16 abril 2018

[Resenha] A Garota do Lago - Charlie Donlea


ALGUNS LUGARES PARECEM BELOS DEMAIS PARA SEREM TOCADOS PELO HORROR...
Summit Lake, uma pequena cidade entre montanhas, é esse tipo de lugar, bucólico e com encantadoras casas dispostas à beira de um longo trecho de água intocada.
Duas semanas atrás, a estudante de direito Becca Eckersley foi brutalmente assassinada em uma dessas casas. Filha de um poderoso advogado, Becca estava no auge de sua vida. Atraída instintivamente pela notícia, a repórter Kelsey Castle vai até a cidade para investigar o caso.
E enquanto descobre sobre as amizades de Becca, sua vida amorosa e os segredos que ela guardava, a repórter fica cada vez mais convencida de que a verdade sobre o que aconteceu com Becca pode ser a chave para superar as marcas sombrias de seu próprio passado...



Livro: A Garota do Lago || Autor: Charlie Donlea
Editora: Faro || Ano: 2017 ||  Gênero: Policial, Suspense
Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Amanda


"- Caramba, garota, você mexeu num vespeiro!"

Já no embalo do Clube de Temas, março nos traz o gênero policial, que eu amo de paixão. Então aproveitei para passar esse livro na frente dos outros, bora conferir. 

Kelsey Castle é uma jornalista de grande destaque da revista Events. Muito reconhecida por seu trabalho, a bela repórter chama a atenção onde vai. Mas em um dia, sua vida dá uma guinada. Ao ser atacada e estuprada por um desconhecido durante sua corrida matinal. Kelsey, então, busca superar o trauma e continuar com sua vida e suas matérias.

Seu chefe, que não acredita que ela esteja pronta, a envia para a pequena e pacata Summit Lake para cobrir um homicídio relativamente simples e, assim, descansar um pouco no hotel 5 estrelas da região. 

Um lugar pacífico é o cenário da morte de uma jovem estudante de direito. Becca Eckersley cresceu como uma jovem bem sucedida. Filha de um poderoso advogado, ela tem toda a sua vida planejada, três melhores amigos e um futuro praticamente garantido, mas nem tudo sai de acordo com os planos e Becca acaba sendo assassinada dentro da palafita de seus pais.

O crime parece relativamente simples no começo, até que Kelsey vai se aprofundando nos detalhes. Ao conversar com o delegado Ferguson, descobre que a morte de Becca é mais do que parece e a família da jovem parece estar usando todo seu poder e influência para abafar o caso. O delegado foi praticamente obrigado a se afastar do caso e deixar a policia estadual assumir. E o crime começa a ser tratado como um assalto que deu errado.

"A cidade se encontrava cheia de policiais, e sua esperança de escapar de Summit Lake estava depositada nas mãos de uma garota de vinte anos que conhecera uma semana e meia atrás. Se existia uma imagem de perda de controle, era aquela."

Intrigada, Kelsey começa a investigar os passos da jovem estudante assassinada no dia de sua morte e reconstituir pedaços de sua trajetória. Acaba recebendo o auxílio de Rae, uma garota de vinte anos que trabalha em um café da cidade e com quem começa uma verdadeira amizade. A partir daí, Kelsey vai desenterrando os segredos escondidos de Becca. A cada novo passo, a polícia estadual aperta mais o cerco em torno da jornalista que precisa correr contra o tempo para solucionar o mistério que envolve a morte de Becca, antes de acabar presa... ou pior.

"(...) E essa falsa imagem dela se torna a realidade dele."

O livro é intercalado entre o que aconteceu antes na vida de Becca - nossa estudante assassinada -, e o que está acontecendo agora com Kelsey e a evolução da investigação. Eu fiquei mega surpresa com o final, foi um dos finais mais surpreendentes que eu já li e entrou para a minha lista de favoritos.

Esse foi o livro de estréia de Charlie Donlea, que vocês já devem ter ouvido falar já que o segundo livro dele: "Deixada Para Trás" tem feito bastante sucesso (quem ainda não leu a resenha, vale a pena conferir!). Os livros são únicos e independentes, o que é maravilhoso porque não precisamos entrar em parafuso enquanto esperamos uma continuação (apesar de entrarmos em parafuso esperando que ele escreva outro livro, qualquer livro!). A escrita de Donlea é envolvente e nos prende desde o primeiro parágrafo. Para mim, foi com certeza, um caso de amor à primeira página. 

Mal posso esperar para ler outros livros desse autor!

Compartilhe!

14 comentários :

  1. Oi, Nanda.

    Para a Kelsey, a investigação da morte da tal garota com certeza vai desencadear fatores revelantes a serem desvendados, e que possivelmente, envolve muitos interesses.

    A escrita do Charlie é excepcional!

    ResponderExcluir
  2. Olá Nanda!!
    Acompanho resenhas do livro enquanto não surge uma oportunidade de ler, pelo que andei lendo tem agradado mtos leitores e espero que cmg seja igual, pois a expectativa de conhecer a escrita e o enredo é grande.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Aline!
      Vai agradar sim, faz uma experiência, vai valer a pena!
      Bjs ;*

      Excluir
  3. Oi Nanda!
    Adoro o gênero policial, então quando resenhas desse gênero já fico super empolgada.
    Com relação ao livro, li algumas resenhas de "Deixada para trás" e super quero ler também. Quanto "A garota do lago" acho que deve ser aquelas leituras eletrizantes, com Kelsey tentando descobrir esse mistério e ao mesmo tempo correndo contra o tempo. E pelo final ser surpreendente ganhou muitos pontos pra mim, eu amo ler finais inusitados (fico meu deus que livro booom). Enfim com certeza já colocarei na minha lista de desejados.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Catarina!
      Ah, se você gosta então tem que dar uma olhada nos livros do Charlie. "Deixada para trás" está no topo da minha lista gigante de livros que quero ler.
      Bjs <3

      Excluir
  4. Nanda!
    Adoro thrillers policiais no gênero desse, onde a protagonista não parece quem realmente é, onde há mistério para ser revelado e descoberto pela morte dela, e a tensão entre os que querem descobrir a verdadeira história.
    Uma pena a história ter um furo, mas é como falou, não tira o brilho da história.
    Já anotei como desejado.
    “A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior perdoa, a inferior condena.” (Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA ABRIL – ANIVERSÁRIO DO BLOG: 5 livros + vários kits, 7 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Cismada com esse livro, a capa é bela, mas a história parece plágio de algo que já vi..
    Interessante esse começo do livro, a jornalista que sofre um estupro e tenta superar indo para outra cidade fazer uma investigação sobre um crime,poderia ser algo simples mas Becca a moça que foi encontrada morta escondia muitos segredos sobre sua vida, isso que Kelsey vai tentar descobrir,ao mesmo tempo que é ajudada por uma moça local com quem faz amizade. Vou anotar porque estou viciada nesses livros policiais e de suspense. Principalmente se o final é surpreendente.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É surpreendente sim, acho que dificilmente alguém esperaria o que aconteceu. Espero que você curta bastante!
      Bjs

      Excluir
  6. Oi Nanda,
    Sem dúvidas um enredo incrível e bem escrito.
    Gosto bastante de livros policiais, e estou bem curiosa sobre o passado de Becca, e claro, no motivo de seus pais ao invés de buscarem a solução para o caso, estarem tentando escondê-lo. Já pensei em várias coisas, mas sei que vou me surpreender!
    Kelsey é uma protagonista que parece conquistar e prender o leitor, e adorei essa narrativa intercalada.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vitória!
      Ele é bem surpreendente, tenho certeza que vai te cativar também *-*
      Beijos ;*

      Excluir
  7. Adoro esse gênero é bem intrigante e deixa a leitura contagiante, parece ter muitos segredos e mistérios envolvidos nessa morte, fiquei curiosa para saber o desenrolar da trama e quem foi o culpado. Não deve ser nada fácil para a personagem lidar com uma situação assim, ainda mais depois do que passou, a leitura deve mexer com as emoções do leitor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem difícil pra ela mesmo, mas ao mesmo tempo acredito que tenha servido como uma forma de encerramento, como uma forma de ajudar a superar o próprio trauma. Vale a pena ler <3

      Excluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei