04 julho 2018

[Resenha] Últimas Mensagens Recebidas - Emily Trunko


Quando uma mensagem é a última, ela pode significar um fim, uma perda, ou até um alívio. E se você fosse o destinatário?
A partir de contribuições anônimas, a jovem Emily Trunko reuniu nesta coletânea mensagens que contam histórias reais sobre os mais variados tipos de despedida: o fim de uma amizade, o término de um relacionamento ou até mesmo um acontecimento trágico que muda a vida do destinatário e do remetente para sempre.
Enviadas por celular, por e-mail ou pelas redes sociais, essas mensagens narram perdas profundas e inspiram muita reflexão. Será que não deveríamos expressar mais o amor que sentimos pelas pessoas enquanto isso ainda é possível? Ou, em alguns casos, nos afastar o quanto antes daquelas que nos fazem mal?



Livro: Últimas Mensagens Recebidas ||  Autor:  Emily Trunko
Editora: Seguinte| Ano: 2018 || Gênero: Não Ficção, YA
Classificação:  4 estrelas || Resenhista: Lud
 Já resenhei um livro da Emily aqui : Cartas Secretas Jamais Enviadas, e agora estou trazendo mais um livro amorzinho.

Para quem não conhece a Emily, ela criou um Tumblr em 2015, aos 15 anos, onde reúne as últimas mensagens recebidas de forma anônima e as posta. Ela diz no livro: Uma das partes mais gratificantes de criar o tumblr foi descobrir a paz de espírito e a ajuda que ele oferece, tanto para quem compartilha suas últimas mensagens quanto para quem as lê...


Dito isso, vamos para mais um livrinho que mexe com o psicológico. 

Como são mensagens de pessoas de verdade, não tem como ficar analisando escrita, construção de enredo, etc... Eu só posso sentar e sentir tudo que essas mensagens passam. E vou tentar fazer isso com vocês, usando algumas das mensagens. 


Seguindo padrão do livro anterior, ele segue com uma separação de recados por temas. 

As mensagens vêm com uma descrição no final da página, que faz a contextualização do que foi dito. A pessoa conta em que situação aquilo foi enviado, falado.  


Essa mensagem acima foi uma do começo do livro. Eu li, fechei o livro e larguei... eu não consegui lidar com o resto naquele momento, fiquei imaginando se todas seriam nesse mesmo tom. 

Acho que dá para ler, mas mostra o último recado de um marido em serviço militar. Faltando 9 dias para ele voltar para casa, ele manda essa mensagem amorosa para a esposa, e dois dias depois ele, infelizmente, morre. Eu me senti tão indignada por essa esposa, eu fiquei pensando em tudo o que poderia ser para os dois e que foi tão abruptamente interrompido. 


Essa é uma conversa entre duas amigas em um show. E depois o relato da amiga, que coloquei aqui:

"Já estava indo embora quando a vi atravessando a multidão, como o lindo raio de luz que ela era. Dançamos uma música antes de eu decidir ir embora. Ela disse que me amava e me deu um abraço...Na manhã, soube que a caminho do trabalho, o carro dela havia saído da pista e batido em uma árvore e ela tinha morrido. Faltava apenas algumas semanas para ela se formar no ensino médio. Sempre que penso nela, lembro como parecia feliz e radiante na noite antes de morrer, e sei que ela está em paz, mas meu coração ainda doí todos os dias."

Aí você pensa em como a vida é fugaz, que esse lindo raio de luz tinha uma vida toda pela frente...


Essa é uma daquelas que enche seu coração de amor. Apesar da tristeza do luto, é uma última mensagem de muito amor.  Como mãe sabe das coisas, não? 

"Essa foi a última conversa que tive com a minha mãe antes de ela morrer por complicações de um acidente... Ela só tinha visto meu namorado duas vezes, mas sabia que éramos feitos um para o outro...."



Esse não dá para ver a explicação:

"Hoje faz um ano que minha mãe me mandou isso. Eu estava no hospital na época e só recebi a mensagem um dia depois. Minha mãe teve uma overdose no mesmo dia que eu deveria receber alta. Nem tive a chance de dizer que a amava ou de tentar salvá-la. Me culpo por isso todos os dias. Mãe, te amo muito e sinto muito a sua falta."



Essa deu para ler certinho. Achei muito fofo, nostálgico. Apesar da dor da perda, você consegue ver que as pessoas ainda são lembradas com saudades, são homenageadas. Que você consegue seguir em frente... não há esse peso que vemos nas outras mensagens.



Textinho desse: "Meu pai, apontando para mim enquanto era levado para a cirurgia no cérebro que o deixaria em coma. Ele havia sofrido dois derrames no dia anterior, e pareceu melhorar por um ou dois dias, mas então sofreu outro pequeno derrame e seu cérebro começou a inchar. Dois dias depois ele entrou em coma. Resolvemos deixá-lo morrer em paz. Isso aconteceu duas semanas depois de eu ter me formado no ensino médio. Ele era meu herói e meu melhor amigo."



Texto: "Meu irmão se enforcou naquele dia. Depois da última mensagem, ele me ligou e deixou esse recado na caixa postal. Eu não liguei de volta na hora porque sair com meus amigos era mais importante e eu não queria mais ouvir seus lamentos. Quando liguei, já era tarde demais.



Texto: "Minha amiga postou isso no facebook alguns dias antes de ter uma overdose de heroína. Ela tinha 21 anos. A vida não é justa, mas a lembrança dela me mantém viva.'



Acho que deu para ler a legenda. E esse recado... não sei explicar, eu vi uma maturidade da menina, um desejo que a amiga seja feliz, mesmo que longe dela... Eu vi uma pessoa do bem, sabe. Achei tão amorzinho, e nem todos fariam isso. Nem todo mundo consegue seguir em frente sem levar a mágoa.


E parar terminar... esse lindo recado que fala por si.

Bem, algumas fotos eu escrevi minha opinião, e outras eu deixei sem nada, porque o texto fala por si só. Esse livro tem uma mistura de sentimentos. Mas todas as mensagens têm em comum a morte. Às vezes, uma morte injusta, ou uma morte provocada ou mesmo uma morte que é natural da vida. 

E nos recados dos familiares é que podemos ver os diferentes significados da morte para as pessoas. A culpa de não ter atendido um telefone... o sentimento de impotência... a saudade natural dos familiares. 

Algumas mensagens, principalmente das pessoas que se suicidaram, são as mais complicadas, porque é nítido que, para quem fica, a vida perde um pouco a cor, o sentido, a culpa consome... e para alguns, elas morreram junto com a pessoa. 

Suicídio é um tema tão complicado de se abordar, porque em alguns recados, você vê que a pessoa está bem, está feliz - aparentemente - e no dia seguinte, ela se mata. A depressão é essa montanha russa, e muitas vezes não notamos, até ser tarde demais. 

Mas nem tudo nesse livro é tristeza, algumas são fatalidades e as pessoas se lembram com saudades, e algumas são naturais da vida, e por mais que doa, acontecerá com todos. 

Não posso deixar de recomendar esse livro, o anterior me tocou mais que esse, mas, mesmo assim, eu recomendo muito. No final, nós temos os telefones de ajuda para quem está pensando em se suicidar. Tem, assim como no anterior, uma parte para você escrever a sua mensagem. E nesse, temos depoimentos de pessoas que apenas leram as mensagens e se identificaram, e de que, de alguma forma, o tumblr ajudou as pessoas a verem que não estão sozinhas.


Compartilhe!

9 comentários :

  1. Oi, Lud.

    A Emily teve uma boa ideia (que tem fundamento), em, através de mensagens bem reais, passá-las para o leitor.

    O que me impressiona, é o efeito que com certeza elas têm, por serem tocantes.

    É um livro que com certeza eu leria.

    ResponderExcluir
  2. Lud!
    Deve mesmo ser um livro tocante e sensível, afinal, compilou mensagens de perdas de pessoas de todo o mundo.
    Acho que é mais um daqueles livros lúdicos que nos encantam de várias formas.
    “Palavras gentis não custam muito, e ainda assim conquistam muito. (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  3. Oi Lud, acho que ambos os livros vão me emocionar muito, já fiquei emocionada lendo a resenha e as mensagens nas fotos que você inseriu. Imagino que seja realmente muito bom poder para as pessoas que mandaram essas mensagens tirá-las do peito. Gostei muito e sai com a sensação de que vida tem um roteiro bem cruel e triste em muitos casos. Ótima resenha e dica ;)

    ResponderExcluir
  4. Olá Lud!
    Estou fascinada com esse livro, só de ler resenhas já me emociona imagina a leitura em si, parece trazer um lindo enredo, espero mto conseguir ler em breve.
    bjs!

    ResponderExcluir
  5. Acho essa capa muito fofa. Nossa que historias tristes e emocionantes, fiquei com os olhos cheios de lágrimas só ler esses que apareceram, imagina lendo tudo, são momentos muito dolorosos para essas pessoas e para quem lê também, mesmo sem conhecê-las.

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da capa! É bem simbólico e muitos detalhes sobre o livro.
    Sobre o enredo, parece bem envolvente, ainda mais que se trata de reflexão para a vida e da efemeridade. Com certeza gostei da indicação do livro ;)

    ResponderExcluir
  7. Esse livro e o anterior são os que considero deixar espalhado pela casa, pra quem passar dar uma foleada .... tem umas mensagens mto fortes, fiquei meio na bad pensando nas mensagens que eu enviei e pensando sobre o que teriam causado se fosse a ultima ....

    ResponderExcluir
  8. Oi Lud,
    Além de achar essa edição linda demais, percebi como todos que leram se comoveram demais, e achei a idéia do autor incrível, triste e feliz ao mesmo tempo. Acredito ser um livro para se ler aos poucos, aqueles que ficam na cabeceira da cama sabe... Eu realmente adorei.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Livro tocante mesmo. Fiquei com vontade de chorar somente por alguns trechos do livro. Sinceramente, acho que meu coração não aguentaria um livro desses, não sou forte o suficiente.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei