22 maio 2018

[Resenha] Serafina e a Capa Preta - Robert Beatty

Serafina nunca teve motivos para desobedecer ao seu pai e se aventurar além da Mansão Biltmore. Há espaço de sobra para ser explorado naquela casa imensa, embora ela precise tomar cuidado para jamais ser vista. Nenhum dos ricaços lá de cima sabe da existência de Serafina; ela e o pai, o responsável pela manutenção das máquinas, moram secretamente no porão desde que a garota se entende por gente. Mas quando as crianças da propriedade começam a desaparecer, somente Serafina sabe quem é o culpado: um homem aterrorizante, vestido com uma capa preta, que espreita pelos corredores de Biltmore à noite. Após ela própria ter conseguido – depois de uma incrível disputa de habilidades – escapar do vilão, Serafina arriscará tudo ao unir forças com Braeden Vanderbilt, o jovem sobrinho dos donos de Biltmore. Braeden e Serafina deverão descobrir a verdadeira identidade do Homem da Capa Preta antes que todas as crianças... A busca de Serafina a levará ao interior da mesma floresta que tanto aprendeu a temer. Lá, descobrirá um esquecido legado de magia, que tem relação com a sua própria origem. Para salvar as crianças, Serafina deverá procurar as respostas que solucionarão o quebra-cabeça do seu passado.

Livro: Serafina e a Capa Preta || Série: Serafina # 1 ||Autor: Robert Beatty
 Editora: Valentina  || Ano: 2018 || Gênero:  Suspense, Fantasia, Mistério, Ya
 Classificação: 3 estrelas || Resenhista: Lud


Eu estava aguardando o lançamento desse livro desde que foi anunciada a compra pela Editora Valentina. O site maravilhosos do autor e o livro ter sido comprado pela Disney para uma adaptação também intensificou a minha curiosidade. 

Nesse livro vamos conhecer a história de Serafina, uma menina diferente de todas as outras e que é mantida em segredo pelo pai. Serafina vive escondida, mas não apenas por não terem autorização para morar no porão da Mansão Biltmore, mas por ela ser fisicamente diferente. Ela é mais rápida, consegue escutar e enxergar melhor do que qualquer um, ela também possui um olho incomum para os humanos.

Um dia tudo muda na vida da Sera, acostumada a observar os moradores e desejar conviver com eles, usar os vestidos extravagantes das meninas e tudo mais: ela se vê testemunha de um crime. Um homem vestindo uma capa preta tenta levar uma das meninas da mansão. Com a intenção de ajudar, Sera vai atrás dos dois e presencia a menina ser engolida pela capa, apesar de sua intervenção. Sem ser capaz de ajudar a menina, Sera está em apuros quando o homem foca sua atenção nela. 

Na mansão, todos estão apreensivos com o desaparecimento de mais uma criança, o que causa uma comoção para encontrar as meninas. E é aí que Sera encontra um aliado, o sobrinho do dono da Mansão - Braeden - que vê em Serafina uma nova amiga, em quem ele pode confiar. Então, os dois embarcam em uma aventura para descobrir quem é esse homem misterioso em uma capa. Mas Serafina estava proibida pelo pai de entrar na floresta... o que ela esconde que faz seu pai temê-láatanto?

Nessa busca por respontas, Serafina vai encontrar mais do que a identidade de um assassino: ela vai encontrar o que existe na floresta tão temida. 


Acho que não é segredo para ninguém que eu amo um YA, ainda mais quando envolto em aventura e fantasia. E esse livro tem tudo isso.

Serafina é o tipo de personagem que eu espero encontrar nesses livros. Uma menina curiosa e corajosa, que embarca em uma aventura para salvar as crianças em perigo, mesmo colocando a si mesma como um alvo. Braeden é uma graça, um verdadeiro cavalheiro e amigo para Sera.

O pai foi um misto de sentimentos. Eu o entendia em alguns momentos, e em outros, eu precisava de algumas respostas, que não saíram a partir dele, a própria Sera teve que achar as respostas sozinha. Mas eu entendo ele, entendo a construção do personagem. Um homem muito simples, com conhecimento limitado e pouca curiosidade.

A trama em si é um misto de suspense/mistério e terror (mas bem de leve). No decorrer da leitura cruzamos com algumas pistas, e junto com as duas crianças, vamos tentando desvendar o quebra-cabeça.

O que me deixou um pouco insatisfeita, foi a descoberta do que Serafina é. Ela descobre, mas não tem muito uma explicação do porquê ela é isso, como isso existe. Aliás, falta explicação desses seres sobrenaturais, uma introdução do mundo em si. Não que precisa de muita, porque não é um mundo totalmente criado, é nosso mundo normal, com inserção de elementos sobrenaturais. O que me deixa curiosa para saber como o autor elaborou isso, como ele pensou nesses elementos.

O começo do livro foi um pouco lento para mim, talvez por acompanharmos apenas a Serafina e sua imensa solidão na mansão. Sem amigos, sem a compreensão do pai, ela vive em seu próprio mundo. Mas depois a leitura emplaca muito bem, e só paramos de ler quando o livro acaba.

Mas, como uma série, eu espero algumas explicações no próximo livro. A capa fala por si só, ela é maravilhosa, e as outras capas da série são igualmente lindas e combinam. Agora, só resta esperar pela próxima aventura.

Compartilhe!

11 comentários :

  1. Oi, Lud.

    Esse livro chamou a minha atenção rapidamente, por ter esse mistério no ar.

    Mesmo sob circunstâncias perigosas, a Serafina tem a sua importância na história por, através dela a identidade e os mistérios envolvendo o tal homem, virem à tona.

    Tudo isso, provoca no leitor a curiosidade em saber o desfecho dos mistérios e em como tudo vai acabar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daiane,

      O mistério e a aventura é bem legal, e descobrir as coisas com as crianças é mais ainda.
      =)

      Excluir
  2. Gostaria de ler adoro uma aventura, fiquei curiosa com o mistério que envolve a personagem e o que tem nessa floresta isso deve deixar a leitura bem envolvente. Os personagens principais parecem ser uma graça e que conquista o leitor fácil. Que legal que terá adaptação, espero gostar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Maria,

      eu adorei isso do mistério, a emoção de descobrir as coisas!
      Espero que goste do livro.

      Excluir
  3. Olá Lud!
    Tenho acompanhado algumas resenhas sobre o livro e adorando conhecer opiniões diferentes, eu estava com mtas expectativas em relação á leitura até que li uma bem negativa, então eu deixei a ansiedade um pouco de lado, espero curtir a leitura e não me decepcionar.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Aline,
      A expectativa pode estragar um livro, experiencia própria.
      Agora que você deu uma desencanada, aconselho a ler e espero que goste.

      Excluir
  4. Amei a Serafina já de cara. Gosto dos suspenses leves e toda essa história está por trás dele. To curiosa aqui pra saber o que a Sera é, gostei dessa ideia do autor de colocar a descoberta desse passado dela justamento em meio a esses crimes que só ela sabe quem é o culpado. Creio que o Pai também é um personagem muito interessante e, como você disse, espero que haja uma continuação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Luana,
      é um bom livro sim, e já estou ansiosa pela continuação.

      Excluir
  5. Lud!
    A capa é bela e pelo jeito, todo desenrolar da aventura ainda melhor.
    É por isso que amo os livros infanto juvenis, nos transportam paa lugares que nem imaginávamos que poderíamos ir.
    Quero descobrir quem é esse danado da capa preta...kkkkkk
    Maravilhoso final de semana!
    “O meu objetivo é colocar no papel aquilo que vejo e aquilo que sinto da mais simples e melhor maneira.. “(Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieeee,

      eu também adoro livro infanto-juvenil !!! <3

      Excluir
  6. Esse mesmo sendo série eu vou ler. Adoro histórias de suspense, fantasia e mistérios. Bom quando o leitor vai descobrindo junto com o personagem as coisas. Sobre o começo ser lento,eu gosto essa parte em que Serafina ainda vive escondida na mansão ,gostei do enredo. Lindo.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei