19 junho 2018

[Resenha] A Expansão - Ezekiel Boone


Elas despertaram, famintas. Agora, enquanto o mundo afunda no caos, e pessoas são devoradas nas próprias camas, nada parece capaz de conter a expansão. Segundo livro da trilogia que começou com a A colônia.Ao receber um pacote em seu laboratório, em Washington, a dra. Melanie Guyer não poderia prever que, de um dia para o outro, a espécie ancestral de aranhas que eclodiu daquela bolsa de ovos causaria o caos no mundo inteiro. Em Los Angeles, cidadãos desesperados furam a quarentena. No Japão, uma bolsa de ovos gigantesca pulsa e brilha na escuridão. Enquanto Espingarda e Gordon tentam criar uma arma capaz de conter as aranhas, a presidente Stephanie Pilgrim é pressionada a tomar decisões com consequências catastróficas. Milhões de pessoas estão mortas. Outras milhares foram feitas de hospedeiras. Aranhas devoradoras de carne marcham por todo lugar, e a expansão está só começando. Ninguém está a salvo.



Livro: A Expansão | | Autor: Ezekiel Boone || Série: The Hatching # 2
Editora: Suma de Letras || Ano: 2017 || Gênero: Mistério
Classificação: 3 estrelas || Resenhista: Amanda


Após a primeira onda de ataque das aranhas, vem a calma, mas não se enganem. Elas estão à espera...
O primeiro livro "A Colônia" narra a chegada das aranhas, atacando com força em vários lugares diferentes, gerando pânico e caos no mundo todo. Mas de repente tudo parou, muitas apareceram mortas de repente, mas a contagem de corpos é alarmante. O ataque causou inúmeras baixas e o medo permanece e não sem razão, há inúmeros ovos espalhados, apenas esperando para eclodir e parece impossível encontrar todos os lugares a tempo.

"Nem sempre os Estados Unidos vencem, mas a gente nunca perde."

A Expansão começa justamente nesse clima de terror. Em Wyoming, um jovem chamado Winthrop está acampando longe de toda civilização, indiferente ao terror que as aranhas provocaram. O jovem volta para a cidade apenas para ser morto por cidadãos locais ao averiguarem se ele poderia estar infectado. Sim, as aranhas podem usar humanos como hospedeiros e o pânico é tamanho que se alguém suspeita minimamente que outro possa estar servindo de hospedeiro, é morte na certa.

A partir daí pensamos que o livro vai ser todo na sangria. Doce engano, meus caros sedentos de sangue. A maior parte do livro se passa em estudos para entender como as aranhas estão avançando, como contê-las e teorizar seu desenvolvimento avançado. As aranhas propriamente ditas só aparecem bem ao final, o que foi meio decepcionante... massss... que final! Eu estou no chão ainda aqui, mas não darei spoilers... Dito isso, personagens favoritos ainda estão ali, prontos para nos entreter com várias teorias e estratégias contra nossas queridas aranhas, o que preenche a maior parte do livro.




Em Maryland, a cientista especialista em aranhas, Melanie Guyer, continua tentando entender o objetivo das aranhas, como elas evoluíram ao ponto de se alimentarem de seres humanos e a estratégia por trás dos ataques. E, sim, há uma estratégia. Isso porque as aranhas pegaram todos de surpresa e tinham a capacidade de dizimar muito mais pessoas, então por que não o fizeram?
"Podemos segurar esse pessoal todo aqui à vontade, examinar todo mundo até o fim dos tempos, mas o bicho já pegou. Em algum lugar, alguém que conseguiu fugir de Los Angeles está transportando aranhas. Ou, mesmo se não tiver ninguém, também não faz diferença. Aquelas aranhas morreram, mas puseram um monte de ovos, não foi? Ou seja, elas vão voltar. Estamos protegendo um galinheiro vazio."
Em Los Angeles, o caos está armado. Enquanto um grande esquema é organizado para incendiar um enorme estádio - Staples Center - que está repleto de bolsas de ovos com aranhas, um outro esquema é trabalhado para furar a zona de contenção. Dois vigaristas armam para que as pessoas acreditem que ele é um profeta de Deus e vai salvá-las... tudo o que ele precisa é de alguns candidatos bem dispostos a se sacrificar pela causa, sendo fuzilados pelo exercito enquanto o resto escapa do bloqueio.
"Eu nunca imaginei que o desafio da sobrevivência fosse descobrir um jeito de matar o tempo."

Em Desperation, Califórnia, temos nossos casais não tão favoritos que se prepararam para o fim do mundo e estão em seu abrigo subterrâneo morrendo... de tédio. É isso aí, enquanto todos estão correndo de um lado para o outro, nossos bem preparados amigos se embebedam e jogam baralho. Mas quando chegam ao limite do tédio (mesmo não tendo tanto tempo assim que estão lá dentro), Gordon e Espingarda resolvem construir um lança chamas para se distraírem... é. Então, quando acabam e se voltam entediados novamente resolvem construir uma arma contra aranhas. Mesmo não tendo a menor possibilidade de uma aranha entrar no abrigo... Problemas de gente rica né, vai entender

Em Minnesota, nosso policial favorito Mike Rich tenta descobrir o que fazer com o local de infestação que encontrou, resolvendo o assunto do modo tradicional: fogo. 
"A premissa do Protocolo Espanhol se revelou incrivelmente simples: desmembrar o país na maior quantidade de pedaços independentes possível, para tentar criar pelo menos algumas ilhas de segurança."

E temos finalmente a Casa Branca, que é onde as decisões importantes vão ser tomadas. E que decisões! Após uma conferência realizada com vários cientistas a presidente resolve, com pesar, colocar em ação o protocolo espanhol: que é basicamente a última alternativa para conter a expansão das aranhas, explodindo as estradas e ferrovias para que as pessoas não possam se locomover carregadas de aranhas dentro de si e piorando o que já está muito ruim...

Mas talvez seja tarde demais... uma bolsa de ovos gigantesca é encontrada, diferente de todas as bolsas que viram até então e que promete uma nova onda de ataques das aranhas, e que tem o potencial de ser pior do que tudo que já tinham visto até então.
"Todos concordamos que é muito importante sabermos exatamente o que há dentro da bolsa de ovos gigante que as aranhas parecem estar alimentando? Que, se essas outras aranhas engoliram tudo o que havia pela frente e agora estão vomitando para dentro de uma bolsa de ovos que parece ser do tamanho de uma picape, nós temos que descobrir o que vai sair dali?
E por que ela está brilhando?"

Só nos resta esperar para ver que desfecho nosso querido Ezekiel tem preparado para nós, espero que seja bem empolgante... 


Compartilhe!

20 comentários :

  1. Oi, Nanda.

    É inegável a originalidade do autor em criar uma trama como essa tão submersa. Afinal, nesse cenário aterrorizante, há muito o que explorar. E, esse temor causado na população, também causa uma certa apreensão no leitor.

    Durante a leitura, eu com certeza ficaria bastante aflita, pois tenho medo de aranhas, mas ainda assim, por ver todos esses elementos inseridos pelo autor (que formam um belo enredo), eu o leria, por ser algo inovador e uma história movimentada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muito a pena, Daiane. Também não sou uma fã de aranhas na real life, mas na ficção aq gente releva! hahahha'

      Excluir
  2. Oi Amanda, sempre que vejo uma resenha dessa série logo lembro de um filme trash bem antigo que assistia no cinema em casa, Aracnofobia, a trama era diferente pelo que me lembro mas lendo a resenha achei que essa série também daria uma boa adaptação. Como esse é o segundo livro, acho natural que dê uma certa caída, geralmente acontece nos segundos livros né, mas com o final te deixando instigada espero que a trilogia termine bem e vou ficar de olho na resenha ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAAAAAAAAAAAAAAHHHH, eu também Lili. Na verdade logo depois depois que eu terminei de ler o primeiro eu fui assistir esse filme! Super queria que houvesse uma adaptação dele <3

      Excluir
  3. Nanda!
    Tive a oportunidade de ler A Colônia e foi um livro que me conquistou totalmente por vários motivos.
    Fiquei um pouco decepcionada em saber que nessa continuação, não há tanta adrenalina quanto o anterior, ainda assim, tem um final aluscinado e quero de qualquer jeito poder ler.
    “Nunca sei se quero descansar porque estou realmente cansada, ou se quero descansar para desistir. “ (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JUNHO - 5 GANHADORES
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, eu fiquei meio desanimada durante a leitura porque o livro tava num ritmo e eu em outro, mas o final pelo menos não deixou a desejar. Espero que o último seja bem emocionante! *.*

      Excluir
  4. Olá Nanda!
    Não conhecia o livro ainda, primeira vez que leio algo sobre, curti bastante, a história me chamou atenção, espero te ruma oportunidade de conhecer melhor e a escrita tbm.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Aline :D
      Meu preferido segue sendo o primeiro até agora, mas o ultimo da trilogia promete bastante!

      Excluir
  5. Olá, vejo que a esse segundo volume da trilogia consegue ser tão bom quanto o primeiro, embora neste as aranhas estejam mais comportadas e menos sedentas kkkk. Enfim, o autor consegue manter a qualidade e entrega a continuação nessa história no mínimo surreal de maneira crível e bem construída, deixando o leitor louco pelo desfecho. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, mas o terceiro vai chegar com tudo, tenho fé! hahaha'

      Excluir
  6. Para mim esse livro é mais que suspense é terror mesmo, só de ler a resenha passei mal, não curto o assunto, a capa , nada , Está bem que muitas pessoas gostam do gênero, mas não consigo, vai além das minhas forças, ,só espero que no livro consigam descobrir uma arma que acabe de vez com esses insetos pavorosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mariângela!
      Kkkkkk é, tem pessoas que são bem sensíveis a certos temas, normal. Provavelmente vão encontrar uma arma, mas mesmo ganhando, com a quantidade de baixas que houveram... de qualquer jeito a humanidade perdeu, mesmo destruindo as aranhas. Espero que o final da trilogia seja emocionante!

      Excluir
  7. Gostaria de ler esses livros, achei diferente esse ataque das aranhas só tinha visto em filmes. Achei interessante o fato delas poderem se passar pelos humanos, deve ser difícil saber quem foi infectado. A leitura deve ser envolvente com essa caça aos ovos, é uma pena ter deixado para as aranhas aparecem só lá pelo final, mas fiquei curiosa com ele que parece surpreender e muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maria!
      Simmmm, ele é bem surpreendente mesmo. Vale muito a pena investir na leitura, espero que o terceiro seja ainda melhor <3

      Excluir
  8. Oi!
    Já tinha visto o primeiro livro, só que não sabia que era uma serie, achei bem interessante a ideia de toda a serie e uma distopia sobre aranhas, algo que nunca tinha imaginado, fiquei curiosa para saber mais e gostei de o autor não ter colocado só ação na serie, mas ter desenvolvido a ideia, deixando a historia mais coerente !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, melhor ainda são as várias teorias que eles desenvolvem pra explicar o surgimento dessa nova espécie kk'
      Foi um dos melhores livros que li nessa temática <3

      Excluir
  9. Olá! Confesso que não conhecia os livros, e definitivamente esse enredo não é para mim. Invasão de aranhas (socorro) já fico até arrepiada. Toda a história parece ser bem estruturada e de tirar o fôlego, mas essa leitura eu passo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKK
      Poxa, Elizete! Não é assustador não </3
      Mas sou suspeita pra falar porque gosto de uma certa dose de carnificina...

      Excluir
  10. Eu adorei o primeiro livro. Foi uma leitura maravilhosa. A principio achei que o livro fosse de terror pois não tinha lido a resenha na epoca. Me apaixonei completamente pelo livro. Ja quero ler o segundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carolina!
      Eu também! Foi amor à primeira vista, mas o primeiro segue sendo o melhor para mim... Vamos esperar que o terceiro saia logo *-*

      Excluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei