15 maio 2018

[Resenha] Palácio de Mentiras - The Royals 03


'De inimigos mortais a aliados improváveis, dois adolescentes tentam proteger tudo o que mais importa para eles. Ella Harper foi capaz de superar cada um dos obstáculos que surgiram em seu caminho. Forte e resiliente, ela está disposta a fazer o que for preciso para defender as pessoas que ama. Mas lidar com o retorno do pai desaparecido e com o namorado cuja vida está por um fio pode ser demais para a jovem.
Reed Royal tem um temperamento afiado e punhos ágeis. Mas sua habilidade para resolver problemas com violência já não é mais o bastante. Se ele quiser salvar a si mesmo e a sua garota, ele terá que superar o passado e sua reputação manchada.
Ella precisa ser forte para lidar com os Royal... isso se Reed não destruir sua própria família antes.'



Livro: Palácio de Mentiras|| Série: The Royals 03 || Autor: Erin Watt
 Ano: 2018 ||  Editora: Planeta - Selo Essência  || Gênero: NA, Drama, YA
Classificação: 4 estrelas || Resenhista: Gaby

Skoob || Compre || Editora
Resenha livro 01 , 02

Participe do Top Comentarista de Maio
Essa resenha pode conter spoilers dos livros anteriores!

E finalmente chegamos ao fim da história da Ella e do Reed. O segundo livro da série, Príncipe Partido, terminou de forma terrível, com direito a um assassinato e um personagem voltando do mundo dos mortos, logo a conclusão de todos esses plot twists era mais que aguardada. 

Começando exatamente do ponto que o outro parou, Palácio de Mentiras traz muitos problemas para os nossos protagonistas. Reed por já ser maior de 18 anos enfrenta as acusações de assassinato como adulto em um estado americano que ainda tem pena de morte, e por mais dinheiro que os Royal tenham o circulo parece se fechar cada vez mais. Algo bem comum em toda série foi a intangibilidade dos Royal e dos demais alunos da Astor Park, toda e qualquer infração era resolvida com um suborno alto, mas a situação atual de Reed não pode ser resolvida assim. Por mais que o leitor saiba que ele é inocente o caso fica cada vez mais complicado e as provas apontam todas para ele.
"Eu me beneficiei toda minha vida, por ser um Royal. Se eu ficar em apuros na escola, meu pai escreve um cheque e meus pecados são esquecidos."
Reed não é o único que está enfrentando problemas. Ainda que em menor escala, a volta de Steve dos mortos trouxe vários problemas para Ella. Acostumada com a liberdade de fazer o que quiser, ela acha difícil se acostumar com a autoridade do pai, que parece estar tentando compensar por todos os anos ausente sendo um pai extremamento rígido, que a obriga a viver com ele e a esposa mercenária, Dinah, e a proíbe de namorar Reed.

O livro é uma complicação sem fim da vida dos nossos heróis, e são essas complicações que fazem o relacionamento dos protagonistas se tornar algo crível e que faz com que os personagens evoluam e se tornem melhores. Lembro que ao ler o primeiro livro eu odiei o Reed, e agora aqui estou eu, torcendo por ele. E não só Reed melhorou muito, mas todos os Royal. Parece que a acusação em cima de Reed fez a família perceber que o único jeito de lidar com as dificuldades é permanecer unida.
"Às vezes eu ainda não consigo acreditar que todos nós nos odiávamos quando eu cheguei aqui. Reed estava determinado a me destruir. Seus irmãos alternadamente me insultando ou me ignorando. Eu fantasiava sobre fugir diariamente. E agora, eu não posso imaginar não ter os Royals na minha vida."
A série Royals pode ser comparada a uma novela mexicana, cada livro traz inúmeros acontecimentos inesperados e te prende do começo ao fim. Por mais que tenha momentos em que você odeia os personagens e as autoras por levarem a história por rumos ruins, você está lá, vidrado e em nenhum momento passa pela sua cabeça a ideia de largar o livro. Tanto que li os livros vorazmente em pouquíssimo tempo.

Palácio de Mentiras é a conclusão do romance eletrizante de Ella e Reed, mas ao mesmo tempo que concluí um arco, deixa em aberto o mundo Royal para outros livros. É impossível ler a série e não se apegar ao East e seu humor improprio, ou de querer saber como diabos funciona o relacionamento entre os os gêmeos e a namorada deles, sem falar do relacionamento fracassado entre Gideon e Savanah. É impossível conhcer os Royals e não implorar por mais. Ouso dizer que por mais que seja uma conclusão, Palácio de Mentiras é apenas o começo, manda mais que foi pouco!

Compartilhe!

7 comentários :

  1. Oi, Gaby.

    Acredito que esse e o segundo livro estão um pouco mais pesados, por ter como base, acusação de assassinato e tal, então não sei se eu vou gostar... Por não estar focado somente no relacionamento do Reed e da Ella.

    ResponderExcluir
  2. Gaby!
    Não li ainda nenhum dos livros da série e até tenho o primeiro aqui, mas li tantas resenhas negativas, principalmente falando do comportamento de Reed e da submissão de Ella, que acabei deixando para depois. Mas, se nesse livro Reed se torna um crush, cheio de amor e capaz de abrir mão de sua herança por Ella, fica mais interessante.
    “Eu gosto de escutar. Eu aprendi muito escutando cuidadosamente. A maioria das pessoas nunca escuta. “(Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO – 4 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  3. Olá Gaby!
    Eu ainda não conheço os livros d autora, mas pelo que acompanhei é bom, eu já add nos meus desejados e estou torcendo por uma oportunidade pra ler e conhecer a história, li mtos comentários positivos sobre o que me deixou ainda mais curiosa pra ler.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Parece que foi muito bem trabalhado esse último volume e quantas coisas acontecendo devem deixar o leitor aflito e a leitura bem eletrizante. É maravilhoso acompanhar o amadurecimentos dos personagens, principalmente do Reed deve ter sido bem agradável, já que ele era intragável rs.

    ResponderExcluir
  5. Amei esse livro, não conhecia mas li a resenha mesmo com spoilers kkkk. Eu amo ler esses romances que não são focados só na história do casal e sim em uma aventura que molda esse relacionamento, creio que esse livro é um desses. Adorei ver que a Ella é uma personagem super forte que luta pelos seus mesmo diante das dificuldades, isso me fez ter ainda mais vontade de ler essa trilogia.

    ResponderExcluir
  6. São três livros...mesmo tendo essa mudança e evolução dos personagens não tenho certeza se gostaria. Achei legal essa coisa de vários relacionamentos entrelaçados ,como na vida, não existe um único casal perfeito, e que muitos tem defeitos , isso torna a história mais palpável e não uma coisa de outro mundo, onde não existem defeitos nas pessoas. Esse personagem Reed deve ser bem interessante por mudar tanto do primeiro ao terceiro livro.

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei