23 abril 2018

[Resenha] Como Se Vingar de Um Cretino - Lessons in Love # 1




Era uma vez um notório visconde Dare, que seduziu lady Georgiana Halley e tomou sua inocência para ganhar uma aposta, e agora ele vai ter que pagar. O plano é simples: ela vai usar cada artifício de conquista que conhece para ganhar o coração de Dare, e então quebrá-lo. Mas o olhar do visconde tenta Georgiana a se entregar ao prazer mais uma vez, e quando ele a surpreende com um pedido de casamento, ela se pergunta: esse é mais um de seus jogos, ou dessa vez é amor verdadeiro?



Livro: Como se Vingar de um Cretino || Autor: Suzanne Enoch
 Série: Lessons in Love || Editora: Harlequin 
Ano: 2018 ||  Gênero: Romance, Romance de Época
Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Lud

A Harlequin está reeditando e publicando novamente livros de banca de autoras consagradas, lançadas há algum tempo. Essa trilogia em particular teve seu primeiro livro publicado em 2009, e agora ganhou uma nova revisão e uma capa maravilhosa.  

Nesse livro temos a história da Georgiana e do Tristan, também conhecido como visconde de Dare. Os dois já se conhecem de tempos passados, e algo aconteceu entre eles que deixou uma animosidade na relação, que nem como amigável pode ser descrita. Mas depois de seis anos, Georgie vê Tristan tendo o mesmo comportamento cafajeste de sempre ao brincar com os sentimentos de uma nova moça, então ela resolve entrar em ação. 

Junto com as amigas, ela decide dar uma lição em Tristan, ensiná-lo como ele deveria tratar uma mulher, e sua lista continha :

1. Nunca parta o coração de uma mulher.
2. Sempre diga a verdade, independentemente do que acha que a mulher quer ouvir.
3. Nunca brinque com os sentimentos de uma dama.
4. Flores são de bom tom, mas certifique-se de que são as favoritas da mulher. Lírios são particularmente adoráveis

E com isso em mente, ela se aproxima dele com a desculpa de ajudar uma das tias dele, que está com uma crise de gota e não pode ser auxiliada pelos sobrinhos, e nem pela irmã, também já com uma idade avançada. E para colocar seu plano em movimento, ela se instala na casa do visconde. E a partir daí, começa um jogo de amor e ódio.

"Ele partira seu coração e arruinara suas esperanças para o futuro. E nunca pedira desculpas por isso."

Georgie não consegue esquecer o que ele fez para ela anos atrás, mas parece que aquele Tristan não existe mais, ele mudou, está mais maduro desde que assumiu o título e a posição de chefe da família, que foi arruinada pelo pai, e agora eles sofrem de uma crise financeira. Esse novo Tristan é carinhoso, gentil, e claro, ainda a tira do sério e mexe com seu coração.

"Uma coisa parecia certa: Tristan nutria mesmo certo afeto por ela. E Georgie estava começando a gostar dele mais do que se sentia confortável em admitir. Se tinha certeza de uma coisa, contudo, era que gostar de Tristan Carroway era uma caminho certeiro para um coração partido."

Tristan descobre que, mesmo com várias mulheres em volta, ele só quer uma. Aquela que o instiga a uma discussão, que nunca está quieta e que o desafia a ser uma pessoa melhor. Ela pode estar jogando, mas ela se enganou ao pensar que ele perderia. 

"Independentemente do que estava acontecendo, não iria deixar que Georgie vencesse. Vale tudo no amor e na guerra - e isso, definitivamente, era uma coisa ou outra."



Agora sim, titia Suzanne voltou a me conquistar. Eu tinha lido outro livro dela, e não gostei muito, mas quando comecei esse, eu já sabia que seria amorzinho. 

Esse é o primeiro livro de uma trilogia envolvendo as 3 amigas, e eu não aguentei e fui espiar quem seria os pares de cada uma. E claro, quem eu mais quero ler é o último. Mas tudo bem, porque vale a pena esperar.

Eu adorei a construção dos personagens, achei que foi muito verídico todos os sentimentos da Georgie, e consequentemente, todas as suas ações durante o livro. Tristan é muito amor, adorei o jeito como ele a desafiava, as promessas veladas no meio da discussão. Mas uma parte que me pegou foram as tias dele: enquanto cada um tinha seu próprio plano, elas tinham os delas em andamento. Essa parte foi uma surpresa, e foi tipo: vocês, crianças, não sabem de nada. 
    
- Ah, bobagem. A briga que Georgie e Tristan tiveram foi há seis anos. Você preferiria que ele se casasse com uma daquelas debutantes sonsas? Aqueles dois formam um casal perfeito.
- Sim, como pólvora e fogo.

Além dos personagens principais, temos os secundários, que por incrível que pareça, a autora não dá as dicas que de quem serão os pares. Geralmente, os autores puxam um pouco do casal do próximo, mas aqui você sabe que serão as amigas, mas não com quem. E isso só aguça ainda mais a curiosidade.

Bem, eu amei esse livro, achei que ele trás tudo o que esperamos de um romance de época, além daquele toque divertido que só a Suzanne sabe dar. 

Compartilhe!

14 comentários :

  1. Oi, Lud.

    "Como Se Vingar de Um Cretino", tem o enredo perfeito, no qual o coração que está em jogo, e é claro, o pagamento de algo terrível na mesma moeda.

    Afinal, há sentimentos em jogo, bem como remissão. E é compreensível que a Georgiana queira que o Tristan prove do seu próprio veneno.

    Cabe ao Tristan provar, agora, a veemência dos seus sentimentos, e convencê-la disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Daiane,

      exatamente isso, e no processo os dois acabam vendo que ainda se amam!

      =)

      Excluir
  2. Olá Lud!
    Por se tratar de romance de época minha atenção é maior ainda, gosto mto do gênero, já estou de olho nesse livro e torcendo mto pra que uma chance chegue logo e eu consiga conhecer a escrita d a autora tbm, a história parece mto boa, adorei a listinha de Georgiana...

    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Aline, espero que goste do livro quando tiver a oportunidade de ler.

      Excluir
  3. Oi Lud,
    Eu ainda não tive oportunidade de ler nada da autora e mesmo tendo curtido bastante esse, eu esperava algo mais. Amo clichês, mas os romances de época andam ficando tudo a mesma coisa...
    Fico imaginando como naquela época as mulheres sofriam, assim como Georgie, deve ter sido uma humilhação esse "fato" que os deixou mais como inimigos do que amigos, rs, não sei se conseguiria construir um romance com base nisso. Enfim, sei que coloquei vários defeitos, mas ainda assim eu irei ler, primeiro porque é um dos meus gêneros favoritos, e segundo porque apesar desses pontinhos que me desagradaram eu ainda acredito que o romance foi bem formado.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Vitória, concordo com você.

      quando um gênero está muito em alta, você acaba lendo livros muito parecidos.
      Eu não leio livros de época com tanta frequência assim, quem lê mais aqui é a Luci, e eu tenho a minha preferência por Highlanders. Mas eu gosto de ler para dar uma relaxada, ou quando quero um tema em especifico.

      =)

      Excluir
  4. Oi Lud, quero ler esse livro com certeza e ver mais uma resenha positiva dele só me anima. Eu li outro livro da Suzanne que foi lançado pela Gutenberg e só o final me desagradou pois foi corrido mas a escrita dela é ótima e me vi envolvida pela história e pelos personagens, tô esperando que vá acontecer o mesmo aqui e a Harlequin tá de parabéns, espero ver muitos volumes relançados em formato de livraria, minha estante agradece haha. Amei a resenha ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Lili,

      eu lembro que você comentou nesse da Gutem.
      Esse aqui é mil vezes melhor, pode ler que você vai amar.
      Harlequin está muita amor.
      =)

      Excluir
  5. Olá Lud!
    Adorei a resenha. Quero ler muito esse livro, adoro romance de época, e que edição bem linda.Nunca li essa escritora, e gostei desse enredo da "vingança " que se transforma em amor.Acho interessante quando os personagens secundários tem papel importante ,como as tias que traçam um plano paralelo,Muito linda essas novas edições dos livros de banca. Show.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariângela,

      eu adorei esse livro, recomendo muito para quem ama romances de época. Estou louca pela continuação.

      Excluir
  6. Parece ser uma leitura gostosa e divertida com essa listinha e a vingança, gostei por ele agora estar mais maduro, não deve ter sido nada fácil para a personagem o que aconteceu entre eles no passado, entendo ela querer se vingar,quero saber como ele vai conseguir reconquistá-la.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Maria,

      Tristan é muito amor! Ele não mede esforços para conquistar o amor da sua vida.
      Estou apaixonada por ele.
      =)

      Excluir
  7. Oi Lud!
    Adoro romances de época mas nunca li nada da autora apesar de ela ser bem famoso no gênero. Só pela história o livro parece realmente ser bem amorzinho, com personagens amorzinhos e um mocinho muito fofo. Com certeza é uma leitura que muito me interessa. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Catarina,

      A autora é bem famosa lá fora com esse gênero, e fico muito feliz dela estar sendo publicada aqui no Brasil! -)

      Excluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei