21 janeiro 2018

[Resenha] O Retrato de Dorian Gray - Oscar Wilde




Dorian Gray é um jovem de rara beleza, o que motiva o pintor Basil Hallward a fazer um retrato dele. Fascinado por seu modelo, Basil realiza um trabalho extraordinário, de modo que o próprio Dorian Gray se apaixona por sua imagem. Influenciado por Henry Wotton, um dândi que critica a cultura vitoriana e prega um hedonismo indulgente, Gray começa a levar uma vida dupla. Com o passar dos anos, ele conserva o brilho de sua juventude, enquanto o retrato, escondido num quarto fechado, revela os efeitos do tempo em seu lugar.O retrato de Dorian Gray é o único romance de Oscar Wilde. Sua versão definitiva, publicada em abril de 1891, despertou paixões e chocou-se com a pudica sociedade vitoriana, que viu na história fantástica e filosófica apenas a imoralidade de seu herói.

Livro: O Retrato de Dorian Gray || Autor: Oscar Wilde
Editora: Seguinte ||Ano: 2011 || Gênero:  HQ
 Classificação: 4 estrelas || Resenhista: Lud
Skoob || Editora  || Compre

O Retrato de Dorian Gray é um romance do escritor e dramaturgo Oscar Wilde. Publicado pela primeira vez como uma história periódica em julho de 1890, o livro ganhou diversas adaptações ao cinema. Gray foi interpretado por Hurd Hatfield em versão de 1945, e em 2009, pelo inglês Ben Barnes de 'Westworld' e 'As crônicas de Nárnia'.

Em resumo, acho que todos conhecem a história de Dorian Gray, um jovem narcisista que vende a alma em troca da juventude eterna. Um quadro com seu retrato envelhece em seu lugar, em um porão escondido. 

Isso é o que temos nesse livro, mas como um HQ, ele tem a capacidade de te levar a uma nova percepção da história, já várias vezes representada. Engraçado como simples imagens bem encaixadas levam o leitor a pensamentos antes sem importância.  E é isso que esse livro faz. Em cada página ímpar do livro, temos uma imagem do retrato de Gray, enfatizando que a cena anterior tirou algo de importante nele, o que se reflete no retrato. 


Então vamos lá: a história começa com uma conversa entre Basil Hallward e Lord Henry Wotton ,sobre o retrato que Basil pintou de Dorian. E a conversa evolui para a adoração que Basil tem por Dorian, que ele lhe despertou uma nova sensibilidade para a forma como pinta, e que Dorian seria uma pessoa bela e bondosa, com a alma pura e inocente. Mas os dois são interrompidos com a chegada de Dorian, mas antes de apresentá-los, Basil pede a Henry que não corrompa o rapaz com suas ideias. 

E você pode pensar 'que coisa exagerada', mas no decorrer do livro, é isso que acontece. Claro que Gray tem lá sua disposição para coisas ruins, mas ele foi influenciado pelas palavras do Lord, e claramente vemos isso perfeitamente em cada conversa de ambos. 


Obviamente que, como uma HQ adaptada de um romance, falta muita coisa, mas não acho que seja falho, ele mostra exatamente o cerne do romance de Wilde, os diálogos, por exemplo, complementam a narrativa abordando os pontos mais épicos do romance, e ainda te deixa com um quê de quero saber mais, por isso vou adicionar o livro na minha lista. 

A paleta de cores é linda. Em todas as minhas resenhas de HQ eu falo que amo o colorido. O que me incomodou no começo foi a fonte, mas depois de algumas páginas me acostumei. (coisas de quem lê em leitor com letra grande)

Compartilhe!

16 comentários :

  1. As HQ's andam ganhando espaço cada vez mais ultimamente entre os lançamentos das editoras e eu que há muito deixei de ler Quadrinhos tenho pensado em retomar :) Ainda não vi ou a história de Dorian mas já ouvi falar dela e achei a HQ interessante e os desenhos bonitos pela foto que vc incluiu. Ótima resenha ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Lili,

      eu também tinha deixado de ler, mas agora voltei e estou adorando!!
      Recomendo muito!

      bjoks

      Excluir
  2. Ainda não li o livro e nem assisto sobre Dorian Gray, mas tenho muita vontade de conhecer, achei a ideia da HQ interessante, é bom para sabermos mais sobre ele e atingir novo público. Gostei das ilustrações e assim como você prefiro que seja coloridas as HQs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Maria,

      eu também não li o livro, mas assisti o filme e gostei muito do HQ, ele toca em pontos crucias ! Recomendo!

      =)

      Excluir
  3. Ainda não assisti o filme e nem li o livro sobre O Retrato de Dorian Gray, achei interessante e criativo este livro ser em HQ, apesar de não costumar ler HQ, sua resenha sobre este livro acabou me deixando curiosa para conferir esta história em HQ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Mariele,

      eu estou começando a tomar gosto, novamente, pelos HQ... só achar um tipo que agrade !
      =)

      Excluir
  4. Oi Lud!
    Já tinha ouvido flar desse livro mas nunca tinha lido nd sobre ele, eu adorei, ainda mais com essas ilustrações bacanas, dá mta vontade de conhecer, vou anotar a dica!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Aline,

      eu gostei das ilustrações também, achei que combinou muito bem com a história!
      =)

      Excluir
  5. O retrato de Dorian Gray é um dos meus livros favoritos, não sabia da existência dessa hq até agora, achei muito interessante essa nova abordagem de mostrar o retrato se degradando aos poucos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OIe Julia,

      os HQ não são muito divulgados né... esse é de 2011!
      Se você gosta da história, vale muito a pena. Claro, que não irá ser igual ao livros, mas acho que abordou as partes certas!

      =)

      Excluir
  6. Oi Lud.
    Eu ainda não li livro O retrato de Dorian Gray, mas quero muito.
    Não sabia que tinha a versão em graphic novel, mas achei bem legal. Só não gostei muito da letra e d tamanho dela. Muito pequeno!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Pamela,

      eu também fiquei incomodada com a fonte da letra, mas depois acostumei!

      Espero que goste da HQ

      =)

      bjos

      Excluir
  7. Não sabia que tinha uma edição tão bonitinha desse livro e nem sabia que a edição era em quadrinhos e da seguinte Com certeza quero esse livro pra mim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Carolina, eu também não sabia.
      Como estou na saga dos HQ, eu estava fuçando na pagina da CIA, e achei esse!
      Adorei!!!<3

      Excluir
  8. Oi Lud :)
    Não sabia da existência dessa hq, e achei o trabalho divino. Já conheço a história do livro e do filme, e tenho que dizer que é uma das minhas obras favoritas, acho o enredo perturbador e fascinante. Sem dúvidas entra pra lista de desejados...
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OIe Vitoria,

      Espero que goste quando ler, já que você leu o livro e viu o filme!
      Depois me conta!

      bjoks

      Excluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei