05 fevereiro 2018

[Resenha] Sinceramente, Carter - Sinceramente, Carter # 1


Whitney G. Williams nos lança a dúvida: o que acontece quando você se apaixona por seu melhor amigo? Apenas amigos. Somos apenas amigos. Não, sério. Ela é só minha melhor amiga. Arizona Turner é minha amiga desde a quarta série, mesmo quando a gente “se odiava”. Acompanhamos a vida um do outro desde o primeiro beijo, a primeira vez, e somos uma constante na vida do outro quando os bons relacionamentos ficam ruins. Até nossas faculdades ficavam a minutos de distância uma da outra. Com o passar dos anos, e apesar do que dizem por aí, nunca ultrapassamos nenhum limite. Nunca sequer pensei a respeito.Nunca quis. Até que, certa noite, tudo mudou. Pelo menos devia ter mudado… Apenas amigos. Somos apenas amigos. Só estou dizendo isso até descobrir se ela ainda é “apenas” minha melhor amiga.



Livro: Sinceramente, Carter|| Autor: Whitney G. || Série: Sinceramente, Carter # 1
Editora: Universo dos Livros ||Ano: 2017 || Gênero:  Romance, NA
 Classificação: 4 estrelas || Resenhista: Lala

Arizona e Carter são amigos desde crianças - quanto ao ano exato depende de a quem você perguntar -, como toda criança, eles brigavam muito, até virarem melhores amigos e não se separarem mais.

Desde o começo, eles trocavam cartas, e é muito engraçado ver a evolução dessas cartas ao longo dos anos, essas mensagens com certeza são um ponto forte do livro.

“Prezada senhora Carpenter,
Sinto muito por ter agido mal ontem na aula. Eu não queria causar nenhum tumulto e sinto muito por ter estragado suas melhores canetas, mas não sinto por ODIAR Arizona Turner. Ela é feia e fala demais. Eu não sei por que a senhora nunca a manda para a diretoria, como faz comigo. Ela também merece ser punida e espero que ela morra amanhã para que eu não precise mais ver ela ou aquela boca de metal nunca mais.
Sinceramente,
Carter”

Arizona Turner é uma mulher bem resolvida e divertida, com TOC e um pouco de ansiedade, mas nada que atrapalhe sua vida, estuda gastronomia e sonha esse tornar uma grande chef. Para se envolver com alguém, essa pessoa precisa atender a todos os critérios da sua planilha, o que obviamente poucos atendem, e os que ela consegue namorar nunca aceitam a sua amizade com o Carter. Carter é sua prioridade, e isso não vai mudar.

Carter James é um garanhão. Ele é lindo, engraçado além de super inteligente, o melhor da turma de direito. Pega todas as mulheres que passam pela frente, mas nenhuma dura. Tem pouca relação com sua família, quem sempre está na sua vida mesmo é a Arizona. Ela é sua melhor amiga, e isso nunca vai mudar.

Apesar dos flashbacks da infância, nós começamos a acompanhar a história deles já na faculdade e desde sempre, a amizade deles foi a mesma, jamais virando algo além da amizade.
Eles são verdadeiramente melhores amigos, sabem tudo um da vida do outro, não importa os namorados(as), família, mudanças na vida, a amizade sempre está lá.

Tudo era bem inocente, até que deixa de ser. Um dia as coisas começam a mudar, eles começam a se enxergar de uma forma diferente, e mais uma vez nós acompanhamos como cada um lida com isso. Como você lida com a ideia de que aquela constante na sua vida vai mudar, as coisas entre eles nunca serão a mesma.

“Algumas pessoas entram na sua vida por uma razão, algumas duram apenas um verão e outras permanecem pelo resto da vida”

Quem nos acompanha sabe que o meu tipo favorito de romance é aquele que evolui, e amo mais ainda quando nós podemos acompanhar o desenvolvimento desse romance, porque torna os personagens tão mais criveis. E quando o romance começa na infância é impossível não se apaixonar junto com eles.

Diferente de muitos outros romances desse estilo, o mimimi é mínimo, eles enfrentam as mudanças que estão acontecendo entre eles e tentam lidar da melhor forma possível. Esse foi um grande diferencial desse livro e algo que me fez ainda mais encantada pela história. Sem contar que as cenas hots são super hots! A química entre eles é incrível e na cama as cenas pegam fogo, não poderia ser diferente, afinal, eles conhecem um ao outro melhor do que a si mesmos.

Para mim, um ponto negativo do livro foi a tradução. A escrita ficou muito formal mas ao mesmo tempo com palavras como ‘grelo’ e ‘vara’ que não são nada formais. Além dos diálogos que deveriam ser mais leves mas tiraram um pouco da diversão que senti da primeira vez que li o livro em inglês.

Whitney G. escreveu mais um livro maravilhoso com várias cenas divertidas, muita comida envolvida, mas principalmente com muito amor, amizade e personagens maravilhosos. Se você procura uma história de amor divertida e leve, sem nada mirabolante, pode apostar em Sinceramente, Carter que tenho certeza que você não se arrependerá.


Compartilhe!

9 comentários :

  1. Oi Laura!
    Sem ler o livro já estou apaixonada pela história imagina qdo puder ler?
    O enredo parece bem hot msm pelo que acompanho o livro não deixa á desejar, preciso ler urgente!
    E essa capa? Linda!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi Lala, eu estava bem ansiosa pra essa história e eu tenho esse problema com expectativas, quando elas são muitas não dá certo rsrs e gostei da história mas o final deixou a desejar pra mim, e acho que foi uma questão pessoal, não achei o motivo da desavença crível, não sei como ele pensou que ela aceitaria bem o que ele diz pra ela no aeroporto e tem a questão do personagem da volta que achei meio desrespeitoso incluir ele pra colocar aquela cena final, mesmo eu tendo amado eles ficarem juntos haha... Então, eu gostei, mas nem tanto, contudo a escrita é super fluida e quero sim ler outros livros da autora ;) Ótima resenha :)

    ResponderExcluir
  3. Adoro quando os personagens se conhecem dese a infância e o romance vai surgindo aos poucos sem que nem percebam é tão lindo. Deve ser muito bom acompanhar o amadurecimento dos dois enquanto descobrem que estão apaixonados. Já estou encantada pelos personagens.

    ResponderExcluir
  4. Olá, confesso que achei a premissa da obra genérica pra dizer o mínimo. Mas o livro deve agradar quem procura algo leve e despretensioso para ler, com personagens fáceis de entender e se identificar. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Ganhei esse livro no sorteio do top comentarista aqui do blog, e fiquei muito feliz, pois queria ler esta obra desde o lançamento. Além de que também curto muito romances que vão sendo desenvolvidos gradualmente, mesmo que eles se conheçam desde criança, ainda sim esta atração mudo, quando se tornam adultos. Uma pena que a tradução tenha ficado tão formal, prefiro quando se algo mais fluido, as cenas hot, já me deixaram curiosa. Super ansiosa por esta leitura.

    Venha participar do Top Comentarista e concorra o livro "O Maravilhoso Bistrô Francês": http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Lala
    Tem casais de livros que dão um trabalho para se entregarem um ao outro né? É o caso de Carter e Arizona, mas o bom disso é acompanhar a evolução do romance deles, sem aqueles "amores" rápidos sem pé nem cabeça!
    Esse vai pra lista dos desejados, com um mocinho como Carter é impossível não sorrir de orelha a orelha não é? Li alguns spoilers, então tenho uma elevada ideia de como vai acabar a história dos dois!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oiii,
    Adorei a resenha, também gosto de romances que evoluem e sem mimimi, só por esse pedacinho da carta do Carter sei que vou gostar dele, uma pena que a tradução não tenha ficado boa vou caçar um ebook em inglês.
    Obrigada pela dica!!

    ResponderExcluir
  8. Laura!
    Uma pena que a tradução tenha pecado, prejudicando um pouco a leitura.
    Ai meu Deus do céu!!!
    Já estou aqui passando mal só dessa capa e saber que Carter é moreno, alto, tatuado, tudo de bom, já dá vontade de elegê-lo o crush liter´rio do ano...
    E melhor ainda que o relacionamento dele com Arizona é bem completo e repleto de momentos apetitosos...
    Um maravilhoso final de semana!
    “Acredite que você pode, assim você já está no meio do caminho.” (Theodore Roosevelt)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro esses romances fofos cujos protagonistas que são amigos de infância acabam se apaixonando eu confesso que eu não dava muita coisa por esse livro Até porque não sou muito fã dos livros da autora mas foram tantas as resenhas positivas a respeito desse livro que me fizeram ter muita vontade de ler ele

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei