21 maio 2018

[Resenha] A Rosa e a Adaga - Renée Ahdieh

Inspirada nos clássicos contos do livro As mil e uma noites, produzidos entre os séculos XII e XVI, Renée Ahdieh criou uma história que conquistou leitores e chegou ao topo da lista de best-sellers do New York Times. A rosa e a adaga conclui o enredo de romantismo, traição, intrigas e mistério iniciado em A fúria e a aurora.
A jovem Sherazade chegou a acreditar que seu marido, Khalid, o califa de Khorasan, fosse um monstro. Mas por trás de seus segredos, ela descobriu um homem amável, atormentado pela culpa e por uma terrível maldição, que agora pode mantê-los separados para sempre. Refugiada no deserto com sua família e seu antigo amor, Tariq, ela concentra forças para quebrar a maldição e voltar a viver com seu verdadeiro amor.
Com uma narrativa envolvente e repleta de referências à cultura árabe, a autora desenvolve um universo de intriga política, magia negra e relações complexas. Os personagens, que em A fúria e a aurora já haviam conquistado o coração dos leitores, tornam-se ainda mais marcantes, profundos e sedutores.




Livro: A Rosa e a Adaga || Série: A Fúria e a Aurora # 2
 Autor:  Renée Ahdieh || Editora: Globo Alt | Ano: 2017 || Gênero: Fantasia, YA
Classificação:  4 estrelas || Resenhista: Daiana
A Rosa e a Adaga inicia-se exatamente após os últimos acontecimentos do primeiro livro, A Fúria e a Aurora. 

De um lado Khalid, tentando reconstruir o que sobrou de Khorasan. Do outro, em um acampamento no meio do deserto, com sua irmã e seu pai doente, Shazi; em sua insistente busca por uma maneira de quebrar a maldição de Khalid e evitar o derramamento de mais sangue inocente. E, como plano de fundo dos dois, uma guerra um tanto quanto equivocada, que está sendo magistralmente orquestrada pelo inimigos do rei de Khorasan.

Nesse segundo livro, Sherazade vai encontrar um importante aliado em sua jornada, Musa effendi, e além dele, um novo personagem para lá de singular. 

“Mas sofrimento muda tudo. Porque é fácil ser bom e gentil em tempos de fartura. Os tempos difíceis eram os que definiam um homem.”

A magia foi mais do que mera coadjuvante, como no primeiro livro. Finalmente o Tapete Mágico mostrou o ar de sua graça! Wow! 

Os personagens secundários tiveram mais destaques, tais como a Irsa e o Rahim. Isra,  particularmente, nos mostrou toda sua força e nos conquistou com seu coração nobre e generoso. Tariq continua sendo aquele personagem que você não sabe se ama ou odeia, e eu sentir muita falta da Zoraya.

Shazi é uma personagem forte, ousada e persistente, e isso é evidenciado a cada passar de páginas desse livro. Ela é aquela heroína que você respeita!
Jahandar, o pai da Shazi, ainda mais corrompido, continua odiável. Que personagem mais detestável! 
Ah! Algo digno de nota, é que eu gostaria de um conto sobre o Rajput s2 (Pausa para os suspiros).

“[...] Seu forte e orgulhoso rei. Seu belo e arrasado monstro. O garoto que ela amava além das palavras.[...]”

O único ponto negativo para mim nesse livro, foi um acontecimento verdadeiramente desnecessário nas últimas páginas. Eu ainda estou tentando processá-lo até agora, e está sendo muito, muito difícil aceitar Reneé!

“– Você é tudo o que sou. 
– E você é tudo que serei”

Novamente a cultura Árabe é muito bem explorada e apresentada nesse livro. E você não consegue não ter vontade de pegar um avião e viajar até lá. Já até coloquei no meu roteiro de viagem! 
A escrita da Reneé continua impressionante, uma narrativa realmente maravilhosa!

"O antigo ditado é verdadeiro, Sherazade al-Khayzuran: Apenas fugimos daquilo que realmente nos assusta!" - p. 132

A Fúria e a Aurora foi um livro hipnotizante. Fiquei impressionada com a adaptação de As Mil e Uma Noites que a autora teceu. Uma história cheia de magia, reviravoltas e um epilogo maravilhoso!
Shazi e Khalid são aqueles personagens que nos fazem acreditar que poderíamos nos sentar em um tapete mágico e atravessar o oceano em busca do nosso felizes para sempre. 

Se eu recomendo a duologia?  Deveria ser leitura obrigatória na vida de cada leitor!

"- Já que não pode dizer, pode ao menos me contar quanto me ama? - Das estrelas, para as estrelas."'

Compartilhe!

10 comentários :

  1. Olá!
    Eu tenho o primeiro livro e á inclui na minha meta, eu espero conseguir ler o qto antes pois estou bastante curiosa pra conhecer a história, pelo que acompanho o enredo está agradando mtos leitores.
    bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Aline!
      Tenho certeza que a duologia irá te agradar também! Bjs!

      Excluir
  2. Um possível confronto em um momento delicado, no qual o Khalid está vivenciando, traz para a trama uma carga de apreensão com o que vai desenrolar a partir daí.

    Nessa empreitada, a suma importância e sua capacidade do papel da mulher ficando em evidência, é algo fantástico.

    Em um futuro muito próximo, pretendo fazer a leitura dele.

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Bom ver que a continuação é ainda melhor que o primeiro livro e que Sherazade consegue seus intentos, além de podermos conhecer um pouco mais sobre sua irmã.
    Quero muito ler a série.
    Maravilhosa semana!
    “Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente. A maioria das pessoas nunca ouve. “(Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rudy!
      Tenho certeza que você também irá se apaixonar! Bjs!

      Excluir
  4. Pretendo ler essa duologia, adoro magia e reviravoltas. As personagens femininas parecem que arrasam nesse volume, adoro quando elas são assim. Adoro saber mais sobre outras culturas, parece que o livro foi bem trabalhado, embora fiquei preocupada com o ponto negativo, me perguntando se também não vou gostar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maria!
      Em relação ao ponto negativo, dificilmente alguém irá gostar, porém não é nada que comprometa a leitura ou a qualidade da história. Pode ler sem medo! Bjs!

      Excluir
  5. Não acredito que eu fascinada na cultura árabe não conhecia essa duologia. Uma fantasia incrível, misturada com um romance creio que não tem como dar errado. Fiquei super apreensiva com tudo que aconteceu com esse casal e agora estão separados cada um lutando pelo que foi perdido. Que lindo ver a Shazi lutando pelo seu amor e família, mais uma mulher forte pra gente conhecer <3 Ai e sobre esse final ai que você ainda esta processando ? fiquei com medo kkk espero que o casal tenha conseguido terminar a história juntos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luana!
      Pode ler sem receio!
      A autora caprichou ai finalizar a duologia. Não perca mais tempo, corre para conhecer a Shazi menina!
      Bjs!

      Excluir
  6. Que livro lindo, concordo que deveria ser leitura obrigatória,que romance maravilhoso .A capa é linda, os personagens um sonho, livro pra ler sonhando e torcendo por um final feliz digno de As mil e uma noites, pena ser continuação.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei