12 fevereiro 2018

[Resenha]Uma Dobra No Tempo - Madeleine L'Engle

Um clássico da fantasia e da ficção científica emerge!
Era uma noite escura e tempestuosa; a jovem Meg Murry e seu irmão mais novo, Charles Wallace, descem para fazer um lanche tardio quando recebem a visita de uma figura muito peculiar.
“Noites loucas são a minha glória”, diz a estranha misteriosa. “Foi só uma lufada que me pegou de jeito e me tirou da rota. Descansarei um pouco e seguirei meu rumo. Por falar em rumos, meu doce, saiba que o tesserato existe, sim.”
O que seria um tesserato? O pai de Meg bem andava experimentando com a quinta dimensão quando desapareceu misteriosamente... Agora, com a ajuda de três criaturas muito peculiares, chegou o momento de Meg, seu amigo Calvin e Charles Wallace partirem em uma jornada para resgatá-lo. Uma jornada perigosa pelo tempo e o espaço.
Uma dobra no tempo é uma aventura clássica, que serviu de inspiração para os mestres da fantasia e da ficção científica do mundo, agora adaptada para os cinemas pela Disney. Junte-se à família Murray nesta jornada, entre criaturas fantásticas e novos mundos jamais imaginados.


Livro: Uma Dobra No Tempo|| Série: Uma Dobra No Tempo 01 || Autor: Madeleine L'Engle
Editora: HarperCollins Brasil || Ano: 2017 ||  
Gênero: Ficção Cientifica, Fantasia, YA
Classificação:  4 estrelas || Resenhista: Amanda

Esse é o primeiro livro da série Uma Dobra no Tempo, composta por cinco livros (Um Vento à Porta, Um Planeta em seu Giro Veloz, Muitas Águas e Um Tempo Aceitável)

Meg Murry é uma menina de 13 anos, com alguns problemas em se encaixar no meio de tantas outras crianças, mas isso não é difícil para seus dois irmão gêmeos, Sandy e Dennys, que parecem se encaixar perfeitamente em tudo. E para piorar as coisas, ela não anda muito bem na escola, anda distraída, pensando no pai e onde ele estaria. 

O pai de Meg é um renomado cientista, que em uma missão para o governo, sumiu. O governo fala que ele está em uma missão secreta e não pode entrar em contato, mas a família sabe que há algo errado. E Meg, mais do que ninguém, sabe que o pai não faria isso. 

Em um dia de tempestade, ela conhece a senhora Quequeé, que surpreendentemente é amiga de seu irmão mais novo, Charles.  Seu irmão é um verdadeiro prodígio, com um alto QI, ele consegue ver coisas além das pessoas. 

Quando eles conhecem as duas outras senhoras, Quem e Qual, elas levam os dois irmãos, mais um novo amigo, Calvin O'Keefe, na maior aventura de todos os tempos, em busca do pai de ambos, e para enfrentar o grande mal que existe no universo. Para isso, elas usam o Tesserato, que é uma dobra no tempo, que permite viajar para outras dimensões. 

“— Não olhamos para as coisas que você chama de visíveis, mas para as coisas que não se vê. As coisas que são vistas são temporais. As coisas que não são vistas são eternas.”


Esse livro foi uma grande surpresa para mim, eu devo dizer que adorei.
Ele foi publicado em 1962 e foi muito difícil, porque todos os editores não achavam bom para as crianças, que era muito complexo. E um editor confiou em Madeleine e respeitou o fato de que as crianças são inteligentes o bastantes para ler algo como ficção cientifica.

E eu acho que ele tinha toda razão, porque eu mesma não peguei algumas explicações ou acontecimentos na história, e fui capaz de ler até o final com uma enorme empolgação. Agora, você imagina isso para uma criança? Elas possuem uma imaginação mais 'solta' que nós, enquanto nós lemos livros e queremos que o autor dê todas as explicações e não achamos o livro completo se não acontece isso, as crianças conseguem preencher isso com as suas próprias histórias, elas conseguem elaborar os porquês.

Então, sim, eu adorei o livro, apesar de, como adulta, eu senti falta das tais explicações sobre algumas coisas. Mas isso não deixou o livro menos atrativo aos meus olhos.

A personagem principal, Meg, ela tem a personalidade de qualquer outra criança, ela é corajosa, e curiosa, mas ao mesmo tempo, confrontada em algumas situações, ela sente medo, dor e dúvida de si mesma em alguns momentos, e tudo isso só faz construir alguém verdadeiro.

Agora, o vilão do livro foi a melhor criação da Madeleine, um mal que se disfarça no bem. Ele se manifesta em pessoas que duvidam, que se conformam com o que lhe é imposto, que não lutam. Algo que tira sua individualidade e livre vontade. A descrição é tão singela e cabe em milhões de explicações, em milhões de formas de enxergar isso na vida real, na sociedade.

"— Você acha que as coisas sempre têm explicação? — Sim. Acredito que sempre têm. Mas acho que, dentro das nossas limitações de ser humano, nem sempre somos capazes de entender as explicações. Mas, veja bem, Meg: não é porque não entendemos alguma coisa que essa explicação não existe."

Com essa edição, Uma dobra no Tempo comemora o quinquagésimo aniversário, com direito a capa dura e uma diagramação impecável, além disso, temos um Prefácio que conta sobre a criação desses livros, que foi publicado em 1962 e em 1963 tornou-se um sucesso de crítica e público, e ganhou a Medalha Newbery.




Uma Dobra no Tempo é o futuro filme de live-action produzido pela Walt Disney Pictures. O filme é escrita por Jennifer Lee da mesma escritora e diretora de Frozen: Uma Aventura Congelante, e dirigida por Ava DuVernay e baseado no livro de fantasia e ficção científica de mesmo nome e remake no filme da Disney de mesmo nome. O filme é estrelado por Oprah Winfrey, Reese Witherspoon, Mindy Kaling, Storm Reid, Chris Pine, Gugu Mbatha-Raw, Levi Miller, Deric McCabe, André Holland, Michael Peña e Zach Galifianakis. As filmagens começou em 2 de novembro de 2016 em Los Angeles, Califórnia. O filme será lançado em 9 de março de 2018 nos Estados Unidos e em 29 de março de 2018 no Brasil. (Fonte)


Compartilhe!

14 comentários :

  1. Gostei do trailer do filme e da ideia do livro. É um livro antigo mas achei bem bacana o fato de ele respeitar a inteligência das crianças e até estimular com essa história criativa e movimentada. A resenha tá ótima e fiquei interessada na história ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Lili,

      obrigada, quando ler me conta o que achou.

      Excluir
  2. Oi Lud!
    Amando conhecer esse livro, saber que terá adaptação nos cinemas me deixa empolgada ainda mais, eu já add aos desejados e espero mto ter uma oportunidade de ler, o enredo parece bom.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Aline,

      se você curti um YA, vocÊ vai adorar o livro.

      Excluir
  3. Olá, essa é mais uma daquelas fantasias que marcam o leitor para sempre, principalmente as crianças, deixando a esse pública uma mensagem de perseverança. O trailer da adaptação está com um elenco invejável, espero que haja pelo menos um pouco de fidelidade com a obra de origem. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Alison,

      o trailer está maravilhoso né, estou louca para conferir!

      =)

      bjoks

      Excluir
  4. Quero ler, adoro historias que envolvem crianças e com viagens tempo, achei interessante o nome das senhoras ou melhor estranhos rs. Parece ser uma leitura gostosa e envolvente, esse mistério sumiço do pai da protagonista deixa a trama bem instigante. Não sabia que era cinco livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Maria,

      tudo bom?

      eu também não sabia, mas quando se acaba de ler o livro, ele apresente o nome dos próximos!

      =)

      Excluir
  5. Oi Amanda!
    Leio pouca ficção científica e são poucos livros do gênero que me prende ... A resenha está ótima, mas infelizmente não é um enredo que me prende.
    Achei que a história não condiz com a idade dos personagens e já havia reparado isso em uma outra resenha..
    Gostei do trailer, quero assistir a adaptação, quem sabe não fico com vontade de ler o livro depois.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Vitória,

      eu não leio muito ficção cientifica também, mas foi uma boa experiencia.
      Espero que se interesse por ele depois!

      Bjoks

      Excluir
  6. Conheci esse livro recentemente com o anuncio da adaptação para os cinemas, porém agora ao ler sua resenha e perceber que a obra de forma metafórica fala do bem e mal, dentro da nossa sociedade, instaurando nas pessoas fazendo com que elas percam sua individualidade me cativou bastante, além de que a edição esta incrível, a o trailer também já quero assistir.

    Venha participar do Top Comentarista e concorra o livro "O Maravilhoso Bistrô Francês": http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Lud!
    Bom ver que mesmo querendo maiores explicações sobre algumas coisas, você gostou do livro.
    Bom ver que a cada nova página virada, foi um descoberta e emoção.
    Amo ficção científica e ver um livro bem escrito, com detalhes e envolvente é fascinante.
    Adoro tema como viagem no tempo, parece que viajo junto.
    Adorei a resenha.
    “Acredite que você pode, assim você já está no meio do caminho.” (Theodore Roosevelt)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  8. Oi! Eu amo ficção científica e livros que não subestimam a inteligência do leitor, essa edição está sensacional, quero ler antes de assistir ao filme.

    ResponderExcluir
  9. Eu só fiquei interessada em ler o livro porque eu vi que vai ter adaptação que vai lançar no meio do ano mas fiquei surpreso em saber que seria uma série e não apenas um livro mas pelo que eu vi nessa sua resenha O livro é sobre viagens no tempo né e eu amo livros assim tô lendo agora da editora Morro Branco que se chama de girl in the every where

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei