02 junho 2018

[Resenha] Engano Irresistível - Vi Keeland


A primeira vez que vi Caine West foi em um bar. Ele notou que eu o estava encarando e deduziu que fosse um flerte. Quando veio falar comigo, coloquei-o na linha, exasperando tudo o que eu pensava sobre ele ser um mentiroso, traidor e egocêntrico.
Sabe, aquele delicioso canalha havia levado minha amiga para jantar; depois, foram para cama e ele nem sequer mencionou que era casado. Por isso, merecia cada xingamento que saía da minha boca. Quando terminei, um sorriso preguiçoso se expandiu em seu rosto perfeito em resposta ao meu sermão. Só então percebi que o homem para o qual eu vociferava impropérios não era o cara certo. Ops. Lindo engano.
Com vergonha, saí sem me desculpar e achei que nunca mais veria o estranho bonitão na vida, certo? Foi o que pensei... Até chegar à aula na manhã seguinte... Olá, professor West, sou sua nova assistente. Trabalharei diretamente abaixo de você... no sentido figurado. Embora trabalhar debaixo do professor West não fosse uma má ideia...

Livro: Engano Irresistível || Autor: Vi Keeland
Editora: Universo dos Livros ||Ano: 2018 || Gênero:  Romance
 Classificação: estrelas || Resenhista: Lala
Antes de mais nada, preciso dizer que sou fã da Vi Keeland, já li 11 livros da autora, mas isso não me torna cega ao clichê que todos os seus livros trazem, mas depois eu volto para isso. Deixa eu apresentar para vocês a história de Rachel e Caine.

A sinopse já resume bem o primeiro capitulo. Rachel está em um bar e vê o Caine do outro lado, mas acha que ele é o ex (casado) da sua amiga, sendo a impulsiva que ela é, não perde tempo e diz poucas e boas ao coitado. Eventualmente, ela conversa com a amiga e percebe que se confundiu, mas nem se importa, afinal, ela nunca mais verá o cara do bar.

O que óbvio, não acontece. No dia seguinte, ela chega (atrasada) para a primeira aula com o novo professor que ela deverá ser assistente, e quem é esse professor? O cara do bar, claro!

A partir dai, nós começamos a acompanhar essa confusão em forma de romance que acontece no presente e temos alguns vislumbres do passado narrado por Caine, e desde o começo. nós percebemos que a história desses dois está mais entrelaçada do que imaginávamos, uma história cheia de 'acasos' e mistérios.



Rachel é uma personagem que eu não me identifiquei muito, ela é super explosiva e está sempre mandando o Caine se f#der, mas dois minutos depois já está beijando-o. Apesar disso, ela é divertida e doce quando quer. Estudante de música, não toca nenhum instrumento, e está fazendo seu mestrado focado em como a música pode ajudar pessoas com doenças mentais, como Alzheimer por exemplo, essa foi uma parte do livro que eu gostei bastante, o envolvimento da música e o seu poder de cura.

Caine por outro lado tem complexo de mártir, acha que tudo de errado no mundo é culpa dele, o que confesso torrou minha paciência e tirou um pouco da sedução que ele deveria ter. Porem, ele é um cavalheiro, geralmente gentil, e colocando Rachel em primeiro lugar, o que foi um balanço para o lado cansativo dele.

Engano Irresistível é um romance único com ponto de vista alternado. A história em si tem tudo para ser maravilhosa e de fato é muito linda com um caráter bem sofrido, traz temas pesados como violência doméstica e alcoolismo, mas desde o começo já podemos perceber onde isso vai levar, e eu fiquei esperando por algo a mais, que nunca teve. Vi que algumas pessoas se surpreenderam com o que aconteceu mais para o fim (zero spoiler), porém eu realmente já tinha imaginado isso e não foi surpresa alguma, espero que você consiga se surpreender, o que eu acho que fará toda a diferença.

Mesmo que sempre tenha um clichê em suas histórias, a autora consegue trazer algo de diferente em seus livros, fazendo com que a gente se sinta um certo conforto com a história, mas ao mesmo tempo, nos revigora com um elemento novo. E isso é o que sempre adorei nos livros da Vi Keeland. Apesar desse não ser um dos meus favoritos, eu sem dúvida indico. Tenho certeza que você vai se encantar e emocionar. Mas leia todos os outros dela também, se já não é, tenho certeza que se tornará fã da autora.

Compartilhe!

8 comentários :

  1. Oi Lala, eu li poucos livros da Vi mas os que li já deu pra perceber que ela escreve aquele clichê bem escrito e envolvente e mesmo quando não há tanta surpresa com os rumos da história como foi o teu caso com esse livro, ele é muito bom. Assim, quero sim ler esse livro, amei a capa e a resenha também, vou sem tantas expectativas mas sabendo que vou gostar :D

    ResponderExcluir
  2. Laura!
    Nunca li nenhum livro da autora, mas acredito que irei gostar, porque amo clichês.
    Uma pena que não tenha se identificado com Rachel por ela ser explosiva e em seguida, estar se agarrando com Caine. E com ele por ter complexo de mártir, ainda assim, acredito que seja um bom livro, pois aborda temas importantes como a violência doméstica e alcoolismo.
    Desejo um mês repleto de realizações!
    “O que eu sinto eu não ajo. O que ajo não penso. O que penso não sinto. Do que sei sou ignorante. Do que sinto não ignoro. Não me entendo e ajo como se entendesse.” (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JUNHO - 5 GANHADORES
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Laura.

    Esse passado que os une, me deixou com uma pulga atrás da orelha.

    O leitor ter a possibilidade de ver o ponto de vista ambos, torna tudo mais emotivo, por sabermos tudo o que eles estão sentindo. E, confesso que gosto muito disso.

    ResponderExcluir
  4. Eu não conheço essa escritora . Mas a Rachel me parece um bom personagem ,uma profissão interessante ,com comportamento explosivo,e isso que acontece com ela no bar, e no dia seguinte na sala de aula, que confusão,lembra aqueles filmes da sessão da tarde, em que sabemos onde e como termina. Parece que ela é bipolar rsrsrs. Vou pesquisar sobre essa autora, fiquei interessada.

    ResponderExcluir
  5. Olá, confesso que a única parte que me chamou atenção na trama foi o fato da protagonista se especializar para algo voltado ao alzeimer, porque o resto do enredo é extremamente genérico. A personalidade do Caine aparenta ser bem superficial, dando a impressão que a autora só quis mantê-lo a partir de sua aparência e do efeito que ele tem sobre Rachel. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li nenhum livro da autora e esse não chamou minha atenção os personagens parecem que são cansativos e não tem nada que surpreenda no enredo, gosto de reviravoltas e de umas surpresas nas historias rs. Mas parece ser divertido com essa confusão da personagem no bar e gostei da parte que fala sobre a música.

    ResponderExcluir
  7. Sinceramente fiquei mais curiosa em ler o livro pela sua resenha do que pelo livro em si. Eu gostei da história, mesmo pelos lados negativos, despertou a vontade de ler. Espero que o final seja legal pelo menos.

    ResponderExcluir
  8. Olá Laura!
    Não tinha conhecimento do livro ainda, gostei bastante, não conheço a escrita da autora tbm, será uma oportunidade e tanto, vai para a listinha.
    Bjs!

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei