15 março 2018

[Resenha] Por trás de seus olhos - Sarah Pinborough


Louise é mãe solteira, trabalha como secretária e está presa à rotina da vida moderna: ir para o escritório, cuidar da casa, do filho e tentar descansar no tempo livre. Em uma rara saída à noite, ela conhece um homem no bar e se deixa envolver. Embora ele se vá logo depois de um beijo, Louise fica muito animada por ter encontrado alguém. Ela só não esperava que seu novo e casadíssimo chefe seria o homem do bar. Apesar de ele fazer questão de logo esclarecer que o beijo foi um equívoco, em pouco tempo os dois passam a ter um caso. Em uma terrível sequência de erros, Louise acaba ficando amiga da esposa do amante. E, se você acha que sabe para onde esta história vai, pense de novo, porque Por trás de seus olhos não se parece com nenhum livro que já tenha passado por suas mãos. À medida que é arrastada para a história do casal, Louise acaba com mais perguntas que respostas e a única coisa certa é que algo naquele casamento está muito, muito errado. 


Livro: Por trás de seus olhos || Autor: Sarah Pinborough 
Editora: Intrínseca || Ano: 2017 ||  Gênero: Thriller, Sobrenatural 
Classificação: 4,5 estrelas || Resenhista: Nathy

Participe do Top Comentarista de Março
“Meu plano está em curso. Meus planos estão sempre em curso”. 

Está aqui um livro que possivelmente não vai agradar a todos. Mas assim que li alguns comentários sobre ele e sua temática, foi impossível não me interessar. Que bom que eu ignorei essa capa pouco chamativa e a falta de divulgação em torno do livro e segui com a leitura, que agora está figurando seguramente como um dos melhores que li desse estilo. A autora já era uma velha conhecida para mim através da saga Encantadas, que aliás, eu não havia gostado. Em ‘Por trás de seus olhos’ aconteceu exatamente o oposto e eu adorei essa leitura incrível! 

“Amanhã vai ser diferente. Tem que ser. Vou perdoá-lo. Sempre perdoo”. 

A história nada mais é do que um triângulo amoroso e seus limites. Louise, a amante. Adele, a esposa. David, o marido vilão/traidor. Ah se fosse tão simples! O livro tem duas narradoras principais (amante e esposa), onde a amante sempre fala sobre o presente e a esposa tem o jogo de passado versus presente, para nos fazer entender sobre como um casal tão apaixonado na adolescência foi ficar daquele jeito. E quando você pensa que já sabe tudo da história, REPENSE, você não sabe de nada. 

Quem é o bonzinho, quem é o vilão? Existe algum culpado? Esse ponto foi o mais sensacional para mim de toda a história. A autora foi nos dando migalhas sobre o tão importante passado do casal e ao invés de você ir entendendo o que está acontecendo, vai ficando cada vez mais na dúvida! 

“As pessoas nem sempre confiam umas nas outras a ponto de não terem dúvidas. Ninguém realmente espera o melhor de outra pessoa”. 

Histórias de triângulo acabam sendo um clichê, e este livro pode ser louco, ousado, mas clichê não. O toque de ‘loucura’ nele vem do fato de uma certa ‘habilidade’ que tanto a esposa quanto a amante possuem. Acho que já deixei vocês bastante intrigados com essa história incrivelmente montada para nós. Recomendo muito a leitura para quem gosta de thrillers psicológicos (este aqui é o pai de todos). 

“Eu quero chorar e nem sei por quê. Em que foi que eu me meti?”


Compartilhe!

13 comentários :

  1. Olá!

    O que dizer, sobre esse livro? Ele é totalmente insano! Detestei o final!

    Ele me envolveu do início ao fim, mas também me decepcionou. O desfecho da história não é nada daquilo no qual imaginamos. Engana, de verdade!

    No final, eu confesso, me segurei para não chorar. Não é porque é emocionante, mas sim, porque fiquei frustrada por "aquela" pessoa ter sido enganada e continuar sendo... -> de certa forma, isso não é um spoiler <- Não achei justo! A maldade vai continuar se proliferando...

    Precisei reler o final pra ver se realmente aquilo que eu tinha entendido!

    Enfim, apesar de não ter gostado tanto, esse livro não saiu da minha mente... Não sei se eu leria outro livro da autora.

    E se formos analisar bem, a capa condiz e muito com a história. Acho ela horrorosa, mas tem tudo a ver com o contexto final do livro.

    Só há duas opções: Amar ou odiar esse livro! Ele divide muitas opiniões. E apesar de tudo, eu recomendo ele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mulher não creio que vc não gostou do final! Achei muuuuito top exatamente por ter esse final hahahahhaa. Mas realmente, a maldade vai se proliferar, ainda assim, achei muito inteligente, além de insano.

      O livro realmente é desses que fica na cabeça mesmo depois de acabar de ler, do tipo ame-o ou jogue-o no lixo kkkkkkk

      Excluir
  2. Oi Nathy.
    Já tenho o ebook, mas ainda não o li.
    Fico feliz em saber que você gostou bastante da leitura e até se surpreendeu.
    Adoro narrativas alternadas entre personagens diferentes e achei bem interessante ela ser feita pela amante e esposa. Com certeza são pontos de vista diferentes.
    Espero gostar bastante da leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também amo quando a narrativa é assim alternada entre os protagonistas. Parece que a nossa interação com eles é muuuuito maior. Espero que você goste da leitura :)

      Excluir
  3. Nathy!
    Fujo dos triângulos amorosos, porém aqui, parece que ele tem um sentido, embora deixe o leitor na dúvida até o final.
    Se a trama é criativa, surpreendente e bizarra, já fiquei interessada, ainda mais por saber que o final foge dos padrões normais dos termos policiais.
    Bom final de semana!
    “Quando choramos abraçados e caminhamos lado a lado. Por favor amor me acredite, não há palavras para explicar o que eu sinto...” (Renato Russo)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee! Não dá pra fugir dos triangulos, eu os amoooo! Hahahaha, me julguem, mas a verdade é que quando tem triangulo, o resto da história nem precisa ser boa que eu já me interesso. Vai entender!

      Excluir
  4. Oi Nathy!
    Desde que vi esse livro e pelo que acompanho eu não tenho mto interesse nele, talvez seja o gênero que não curto mto...
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Nossa, realmente eu fiquei intrigada, será que o marido traidor não é o vilão? Mas deve ser a amante então, não sei, só sei que fiquei bem curiosa com a história e os fatos que levaram para que ela ocorresse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ficou curiosa corre pra ler! Depois venha me contar o que achou :)

      Excluir
  6. Adoro thrillers psicológicos, mas odeio triângulos amorosos, não gosto de historias que envolvam traição, tinha ficado muito interessada nesse livro, pois o gênero mexe muito com a nossa mente e nos deixa em duvidas dos fatos, mas fiquei na dúvida se leria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um conselho? Leia! Agora que me disse que gosta de thrillers psicológicos, vc não pode deixar este aqui passar ;)

      Excluir
  7. Sou do tipo que ama uma questão a ser resolvida. Livros com aquele arzinho de dúvida e suspense sempre foram os meus prediletos,pois me arrepiavam os cabelos da nuca e me provocavam um desconforto estranho na barriga.
    E senti exatamente isso lendo a resenha de Por trás de seus olhos e jamais li nenhum livro cujo os pontos de vista da amante e a esposa traída se alternarem numa narrativa,então já fiquei bem empolgada. Então como tenho uma tendência por romances,terror,fantasia,utopia e thriler psicológico super amei o livro .
    E acredito que pelo sua descrição a história não tem nada de clichê e acho que você não o chamaria de "Pai dos thrilers psicológicos" a toa.Por isso,já quero ler. rs

    ResponderExcluir
  8. Não sabia que o livro tinha um assunto tão interessante assim eu até estranhei que no começo quando estava lendo a sinopse parecia mais que o livro era um romancezinho coisa que não condiz muito com essa capa que realmente é bem mal feita mas me surpreendi com o desenvolver da história

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei