26 julho 2018

[Resenha] As Filhas da Noiva - Susan Mallery


Courtney Watson é a irmã desajustada da família. Ela pode não ter uma vida tão organizada quanto a das irmãs, mas ela é excelente em uma coisa: guardar segredos. Inclusive sobre seu caso flamejante com um produtor musical. Planejar o casamento da própria mãe traz sua vida secreta à tona, mudando completamente a imagem que sua família tinha de Courtney para sempre.
Quando o namorado de Siena, a irmã rebelde, a pede em casamento bem na frente de sua mãe e suas irmãs, é uma completa surpresa para ela. Siena já passou por dois noivados fracassados e desfeitos. Como ela pode aceitar se ela nem tem certeza que é isso que ela ainda quer?
Rachel é a cínica da família. Ela acreditava que o amor duraria para sempre... até o seu divórcio. Enquanto o dia do casamento de sua mãe se aproxima, seu ex passa a implorar por uma segunda chance, e ela é forçada a reconhecer algumas verdades incômodas sobre os motivos pelos quais seu casamento não deu certo. Rachel precisa decidir se ela vai deixar o orgulho ficar no caminho do seu felizes para sempre.


Livro: As filhas da Noiva|| Autor: Susan Mallery
Editora: Harlequin Brasil ||Ano: 2018 
Gênero: Romance contemporâneo, Chick Lit
 Classificação:  4,5 estrelas || Resenhista: Gabi Leme



Participe do Top Comentarista de Julho
Nesse livro Susan Mallery nos proporciona a oportunidade de conhecer a  família Watson por diferentes pontos de vista.

Maggie está viúva há um bom tempo, e depois de anos criando suas três filhas sozinhas, finalmente ela encontra novamente seu final feliz e está prestes a se casar. E para esse grande evento, ela coloca suas filhas para ajudá-la.

Inicialmente, conhecemos a caçula, Courtney, que se acha estranhamente alta, e que aos poucos descobrimos tem vários problemas com a família por traumas da infância. A personagem é divertida e um pouco inocente, além de muito sincera, nos proporcionando muitas risadas, e desejos que a personagem desabroche e encontre a felicidade.

Também conhecemos Siena – que eu achei uma megera com a irmã mais nova até mais da metade do livro – que é linda, inteligente e tem um emprego onde auxilia na arrecadação de verbas para mulheres que sofreram abusos. Siena vive um drama diferente, já foi noiva duas vezes, e o namorado que ela não tem certeza se ama a pede em casamento durante a festa de noivado da mãe dela. Como responder a isso?

Não! Não! Ela não podia. Não queria se casar com David. Pelo menos, achava que não queria. Mal se conheciam. Era cedo demais... rápido demais. Desesperada, Sienna se deu conta dos segundos passando. De todo mundo olhando. Aquele era o momento errado, o lugar errado e, talvez, o homem errado.


E então, a mais velha, Rachel está divorciada, mas não consegue esquecer o ex-marido, que foi seu primeiro namorado e seu grande amor. Greg a traiu, e Rachel terminou o casamento quando descobriu, mas ainda não conseguiu esquecer seu grande amor. Rachel vive uma situação diferente, é uma cabeleireira e maquiadora bem sucedida, mas está sobrecarregada com todas as coisas que precisa fazer em sua vida.

— Você é a garota mais intrigante que conheço. E a mais linda. Posso te levar para a escola? — Rachel aceitou e aquele foi o começo do relacionamento deles. Namoraram até ela se formar no ensino médio, e então se casaram.

Em meio a seus próprios dramas, as irmãs são obrigadas a lidar com o passado, e é durante os preparativos para a grande dia, que essa família começa a se ver de verdade, começam a enfrentar seus medos e a resolverem as mágoas de longas datas.


Esse livro nos propicia uma leitura interessante, cativante, que nos prende ao tentarmos discernir os dramas familiares e como eles afetam cada personagem, além de histórias de amor que desejamos ver aflorar.

Além das três irmãs, também conhecemos Joyce, a dona do hotel onde Courtney trabalha, Quinn, seu neto e um grande produtor musical que está voltando a cidade e se descobre encantado por Courtney, além de outros personagens divertidos e complexos que acabam a enriquecendo o livro.

Com a narração intercalando a trama de cada irmãs, podemos conhecer de cada uma delas individualmente, e assim compreendermos como cada uma lidou com o passado difícil e como isso reflete em cada personalidade, e mesmo na relação entre elas e com a mãe. 

Apesar de estar classificado como chick lit, esse livro apresenta um conteúdo mais dramático do que divertido e leve, claro que temos as ressalvas. Mas Susan traz temas muito atuais como amor, perdão, drama familiar, traição, aceitação, autoconfiança, bullyng, e muito mais.

No final, a autora conseguiu atingir os objetivos a que se propôs, nos contando a história dessa família e a superação que cada personagem precisou para conseguir superar seus medos, traumas e defeitos para poder ser feliz. Um livro real, com situações onde conseguimos visualizar nosso dia a dia e rir das voltas que a vida nos apresenta.

Courtney o observou, percebendo as linhas em seu rosto. A paixão acesa em seus olhos. Ele era alto e forte, e, quando estava perto daquele homem, ela se sentia melhor consigo mesma. Como se fosse capaz de fazer qualquer coisa.Ela sorriu.— Então, vamos transar só uma vez?Quinn riu.— Podemos transar duas vezes, se for importante para você.Courtney adorava como ele a provocava. Bem, os dois podiam fazer esse jogo.— Você está velho. Eu não posso forçar seu coração.Ele a beijou de novo.

Recomendo a leitura para quem gosta de um bom romance onde podemos ver a perspectiva de diferentes personagens da história, além de vários amores desabrochando, superação e acima de tudo isso, uma família que precisa superar as dificuldades, mas que se ama imensamente.

Compartilhe!

12 comentários :

  1. Oi, Gabi,

    O livro idealiza a imagem de um simples livro descontraído, mas gosto quando a autora surpreende e vai à fundo na trama e garante uma boa história.

    Nesse livro, o interessante - paralelo ao romance- é a exploração dos conflitos familiares e internos presentes no mesmo. Traz um diferencial por ter algo a oferecer, e é de livros assim que estou à procura ultimamente.

    Nunca li nenhum livro da Susan, mas quando li a sinopse desse livro, eu soube que eu tinha que lê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daiane, concordo com você, AMO quando a autora surpreende!Se você ainda não leu o livro, super vale a pena, pois ele é muito mais do que um livro descontraído, e é muto bom ver a evolução nos personagens!

      Excluir
  2. Olá Gabi!
    Estou doida pra ler esse livro, só li resenhas bacanas sobre o enredo que me deixaram ainda mais interessada na leitura, parece trazer uma história mto boa, espero conseguir ler em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, Não perca tempo, leia que é muito legal e divertido, te esperam boas risadas e descobertas!

      Excluir
  3. Oi Gabi, a história poderia ser adaptada pra um filme ou série e eu acho que funcionaria bem pelo que li na resenha. A trama intercalando a história das quatro irmãs parece interessante e a resenha me deixou curiosa pra conhecê-la. A capa é linda e espero ter a oportunidade de ler essa história também mais a frente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili, acho que daria um filme interessante e engraçado, bem gostoso de assistir! E essa capa esta incrível não é?

      Excluir
  4. Gabi!
    Embora não goste muito do tema traição, principalmente em romances, acredito que Rachel e Greg vivem uma relação conflituosa, ainda tem o relacionamento com a irmã, fiquei na dúvida se quero ou não ler, porque sua nota foi altíssima.
    Bom final de semana!
    “O prazer dos grandes homens consiste em poder tornar os outros felizes..” (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy,
      eu também não gosto do tema traição, mas aqui achei que a autora conseguiu trabalhar bem, se você resolver ler depois me conta o que você achou.

      Excluir
  5. Confesso que achava que o livro seria voltado mais para a comedia, mais divertido, não esperava que fosse esse drama, adoro um rs. Que situação das filhas, fiquei curiosa em saber como tudo vai se resolver. Os personagens parecem ser interessantes tirando a Siena, que pelo visto não vou gostar rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Maria,
      Eu só gostei da Siena no finalzinho do livro, quando ela da uma melhorada. O livro tem várias cenas engraçadas, mas também tem esse drama que faz duma leitura mais interessante.
      Espero que você aprecie a leitura.

      Excluir
  6. Oi Gabi,
    O livro mostra bem como bem toda família é perfeita, não é? Gostei dos dramas que as irmãs vivem, só não curti tanto o caso de Rachel, pelo acontecimento não acho que ela tem que "rever nada", mas isso é mais de opinião!
    Apesar de tudo, não é uma história que me cativa a ponto de querer ler...
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vitória,
      A Rachel no começo parece uma personagem completa, mas durante a leitura percebemos como ela consegue se superar e vencer problemas de confiança entre outros. É um livro engraçado e romântico, com um pouco de drama, se você gostar do gênero é uma boa leitura.

      Excluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei