17 junho 2018

[RESENHA] Mais Forte Que o Sol - Julia Quinn


Quando Charles Wycombe, o irresistível conde de Billington, cai de uma árvore – literalmente aos pés de Elllie Lyndon –, nenhum dos dois suspeita que esse encontro atrapalhado possa acabar em casamento.
Mas o conde precisa se casar antes de completar 30 anos, do contrário perderá sua fortuna. Ellie, por sua vez, tem que arranjar um marido ou a noiva intrometida e detestável de seu pai escolherá qualquer um para ela. Por isso o moço alto, bonito e galanteador que surge aparentemente do nada em sua vida parece ter caído do céu.
Charles e Ellie se entregam, então, a um casamento de conveniência, ela determinada a manter a independência e ele a continuar, na prática, como um homem solteiro.
No entanto, a química entre os dois é avassaladora e, enquanto um beijo leva a outro, a dupla improvável descobre que seu casamento não foi tão inconveniente assim, afinal...



Livro: Mais Forte Que o Sol|| Autor: Julia Quinn|| Série:  Irmãs Lyndon #2
Editora: Arqueiro||Ano: 2018 || Gênero:  Ficção / Literatura Estrangeira / Romance
 Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Luci


Homens não caem do céu... Mas isso certamente Ellie Lyndon pode contestar, já que, aparentemente, um homem caiu diretamente em cima dela, em um tarde em que ela julgava tranquila até então. E não foi um homem qualquer: foi justamente Charles Wycombe, o conde de Billington, que bêbado demais para ter noção das coisas, subiu em uma árvore e caiu justamente sobre a jovem que estava ali, descansando.

O motivo da bebedeira de Charles é até justificável: no prazo de 15 dias, o nada pobre conde iria perder a sua herança, devido a uma cláusula absurda no testamento do pai: ele deveria estar casado antes dos 30 anos, e para um libertino, não é nenhuma surpresa que não haja uma noiva à vista. Mas em pouco minutos com Ellie, ele se convence que caiu em cima da solução de todos os seus problemas.

 Ellie nunca poderia imaginar que um conde bêbado cairia em cima dela e faria uma absurda proposta de casamento minutos depois. Ela já passou da idade habitual de uma moça casar, e diante do iminente casamento do pai, com uma mulher que já encarnou literalmente o posto de MÁdrasta, ela só tem duas opções: se jogar no desconhecido com Charles ou viver a vida de escrava que a futura madrasta determinou, até vê-la casada com alguém muito pouco atrativo, em todos os sentidos.

Como o casamento seria benéfico para ambos, o acordo está selado. Só que Charles, cativado pela inteligência e beleza de sua noiva, não aceitará um casamento somente de fachada: ele se determina a conquistar sua geniosa esposa, que destrói todos os seus planos de ter um casamento "convencional" (que significa que ambos tenham amantes após o nascimento dos herdeiros e que nenhum perturbe o outro).

Claro que Ellie está disposta a ser seduzida, afinal, seu marido incrivelmente atraente e charmoso, a cativa de forma única. Só que ele tem que seguir seus termos, pois ela nunca foi uma frágil mocinha submissa, e não ia se render tão fácil, não sem antes provar seus pontos e seu valor como condessa.

No entanto, misteriosos acidentes começam a rondar o casal, inclusive tentativas de assassinato. Quem estaria disposto a sabotar todas as ações de Ellie e ainda tentar matar seu marido? Os dois teriam tempo de descobrir o amor, ou essa pessoa misteriosa conseguiria afastar ambos, para sempre?



Se existe alguém suspeita para falar dos livros de Julia Quinn, certamente essa pessoa sou eu, pois amo a forma inteligente como ela desenvolve suas histórias, com seus diálogos dinâmicos e muito engraçados.

Inegavelmente, esse segundo livro da duologia foi muito melhor que o anterior, na minha opinião, pois os personagens foram superiormente mais cativantes, creio que isso se deve ao fato de que, no primeiro, a história girou muito em torno do casal, não houve muita interação com os personagens coadjuvantes, ao contrário desse.

Somado a isso, temos um mocinho super adorável e cativante, que com sua mania de fazer listas para seus objetivos ( e em sua maior parte nada lógicas), nos conquista fácil, fácil. Seu charme evapora das linhas do livro e nos toca, e quando nos damos conta, estamos rindo com a sua perspicácia em tentar dobrar a esposa.

Quanto a Ellie, eu esperava muito pela história dela, pois no primeiro livro a autora já nos acenava com a perspectiva de uma personagem forte e inteligente. E sim, ela é tudo isso, uma jovem à frente do seu tempo, que almeja o protagonismo contrariando a visão social de que uma mulher não deve se envolver em determinados assuntos. Ou seja, não me decepcionei com essa personagem tão fascinante.

A interação dos dois protagonistas foi perfeita, a autora escreveu um casal com uma química muito gostosa e envolvente de se ler. Não é à toa que Julia Quinn se destaca em seus romances, ela tem algum poder secreto que nos transporta para suas histórias e nos toca em cada linha.

Se recomendo esse livro? Obviamente, sim!

Compartilhe!

10 comentários :

  1. Oi, Lucilene.

    Além de, claro, acompanhar o romance inserido na trama, penso que é de grande importância para o leitor acompanhar como era, para uma mulher, buscar a sua independência em uma época como aquela.

    Amo romances como esse, que são construídos aos poucos, até chegar às vias de fato. Sempre gera uma expectativa a mais em mim.

    Esse pequeno mistério inserido na trama, deixa tudo mais dinâmico e bom de acompanhar.

    O Charles e Ellie têm características leves e descontraídas, e que eu gosto. ^^

    A situação no qual se conheceram, é no mínimo, um pouco cômica...

    ResponderExcluir
  2. Lucilene!
    Como sou totalmente encantada com a escrita da autora, quero muito poder ler esse livro.
    E ver que o entrosamento das personagens foi perfeito e diria até idílico, me deixou ainda mais encantada.
    Desejo que a semana seja abençoado!
    “Nunca sei se quero descansar porque estou realmente cansada, ou se quero descansar para desistir. “ (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JUNHO - 5 GANHADORES
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  3. Oi Luci, tô bem lendo e amando essa história e concordo contigo esse tá superando e muito o primeiro, ambos os protagonistas são cativantes e Júlia tem uma escrita que envolve e diverte, impossível não rir e suspirar lendo. Amei a resenha e as capas dessa duologia arrasara, alias a Arqueiro tá sempre arrasando nesse quesito ;)

    ResponderExcluir
  4. Olá, vejo que Julia Quinn prova mais uma vez que nasceu pra escrever nessa obra. O segundo volume só tem a complementar o seu anterior, sendo que tanto o casal quantos os personagens secundários são extremamente bem construídos e não deixam nada a desejar. O humor característico da autora também corrobora para que o leitor não desgrude da obra. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Lucilene!
    Ainda não tive oportunidade de ler livros da autora, fico só namorando as resenhas e torcendo pra que consiga ler um dia.
    O enredo parece trazer uma boa história, personagens que fazem o leitor qrer devorar as páginas, espero ler em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi Luci, nossa que história hein, um conde bêbado caindo aos pés da mocinha que precisa encontrar um noivo urgente, digo que sorte ..começa com humor só pode dar certo.Li os seis primeiros da série dos Bridgertons...confesso que enjoei ,mas talvez por ser uma série nova eu me encante novamente. Gosto de saber que eles vão construindo o relacionamento ,eu desconfio de romances que pegam fogo no início kkk
    Adoro essa capa, Curiosa pra conhecer Ellie e Charles.

    ResponderExcluir
  7. Parece ser uma historia bem divertida com esse começo dos dois se conhecendo dessa forma inusitada e ambos precisando dar um rumo em suas vidas. O casal parece ser encantadores, fiquei curiosa com esses acontecimentos, tentativa de assassino deve ter dado um clima misterioso na leitura.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Gosto muito dos livros da Julia Quinn, ainda não li essa serie da autora, mas só pela resenha ele me conquistou, gostei muito desse casal e achei interessante esse mistério que a autora coloca no meio desse romance, estou bem curiosa para ler esse livro e quero conhecer os outros livros dessa serie !!

    ResponderExcluir
  9. Olá! Também gostei bem mais do enredo desse segundo livro, acho que Ellie parece ser bem determinada e muito inteligente, e essa mistura de romance, mistério e humor é maravilhosa, adoro a escrita da JQ, e é impossível não devorar seus livros.

    ResponderExcluir
  10. Tenho serias duvidas se eu devo ler esse livro ou não. Li o primeiro livro movida no odio. A protagonista era extremamente irritante de tanto ser submissa a todos. E o mocinho só me tirava do serio. Se eu pensar em ler o segundo livro espero não me decepcionar.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei