um Rei, e Camelot está à\ sua espera, enquanto ele está preso na vila dos Leitores com a sua princesa.  

Sophie está onde sempre quis estar, com seu príncipe tendo o seu feliz para sempre. Mas então, por que ela não consegue aceitar verdadeiramente Rafal e ser a Rainha do Mal? Por que seus pensamentos sempre voltam para Agatha e para Tedros? 

Com a vida de todos de cabeça para baixo com a volta do Diretor e sua nova era, onde o Mal tem seu final feliz e o Bem deixa de existir, os velhos heróis que encerraram suas histórias, faz tempo, são obrigados a voltar e ajudar os novos a combaterem o mal de uma vez por todas. Em meio a toda essa aventura, ambas as meninas vão se encontrar presas a segredos que podem mudar o rumo da história.

“Quando você luta pelo amor, às vezes você acha que está contra o mundo. Você fica amedrontado. Você vê o que não existe. ”


"A pessoa mais perigosa num conto de fadas é aquela disposta a fazer qualquer coisa por amor."

Bem, o que falar desse livrão?

Soman tem esse quê de brincar com o leitor, de te levar a imaginar uma coisa e isso acabar por não ser verdade, e o que eu mais gosto nas suas histórias é o fato de ele te apresentar dois caminhos e mostrar que você sempre tem uma escolha. 

A escrita segue maravilhosa, com um crescente, conforme vamos passando o livro, e quando eu penso que o anterior foi bom, o próximo arrasa com tudo e te mostra que há muito mais no universo construído por Soman que ainda nem sonhamos em ler. 

Os personagens, agora que conhecemos a maioria, possuem uma voz forte na história, e cada um tem um propósito e o desempenham muito bem. Eu adorei as bruxas aparecendo mais, devo confessar que elas são as melhores, os diálogos são inteligentes e engraçados. 

Tedros está um pouco melhor para mim, ele tem seus momentos de inteligência. Agatha segue a mesma desde o primeiro livro, claro que houve um crescimento, mas ela sempre soube quem era e quais eram as suas convicções. Ao contrário de Sophie, que mais uma vez está no dilema entre o Bem e o Mal. E eu entendo que ela cometa os mesmos erros, já que ela tem apenas uma coisa em mente: ela só quer ser feliz também. Por que ela não poderia? 

Enfim, eu continuo me surpreendendo do quão bem o Soman consegue colocar os dilemas do mundo de hoje nessa histórica fantástica. E já adianto que estou lendo o quarto livro pela curiosidade de saber quem será o próximo vilão.
"Eu n-não posso... Eu só quero ser feliz! Por que tenho que matar alguém?"
"Porque esse é o seu livro de história. Seu e da Agatha." respondeu Lady Lesso. "Por isso que o Storian ainda tem que concluí-la. Ele está esperando que você faça sua escolha entre quem vive no Fim: sua melhor amiga ou seu verdadeiro amor. O Bem ou o Mal."

Compartilhe!

5 comentários :

  1. Oi Lud!
    Andei acompanhando resenhas sobre os livros e adorei as opiniões positivas sobre o enredo, a leitura parece valer a pena, o autor aprece ter feito um bom trabalho, as capas tbm estão lindas.
    Já estão nos desejados.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lud,

    O título é bem sugestivo. Chama a atenção a Sophie estar mais em destaque nesse volume, pois a mesma apresenta vários meios para ser explorado. O que também abre caminho para que temas importantes sejam ampliando e perceptíveis ao leitor.

    Estou cada vez mais convencida de ler essa série.

    ResponderExcluir
  3. Faz um tempo que quero ler a série, quem sabe até eu ler já esteja completa. Quantas coisas acontecem nesse volume deve ter deixado a leitura bem envolvente e surpreendente, adoro bruxas ainda bem que elas estão tendo mais destaque nesse volume. Parece que o autor soube bem trabalhar nessa historia deixando o leitor satisfeito.

    ResponderExcluir
  4. Lud!
    Não li ainda nenhum dos livros da série, mas achei fantástica a ideia da mudança de personalidade e como é mostrado o quanto somos formados por nossas experiÊncias e como elas vão definir quem somos de verdade.
    “Sede felizes; os amigos desaparecem quando somos infelizes.” (Eurípedes)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA SETEMBRO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  5. ah, é muito amorzinho mesmo. Além disse é super divertido. Não tem como não rir com as protagonistas e eu acho uma capa mais linda que a outra

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei