29 janeiro 2018

[Resenha] Histórias Extraordinárias - Edgar Allan Poe


  A edição ilustrada inclui textos de Charles Baudelaire, Jorge Luis Borges e Julio Cortázar, que reverenciam o estilo hipnotizante do escritor mais sombrio de todos os tempos. Histórias extraordinárias reúne dezoito contos assombrosos de Edgar Allan Poe, com seleção, apresentação e tradução do poeta José Paulo Paes. Este livro traz, entre outras obras-primas do mestre do suspense e do mistério, “A carta roubada”, “O gato preto”, “O escaravelho de ouro”, “O poço e o pêndulo” e “O homem da multidão”. O caráter macabro das histórias, dotadas de profundidade psicológica e imersas em uma atmosfera eletrizante, continua a conquistar novos leitores e a afirmar sua condição de clássico. Nas palavras de Paes, “Poe sempre consegue […] provocar-nos aquele arrepio de morte ou aquela impressão de vida que, em literatura, constituem o melhor, senão o único, passaporte para a imortalidade”.


Livro: Histórias Extraordinárias  ||  Autor: Edgar Allan Poe
Editora: Editora CIA|| Classificação: 5 estrelas || Resenhista: Gaby
 Ano: 2017 || Gênero: Ficção/Literatura Estrangeira/Romance Histórico

Bizarro e macabro. É isso que o senso comum dita sobre Edgar Allan Poe, se você nunca leu, é o que provavelmente você ouviu falar desse escritor. Essa noção é reforçada pelo seu conto mais famoso e presente nesse livro: "O Gato Preto", que é uma história doméstica simples, mas incrivelmente perturbadora. É um relato em primeira pessoa sobre um homem que sempre foi conhecido pela sua bondade para com os animais, mas que em um surto de raiva e bebida, acaba enforcando seu gato de estimação caolho chamado Plutão. Consumido pela culpa, um dia ele encontra um gato muito parecido com Plutão num beco e acabada o levando para casa. A narrativa perturbadora e íntima, é um exemplo claro do talento de Poe para o mistério e o incomum. 


Embora esses elementos estejam presentes na maioria dos seus contos sempre que apresento Poe à alguém, sinto a necessidade de ressaltar que a palavra que define o escritor para mim é: mistério. Nem todos os contos incluem elementos sobrenaturais, como é o caso de "O sistema do doutor Alcatrão e do professor Pena", que detalha a visita de um homem nobre à um hospício incomum, e "A carta roubada", que nada mais é sobre um relato do detetive Dupin quanto um caso de chantagem, e isso não os torna menos extraordinários, o mistério é o mesmo. 

Todos os 18 contos presentes nessa edição trazem histórias fascinantes, e únicas. Algumas relativamente simples mas que trazem enorme profundidade psicológica, como é o caso do meu conto favorito "A máscara da morte rubra", que parece muito com um conto de fadas sombrio e as avessas. Ele começa descrevendo um reino desolado por uma praga conhecida como 'morte rubra', uma doença terrível que faz com que a vítima sangre profusamente pelos poros e orifícios, e nos conta sobre o príncipe Próspero, o responsável pelo reino.
Acontece que o príncipe egoísta e seu séquito se retiraram para uma fortaleza afim de se mantarem seguros enquanto o resto da população é dizimada. O conto fala em específico sobre uma das festas suntuosas realizadas na fortaleza que é a fantasia e ocorre em sete salas decoradas de formas distintas. Entre os convidados está uma pessoa muito alta, fantasiada como o cadáver de uma pessoa que foi acometida pela morte rubra, indignado com a insensibilidade do individuo, o príncipe persegue o estranho por todas as sete salas, e tem uma surpresa perturbadora quando o alcança na última sala decorada de preto e vermelho, exatamente a meia noite. 

Frajola mostrando sua apreciação quanto as ilustrações nessa edição
Existem várias edições desse livro e cada uma delas traz contos diferentes, essa é de longe a melhor seleção, já que traz um belo texto introdutório escrito pelo tradutor José Paulo Paes, lindas ilustrações que colaboram com o visual dos contos e a capa dura que torna essa edição uma preciosidade digna de estar enfeitando sua estante.

Se você é daqueles que nunca leram Poe mas sempre quiseram dar uma chance essa edição pode ser o incentivo que faltava.

Compartilhe!

13 comentários :

  1. Gaby que coisa mais linda esse livro, tô aqui babando nessa capa!
    Nunca li nd do autor, já até anotei aqui espero conseguir ler me breve, amei esse enredo!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Aline,
      Nunca é tarde para ler Poe, espero que você goste quando conseguir ler...
      Beijo

      Excluir
  2. Oi Gaby, gostei da resenha e apesar desse não ser um gênero que leia com frequência achei esse livro uma boa opção caso eu resolva conhecer a escrita do autor futuramente. A edição parece estar linda e super caprichada e amei esse seu gatinho fofo da foto <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili!
      Fico feliz que tenha gostado da resenha, Frajola aprecia o elogio e te manda uma lambida de agradecimento...
      Um abraço

      Excluir
  3. Adorei essa edição essa capa a diagramação do livro é tudo muito lindo e eu sou apaixonada pelos Contos do Edgar Allan Poe acho que foi isso que fez com que eu me apaixonasse também pelos livros do Stephen King Enfim vou adicionar esse livro na minha lista de desejados Por que não tem como não querer esse livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Carolina!
      Poe é um clássico e uma ótima introdução ao gênero, e essa edição é simplesmente LINDA. Uma ótima pedida na hora de enfeitar a estante e reler seus contos favoritos...
      Beijo!

      Excluir
  4. OI Gaby.
    Ainda não li nada do Poe, mas já ouvi falar muito dele.
    Achei os contos interessantes, mas provavelmente não irei ler pois sou muito medrosa rs
    Só de ler a sua descrição de alguns dos contos já fiquei aflita.
    Adorei a edição! Realmente é muito bonita.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pamela!
      Poe é um mestre em nos deixar desconfortáveis, talvez não seja a melhor indicação para você hahahahaha
      Beijo

      Excluir
  5. Linda essa edição e com ilustrações fica melhor ainda, não i nada do autor, mas recentemente comprei um de seus livros e estou ansiosa para ler, espero que tenha esse conto do gato que é muito comentado e achei bem intrigante. Achei lindo esse gatinho, muito fofo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Maria!
      O conto do gato é indispensável em qualquer seleção de contos do Poe, ele com toda certeza estará no seu livro. Estou ansiosa para saber o que você vai achar dele *-*
      Frajola aprecia seu elogio hahaha
      Beijos!

      Excluir
  6. Oi, achei linda essa edição apesar de eu ter da darkside quero muito essa! A máscara da morte rubra também é meu conto favorito junto com O poço e o pendulo e Coração delator, não consigo escolher adoro todos. Eu amo Poe, e o titulo cai muito bem para essa livro que é extraordinário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Julia!
      O poço e o pendulo é um conto agonizante demais, é impossível não se imaginar na situação do protagonista e sentir pânico. A edição da Darkside também é maravilhosa!
      Beijo

      Excluir
  7. Oi Gaby
    Então, nunca li nada do Edgar Alan Poe, mas tenho uma curiosidade enorme, principalmente que características como sobrenatural e mistério passam por seus contos. O que me chamou atenção no livro foi as ilustrações, amo livros com elas e o capricho dessa edição conquista.
    Beijos

    ResponderExcluir





Copyright © 2017 Every Little Book. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | OddThemes | ILUSTRAÇÃO: Yuumei