07 fevereiro 2018

[Resenha] Sem Fôlego - Sea Breeze #1


Sadie White acabou de se mudar com a mãe grávida para a cidade litorânea de Sea Breeze, mas seu emprego de verão não vai ser na praia. Como a mãe dela se recusa a trabalhar, Sadie vai substituí-la como empregada doméstica numa mansão na ilha vizinha.
Quando os donos da casa chegam para as férias, Sadie se depara com ninguém menos que Jax Stone, um dos roqueiros mais desejados do mundo. Se Sadie fosse uma garota normal – se ela não tivesse passado a vida cuidando da mãe e dos afazeres domésticos –, talvez estivesse impressionada com a ideia de trabalhar para um astro do rock. Mas ela não está.
Na verdade, é Jax quem fica atraído por ela. Tudo a respeito de Sadie o fascina, mas ele luta contra esse desejo: relacionamentos nunca funcionam em seu mundo e, por mais que ele queira Sadie, sabe que ela merece algo melhor. Conforme o verão passa, no entanto, essa paixão começa a deixá-lo sem fôlego – e é como se Sadie fosse a única pessoa capaz de lhe devolver o oxigênio.
Será que o amor entre os dois pode superar as diferenças em seus estilos de vida? Jax e Sadie vão precisar respirar fundo e mergulhar nessa relação para descobrir.


Livro: Sem Fôlego || Autor: Abbi Glines|| Série:  Sea Breeze #1
Editora: Arqueiro||Ano: 2018 || Gênero:  Romance
 Classificação: estrelas || Resenhista: Luci
Ultimamente, passei a gostar dos romances estilo young adult e, com certeza, Abbi Glines sabe escrever como ninguém esse estilo. Todos os livros dela, que até agora li, não me decepcionam. E Sem Fôlego entra nessa lista, por ser um romance leve, gostoso de ler, indicado para aqueles momentos em que você quer ficar em casa, relaxando e esquecendo do mundo.

O livro conta a história de Sadie White, que tem dezessete anos, mas pelos compromissos que assume, não sabe nem o que é ser adolescente ou, se um dia, foi criança. Sua mãe, com suas atitudes infantis e nem aí para o que é sério na vida, assume o papel de adolescente pedante nessa história. 

A vida sempre foi uma batalha para mim. Pelo que sei, também não costuma ser lá muito tranquila para todas as outras pessoas. Mas nunca abandonei a fantasia de que um dia não iria me sentir tão isolada do resto do mundo. Era esse sonho que me fazia seguir em frente em muitas noites, quando eu lutava contra o desejo de simplesmente desaparecer. (...)
Claro, como uma boa história, tem que ter sempre um mocinho para arrebatar o coração da personagem principal e, diga-se de passagem, os das leitoras também. Bem, Jax Stone é o ídolo teen do momento, que todos os anos, no verão, vai descansar de suas turnês pelo mundo, e onde Sadie vai trabalhar arduamente durante as férias? Sim, na casa do nosso popstar, que passa a encantá-la, pois ela não vê o astro, mas a pessoa em si, por trás da fama e de todo o brilho da sua carreira de cantor.

Jax também não deixa de se encantar por aquela jovem tão adulta que não o olha com o mesmo deslumbre que o resto do mundo. E a convivência entre os dois, mesmo estando ambos ocupando o status de patrão e empregada, passa a despertar um interesse maior, mesmo os dois sabendo que pertencem a mundos diferentes.

A minha vida não é normal. Não há espaço nela para uma amizade ou qualquer relacionamento com uma pessoa como você. Eu gostaria de passar mais tempo com você e, para ser sincero, amizade não é exatamente o que eu quero. Eu me vejo querendo muito mais, mas qualquer garota que começar um relacionamento comigo precisa ser fria para suportar a vida que eu levo. – Ele sorriu. – Você é tudo sobre o que eu escrevo nas minhas canções, mas algo que nunca poderei ter.

Mesmo consciente que no final do verão terá um coração partido e seu travesseiro como companhia para enxugar suas lágrimas, Sadie decide se arriscar a viver esse romance de verão. Afinal, depois de uma existência sem conhecer o interesse e o cuidado de alguém por ela, decide se arriscar a viver alguns momentos de felicidade.

Mas, mesmo um caso de verão com uma estrela do rock pode ser doloroso, e nem mesmo a consciência de que a relação dos dois é algo passageiro ameniza as dúvidas que surgem devido a profissão de Jax e seu modo de vida. Ela sabe contornar de forma adulta essas dúvidas, sabendo que o tempo que passará com ele é pouco, assim, tem que preservar as lembranças desse amor.

– Você é... meu ar.
Franzi a testa para ele.
– Seu ar?
Ele sorriu.
– Bom, “namorada” parece uma palavra muito superficial para o que eu sinto por você.
Porém, chega o momento em que o mundo interfere de uma forma muito cruel no relacionamento dos dois, forçando-os a enxergar uma realidade que apresenta duas opções para ambos: permanecerem juntos ou se separarem para sempre.



Bem, você pode pensar: "Nossa, mais uma história clichê. A mocinha pobre que se apaixona pelo patrão, rico e famoso". Sinto muito, mas não é somente isso! É uma história linda e apaixonante, sobre dois jovens que logo cedo assumiram responsabilidades e tiveram que amadurecer cedo, que se apaixonam incondicionalmente, independente de status social.

Alguns autores têm a habilidade de transformar enredos comuns em histórias envolventes, e Abbi Glines cumpre esse papel com Sem Fôlego,  descrevendo cenários, sentimentos e situações de uma forma tão perfeita, que é impossível não se envolver completamente. Além de colocar de pano de fundo temas bem pertinentes aos nosso dias, Sadie é claramente mais adulta do que deveria graças a alienação parental que sofreu a vida toda .

Sim, é uma leitura despretensiosa, sem aqueles dramas longos ou mistérios esperando serem desvendados. Mas, ao mesmo tempo, contém elementos que nos prende do início ao fim. Seus personagens secundários contam tanto do enredo quanto os protagonistas; enquanto queremos matar alguns, o coração fica quentinho com a atitude de outros.

Impossível não torcer por esse casal tão adorável, apesar de que senti que teve momentos que a autora devia ter explorado mais o relacionamento dos dois, mas atribuo essa "falha" ao fato de que esse é o primeiro livro de uma série, primeiros livros são quase sempre um livro de ambientação, tenho certeza que nos próximos volumes da série veremos novamente esse casal e pessoas que apareceram na história e ainda não ganharam o espaço que deviam. E mesmo cassim, o leitor não deixa de entender a história e ansiar pelo próximo livro da série.

Compartilhe!

20 comentários :

  1. luciiiiiiii <3

    eu tenho mto amor pela Abbi, mas acho q esse é um dos mais fraquinhos dela. Em compensação, o resto da série é muuuuito boa!

    adorei a resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, não é tão intenso como os outros, mas achei super fofo! Ele é um lindo! E a mocinha muito pé no chão, adorável!

      Excluir
  2. Adoro a Abbi, pelo menos os livros que ja li dela dei 4 estrelas pra cima :D hahah
    e esse em particular, estou lendoo.... espero que o resto sejaaa boom :D

    ResponderExcluir
  3. Adoro NA!!
    Abbi Glines com certeza domina esse genero...
    Adorei a série... na verdade ainda vou ler o terceiro! Mas já estou gostando...
    Adorei a resenha =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc vai chegar no melhor personagem da serie rs meu Crush Cage, se bem que o Dewayne tbm é Homão rs

      Excluir
  4. O nome Abbi fala por si mesmo.... a autora cresceu tanto, que os livros dela estão dominando os YA..

    Ainda não li, mas com certeza irei pegar ano q vem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haja livro para furar a fila, não é, Lud??? rsrsrs

      Excluir
    2. Menina, minha lista está tensa... nem sei como organizo!

      Excluir
  5. Eu chamo essa série de sessão da tarde, por ser bem levinha e gostosa de se ler. Eu gostei do primeiro livro, mas o meu favorito da série é 'Just for now', tem mais história. E é claro, minha série favorita dessa diva é Rosemary Beach.

    ResponderExcluir
  6. Lud eu ainda não tive o prazer de ler os livros da autora, mas acompanho resenhas e cada vez mais fico fascinada pelas obras, espero ler em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Esta e o primeiro livro da autora que me cativa a leitura, e pretendo dar uma chance, pelo fato de que a autora consegue transformar o clichê, em algo especial, cativante e envolvente. Além de que ambos os personagens precisaram amadurecer cedo, e tomar para si responsabilidades, das quais os fizeram mais fortes. Acredito que esta será uma história que irá me agradar, espero não me decepcionar.

    Venha participar do Top Comentarista e concorra o livro "O Maravilhoso Bistrô Francês": http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Leve parece ser a palavra pra esse livro e a cada resenha que leio dele fico mais interessada. A capa ta linda e os protagonistas mesmo novinhos parecem entregar uma história super envolvente através da escrita da Abbi, que conheço pouco, mas os dois livros que tive a oportunidade de ler foram sim muito bons ;)

    ResponderExcluir
  9. Quando eu tava ficando quase orfã de Rosemary Beach , Conheci Sea Breeze que chegou tomando o lugar de serie preferida <3 Eu qria ralar a cara da mãe do Jax e da mãe da Sadie com ralador de queijo ¬¬ Cage é meu Crush, mas Dewayne tbm é homão,,,concordo com tudo o que tu disse a série só cresce !

    ResponderExcluir
  10. Oi Luci!
    Ah, como desejo ler esse livro ..
    Abbi Glines ja havia me conquistado com sua outra série, quando soube que iriam lançar a série Sea Breeze no Brasil me apaixonei. O melhor desse primeiro livro é que mostra uma personagem feminina forte, que luta por uma vida melhor e é o mocinho que fica babando nela, não ao contrário como sempre vemos. Eu amei o enredo, clichê ou não, é como você disse, a autora tem o dom de transformar histórias!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá, Abby Glines é referência quando se trata de Young Adults, e aqui temos mais uma obra típica da autora, porém que não deixa de ser especial. Os protagonistas conseguem transpor sua química das páginas do livro, fato que deixa o leitor torcendo por um final feliz. Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi, eu li apenas Paixão sem limites da Abby Glines e devo confessar que não senti vontade de continuar a série, sim a escrita é viciante e eu li em muito pouco tempo, passei muita raiva com esse livro também, mas não consegui gostar dos personagens e de suas ações na trama. Eu leio mais Young adults de fantasia mas pretendo dar uma chance para essa nova série da Abby e espero gostar.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Parece ser uma daquelas historias bem agradáveis, que nos deixa aconchegados. Ainda não conheço a escrita da autora. Os personagens parece que nos conquista e torcemos por eles, esse romance mesmo sendo complicado devido eles serem de mundos diferentes parece ser fofo.

    ResponderExcluir
  14. Lud!
    Gosto das releituras dos contos de fada e esse da Bela adormecida deve ser lindo.
    Acredita que nunca li nenhum dos livros da autora de nenhuma das suas séries?
    Pois é…
    Quem sabe essa, né?
    E que capa é essa, menina? Achei linda!
    “Acredite que você pode, assim você já está no meio do caminho.” (Theodore Roosevelt)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  15. Não sou muito fã dos livros da abbi glines eu tentei aquela série Rosemary Beach mas por eu não ser muito fã do gênero eu acabei pulando muito as partes do livro que acabaram se tornando fundamentais no desenrolar da história ou seja li o livro e fiquei viajando então eu não vou me arriscar a ler mais livros dessa autora

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei